SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies https://periodicos.ufv.br/SCRIBES <p><span style="font-weight: 400;">A </span><strong>missão da B</strong><strong><span style="font-weight: 400;"><strong>razilian Journal of Management and Secretarial Studies </strong></span>- Revista SCRIBES </strong>é contribuir para a efetiva disseminação do conhecimento científico relevante em Estudos Secretariais e Estudos Organizacionais. Para atingir este objetivo, buscamos qualidade, oferecendo acesso facilitado e sem ônus tanto para visualizar quanto para arquivar os artigos.</p> Universidade Federal de Viçosa - UFV pt-BR SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2675-4401 <p>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:<br><br></p> <p>a. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</p> <p>&nbsp;</p> <p>b. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</p> <p>&nbsp;</p> <p>c. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html" target="_new">O Efeito do Acesso Livre</a>).</p> <p><br><br></p> A relevância do ensino de finanças no curso de Secretariado Executivo e seu uso no mercado de trabalho https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/11256 <p><span style="font-weight: 400;">A construção de uma carreira inicia-se no ambiente acadêmico simultaneamente à experiência profissional do discente. O secretário reinventa-se constantemente, é um profissional que está em busca de inovação, é multifuncional, fonte de informações, o primeiro contato entre clientes internos e externos. As finanças estão presentes na rotina secretarial nos mais diversos processos, da simples conferência de um relatório de despesas à organização de um evento com alto </span><em><span style="font-weight: 400;">budget</span></em><span style="font-weight: 400;">. Em muitos casos, é o secretário o responsável pela administração de recursos financeiros para pagamento de contas e demais gastos do gestor, ou seja, direta ou indiretamente, o profissional de Secretariado lida com processos financeiros. Entretanto, a área de Finanças ainda não é um tema tão pesquisado no contexto da profissão de Secretariado e, mesmo no âmbito universitário, os alunos possuem pouco contato com disciplinas voltadas a essa área do conhecimento. Portanto, este artigo busca responder qual a percepção dos alunos quanto ao conhecimento adquirido na universidade e o quanto ele pode auxiliar nas oportunidades de trabalho, bem como ser um diferencial curricular. Será que a grade curricular possui disciplinas de Finanças suficientes para as práticas profissionais? Esse questionamento norteou a idealização deste artigo, que pretende contribuir com as pesquisas na área de Secretariado com foco em Finanças. Trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva, exploratória e de método quantitativo. Como resultado, tem-se que o profissional de Secretariado percebe a importância do conhecimento em Finanças como forma de agregar e otimizar suas atividades no dia a dia e reconhece que é um diferencial no mercado de trabalho e pode contribuir para seu desenvolvimento pessoal. Contudo, a formação acadêmica possui certas limitações, pois não há um aprofundamento na área de Finanças; seu ensino ainda é introdutório. </span></p> Ana Carolina Goulart Barboza da Silva Fernando Aguiar Camargo Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-12-15 2020-12-15 1 2 10.33228/scribes.2020.v1.11256 Posicionamento em Marketing https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/11077 <p><span style="font-weight: 400;">A teoria de Posicionamento é uma das mais antigas dentre as estratégias empresariais e foi incorporada ao Marketing para orientar as organizações quanto à melhor forma de se colocar no mercado e, com isso, obter vantagem competitiva. Este artigo busca identificar o estado da teoria de Posicionamento no Brasil, utilizando a meta-análise como método, a fim de buscar, selecionar, categorizar e analisar os estudos publicados nos principais eventos e periódicos nacionais sobre o tema. A partir dos resultados encontrados, foi possível identificar quais são as configurações teórico-metodológicas das publicações nacionais e as proposições de Posicionamento que são utilizadas com mais frequência pelos pesquisadores. Sendo assim, a contribuição deste artigo é a de fazer uma análise acerca do que tem sido escrito sobre Posicionamento, auxiliando no avanço do conhecimento sobre sua teoria.</span></p> Caroline Mendonça Nogueira Paiva Lilia Paula Andrade Paulo Henrique Montagnana Vicente Leme Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-12-15 2020-12-15 1 2 10.33228/scribes.2020.v1.11077 Perspectivas, avanços e projeções para a implantação da Pós-Graduação Stricto Sensu em Secretariado Executivo https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/11032 <p><span style="font-weight: 400;">Este estudo objetiva, em linhas gerais, analisar o cenário dos cursos de graduação em Secretariado Executivo no Brasil, da pós-graduação lato sensu</span> <span style="font-weight: 400;">em Secretariado e da qualificação dos docentes graduados em Secretariado Executivo, lançando um olhar sobre as perspectivas de criação de pós-graduação stricto sensu</span> <span style="font-weight: 400;">na área. Isso porque, embora o curso exista no Brasil