SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies https://periodicos.ufv.br/SCRIBES <p><span style="font-weight: 400;">A </span><strong>missão da B</strong><strong><span style="font-weight: 400;"><strong>razilian Journal of Management and Secretarial Studies </strong></span>- Revista SCRIBES </strong>é contribuir para a efetiva disseminação do conhecimento científico relevante em Estudos Secretariais e Estudos Organizacionais. Para atingir este objetivo, buscamos qualidade, oferecendo acesso facilitado e sem ônus tanto para visualizar quanto para arquivar os artigos.</p> Universidade Federal de Viçosa - UFV pt-BR SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2675-4401 <p>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:<br><br></p> <p>a. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</p> <p>&nbsp;</p> <p>b. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</p> <p>&nbsp;</p> <p>c. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html" target="_new">O Efeito do Acesso Livre</a>).</p> <p><br><br></p> Editorial https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10643 <p><span style="font-weight: 400;">É com grande alegria que lançamos o primeiro número da Revista SCRIBES!</span></p> Débora Carneiro Zuin Emili Barcellos Martins Santos Luiza Amália Soares Franklin Luiza Oliveira Pacheco Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-06-27 2020-06-27 1 1 10.33228/scribes.2020.v1.10643 Editorial https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10647 <p>É com grande alegria que lançamos o primeiro número da Revista SCRIBES!</p> Débora Carneiro Zuin Emili Barcellos Martins Santos Luiza Amália Soares Franklin Luiza Oliveira Pacheco Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2020-06-27 2020-06-27 1 1 10.33228/scribes.2020.v1.10647 O assédio moral nas relações de trabalho do profissional de secretariado executivo https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10636 <p>O assédio moral é um tema alarmante e que é debatido com frequência na sociedade. A temática desta pesquisa justifica-se, primeiramente, por sua relevância e dado o fato de o assédio moral se tratar de um crime que pode gerar consequências sérias e irreversíveis para a vítima e, em seguida, pelo desejo de expor essa temática no real cotidiano do secretário executivo. Assim, a questão que a pesquisa propõe é: Como está o cenário da prática de assédio moral junto ao profissional de Secretariado Executivo? Com isso, tem-se por objetivo geral analisar o cenário do possível assédio moral na profissão de Secretariado Executivo. A metodologia adotada para a realização da pesquisa foi a descritiva de abordagem qualitativa e quantitativa, em uma pesquisa de campo em três fases. Na primeira fase foi realizada entrevista com uma profissional de Secretariado Executivo vítima de assédio moral; na segunda fase, com uma representante do Sindicato das Secretárias e Secretários do Estado do Ceará; e, por fim, foram aplicados questionários junto a profissionais da área de Secretariado Executivo de todo o Brasil, por meio dos quais se obteve 137 retornos. Para a análise dos dados foi utilizada a metodologia de análise de conteúdo. Dessa forma, constatou-se que a prática do assédio moral ocorre com os profissionais de Secretariado Executivo participantes da pesquisa e que é comum o assediador ser o superior direto a esse profissional. Além disso, tem-se que as consequências dessa prática estão relacionadas principalmente ao estresse e outros problemas que impactam a vida pessoal, afetando a saúde.</p> Letícia Saboia de Castro Thays Lyanny da Cunha Garcia da Rocha Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-06-26 2020-06-26 1 1 1 33 10.33228/scribes.2020.v1.10636 Os imaginários da profissão de secretariado em publicidades on-line de floriculturas no Dia da Secretária https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10635 <p>A profissão de secretariado é marcada em nossa sociedade por algumas concepções cristalizadas, muitas delas em reforço a antigas práticas atreladas ao exercício profissional. Buscando entender a constituição dessas concepções no âmbito discursivo é que propomos este estudo. O objetivo deste artigo é analisar os imaginários sociodiscursivos (Charaudeau, 2011) construídos acerca da profissão de secretariado em publicidades on-line de três floriculturas, publicidades estas veiculadas no “Dia da Secretária” (30 de setembro) do ano de 2012. Como método de análise, valemo-nos da Análise do Discurso, que possibilita ao pesquisador apreender os efeitos de sentido da materialidade linguageira – no caso de nosso trabalho, verbo-icônica. Para Orlandi (2012), a Análise de Discurso não trata da língua, mas do discurso, que implica o simbólico da fala e considera o trabalho social geral constitutivo do homem e de sua história. Nosso aporte teórico abrangeu os estudos de Nonato Júnior (2009) e Sabino e Rocha (2004), no que se refere à profissão de secretariado, de Charaudeau (2011) e de Reis (2012), em torno de imaginários sociodiscursivos, e de Farina (1990) e Guimarães (2004), no que concerne aos significados evocados pelas cores. A partir da análise empreendida, foi possível compreender de que maneira a profissão secretarial foi representada em sua data comemorativa no corpus elencado, o que nos demonstrou que, por um lado, aponta-se para uma representação contemporânea da profissão, mas, por outro, (ainda) recuperam-se imaginários cristalizados em torno do ofício.