Alunos com Síndrome de Asperger: o intérprete de enunciados e o acesso à educação superior

Silvia Ester Orrú

Resumo


O artigo tem como objetivo retratar as demandas das pessoas com Síndrome de Asperger para o acesso e conclusão dos cursos de ensino superior no Brasil, bem como dos processos seletivos vestibulares a partir da legislação e políticas pró-inclusão. O plano metodológico diz respeito a análise documental e bibliográfica com abordagem qualitativa. O intérprete de enunciados é descrito como recurso favorecedor ao acesso na educação superior. As conclusões apontam que os processos seletivos vestibulares rompem com a lógica da legislação vigente que orienta à realização de alterações que favoreçam a pessoa com deficiência ao alcance dos níveis mais elevados de ensino.


Palavras-chave


Síndrome de Asperger. Inclusão. Vestibular. Intérprete de enunciados.

Texto completo:

PORTUGUÊS


DOI: https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v9i3.999

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Educação em Perspectiva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

(c) Educ. em Perspec. / Educ. in Perspec., Viçosa, MG - eISSN 2178-8359.