há praticamente meio século, ainda não há oferta de programas stricto sensu</span> <span style="font-weight: 400;">em Secretariado Executivo, formação essencial para o desenvolvimento e consolidação da área. Nesse aspecto, esta pesquisa buscou explanar a evolução da profissão de Secretariado, abordando aspectos como perfil, atribuições e principais avanços na área, aliada a uma discussão sobre a educação superior e a pós-graduação no Brasil. Para tanto, utilizou-se de um estudo qualitativo, descritivo e interpretativo, realizado por meio de pesquisa documental. Como resultados principais, constatou-se que a redução das ofertas dos cursos de Secretariado Executivo, juntamente com o baixo número de egressos em especializações e a tardia titulação de</span></p> <p><span style="font-weight: 400;">mestrado e doutorado dos docentes de Secretariado Executivo, são fatores que não influenciam positivamente para o desenvolvimento de um curso stricto sensu na área.</span></p> Ivanete Daga Cielo Fernanda Cristina Sanches-Canevesi Camila Bernardin Lenzi Costeira Vilas Bôas Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-12-18 2020-12-18 1 2 10.33228/scribes.2020.v1.11032 A noção de sucesso na sociedade capitalista https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/11241 <p>Este ensaio objetiva refletir acerca da noção de sucesso considerando as contradições<br />nas relações de trabalho no capitalismo. Discute-se como a noção de sucesso se modificou no<br />último século até que atingisse sua conformação como aparece hoje, relacionada com<br />meritocracia, empreendedorismo e neoliberalismo. Por um lado, o sucesso costuma ser vinculado<br />ao indivíduo, em um caráter pessoal; por outro lado, as relações de trabalho são cada vez mais<br />impessoais. Tal antítese é o cerne para que se apresente o processo de estranhamento do trabalho<br />nesse modo de produção para demonstrar como a noção de sucesso oculta a exploração humana,<br />que é tanto objetiva quanto subjetiva. Conclui-se que a noção de sucesso, nessa conjuntura,<br />encontra-se restringida à capacidade de suprir as necessidades materiais e imateriais que possam<br />ser adquiridas, provenientes de relações humanas baseadas na acumulação capitalista, isto é, uma<br />categoria econômica que atua como reforço ideológico.</p> Janaynna de Moura Ferraz Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-12-15 2020-12-15 1 2 10.33228/scribes.2020.v1.11241 A percepção de estudantes de Secretariado Executivo em relação a eventos acadêmicos https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/11397 <p>Este trabalho teve como objetivo geral investigar os tipos de eventos dos quais graduandos em Secretariado Executivo participam e suas características e temáticas; para tanto, foi realizada uma pesquisa de abordagem qualitativa e de cunho descritivo. Valendo-se da aplicação de questionários, com os quais foram obtidas 23 respostas de universitários de oito instituições de ensino superior de diversas regiões do Brasil, foi possível constatar que estes, em sua maioria, consideram ser muito importante participar de eventos característicos da e para a área de Secretariado Executivo e também de áreas correlatas. Os tipos de encontros mais recentemente frequentados foram: eventos de formação, <em>workshops</em>, congressos, de pesquisa e seminários. Em relação aos temas de interesse, destacam-se três grandes áreas: administração, comunicação e saúde. Já quanto aos propósitos citados pelos discentes para a participação em encontros acadêmicos, destacam-se a alta procura por conhecimentos específicos, a valorização do currículo e a possibilidade de <em>networking</em>.</p> Thalyne Ferreira dos Santos Anna Clara Arcanjo Fonseca Douglas Ribeiro de Moura Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-12-15 2020-12-15 1 2 10.33228/scribes.2020.v1.11397 Management Shock Policy https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/11094 <p>After many years of budget deficit, bad management, and poor public employee performance, the government of the state of Minas Gerais, Brazil, developed in 2004 the Management Shock Policy. The program had specific goals of placing the public accounts up to date, establishing an agenda for development, and consolidating the public employees’ evaluation process. The objective of this case study is to show some data found on literature that corroborates the improvement of the financial, organizational, and personnel management performance during the three generations of the policy (2004-2014). Achieving respectable outcomes, the policy was based on the incentive of the effectiveness of public budget, efficiency of management, and increased productivity of the public workforce. The organizational and individual performance evaluation methods were also one of the considerable applications on rebuilding a dynamic and innovative state on administrative practices.</p> Thayana Flores Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-12-15 2020-12-15 1 2 10.33228/scribes.2020.v1.11094 Editorial https://periodicos.ufv.br/SCRIBES/article/view/11594 Débora Carneiro Zuin Emili Barcellos Martins Luiza Amália Franklin Luiza Oliveira Pacheco Copyright (c) 2020 SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies 2020-12-15 2020-12-15 1 2