</p> Maíra Sant’Anna Guimarães Ana Carolina Gonçalves Reis Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-06-26 2020-06-26 1 1 34 52 10.33228/scribes.2020.v1.10635 Treinamentos corporativos na perspectiva da prática social https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10634 <p>Objetiva-se compreender como se traduz nas ações cotidianas as práticas de aprendizagem dos agentes diante dos treinamentos corporativos. A aprendizagem organizacional, na perspectiva da teoria da prática é mais que um processo de ensino-aprendizagem e sim de subjetivação e (re)significação cotidiana que legitima as ações organizacionais correlacionando-as com as práticas cotidianas. A metodologia é qualitativa de estudo de caso, aplicando doze questionários semiabertos em uma empresa familiar. Conclui-se que há movimento de resistência, o que integra a textura organizacional, a formação do knowing individual, a influência no knowledge grupal, gerando consciência coletiva de que as práticas cotidianas não são coerentes com as ações de treinamento corporativo. Entretanto não há evidencias de um embate direto, denotando que o poder e a dominância cultural são dinâmicas relacionais, que interferem no desenvolvimento de ações inovadoras no contexto organizacional, indo na contramão da intencionalidade das ações de aprendizagem organizacional como pensadas pela organização.</p> Rafaella Cristina Campos Valéria da Glória Pereira Brito Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-06-26 2020-06-26 1 1 53 66 10.33228/scribes.2020.v1.10634 Os papéis desempenhados pelo professor e pelo aprendiz na avaliação de aprendizagem na formação universitária em secretariado executivo: https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10637 <p>O ato avaliativo é um elemento natural presente no cotidiano do ser humano e é realizado constantemente em diferentes situações, das mais simples às mais complexas. Se no cotidiano o termo é objeto de diferentes significados e interpretações, no contexto escolar a avaliação assume significados mais complexos e passíveis de vários questionamentos e reflexões. Esta pesquisa tem como objetivo apreender os sentidos e os significados atribuídos por estudantes e por profissionais de secretariado aos papéis desempenhados pelo professor e pelo aprendiz e à avaliação de aprendizagem na formação universitária em secretariado executivo. Os instrumentos de coleta de dados utilizados nesta pesquisa foram dois questionários semiestruturados aplicados a dezoito estudantes de um curso de graduação em secretariado executivo e a oito profissionais da área já inseridos no mercado de trabalho. A discussão dos resultados desta pesquisa aponta para a necessidade da instauração de um ambiente de estímulo à autonomia do aprendiz e, consequentemente, à autoavaliação.</p> Emili Barcellos Martins Santos Tokiko Ishihara Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-06-26 2020-06-26 1 1 67 89 10.33228/scribes.2020.v1.10637 Resiliência, proatividade e organização: https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10638 <p>O presente trabalho visa a analisar as características necessárias ao profissional da área de Secretariado Executivo e verificar como ele se adapta ao ambiente de trabalho, que está em constante transformação. No desempenho de suas funções, além daquelas que lhe são características, o secretário executivo pode ver-se diante de situações de conflito, tendo que gerenciar informações, comunicar-se com clientes e executivos, necessitando liderar um grupo de funcionários, o que exige dele atributos como a resiliência, a proatividade e a organização, para que execute as tarefas a ele impostas de maneira satisfatória. Cada vez mais, os profissionais de secretariado ganham espaço e ascendência dentro das organizações e, com isso, assumem maiores responsabilidades, o que demanda uma mudança de comportamento que abarque as características supracitadas. Esta pesquisa buscou, portanto, analisar as aptidões da resiliência, da proatividade e da organização como essenciais ao profissional de secretariado executivo, que atua dentro de organizações em constantes transformações. Com caráter dedutivo e interdisciplinar, a pesquisa utilizou-se de análise bibliográfica e documental, mediante revisão de literatura, com vistas a demonstrar a relevância do tema no contexto de uma sociedade com organizações em constante renovação.</p> Tânia Mara Daver Santos Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-06-26 2020-06-26 1 1 90 107 10.33228/scribes.2020.v1.10638 Secretariado no poder: https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/10639 <p>Este artigo identifica as diferentes configurações funcionais de Secretarias Gerais de Presidências da República na América Latina. Reconhecidas como órgãos de Centro de Governo (CdG), são campos organizacionais que compõem o centro de decisões do Poder Executivo nacional. Na América Latina, em especial, os tipos de funções que desenvolvem esses campos são indicadores que apontam para estilos e dinâmicas de interações políticas de Presidentes da República. Partindo de uma abordagem institucional e funcionalista, onze Secretarias Gerais (SGs) na região latino-americana foram investigadas a partir de informações formais dos sítios dos órgãos, dos documentos oficiais e da literatura. A pesquisa é quali-quanti e comparativa, com dados interpretados a partir da técnica de análise de conteúdo. Os resultados<br>apontam que SGs de Centros de Governo na América Latina desempenham funções bem diversificadas, podendo desempenhar funções políticas de grande relevância, sujeitas às condições institucionais e pessoais do Chefe do Executivo.</p> Maricilene Isaíra Baía do Nascimento Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-06-26 2020-06-26 1 1 108 133 10.33228/scribes.2020.v1.10639