Idosos com dependência no Brasil: estimativa de custo com política pública para o financiamento de cuidador

Alane Siqueira Rocha, Cássio Maldonado Turra

Resumo


Os idosos com dependência funcional demandam, particularmente, cuidados de longa duração, os quais englobam serviços de cuidadores, que auxiliam na realização de atividades da vida diária. No Brasil, a família desempenha papel fundamental como provedora de cuidados informais aos idosos dependentes, ao passo que o acesso a serviços formais de cuidados é limitado. Este trabalho tem como objetivo principal estimar os custos de uma eventual implementação de cobertura pública de benefícios em dinheiro, no valor de 1,5 salário mínimo, para o financiamento de cuidadores formais. As estimativas, realizadas por simulação de Monte Carlo, de uma política pública universal de oferta de benefício em dinheiro, para o acesso dos idosos a serviços de cuidadores formais, mostraram que os fluxos de despesas anuais médias do Estado com o pagamento desses benefícios, para o total de homens e mulheres dependentes, evoluiriam de 0,8% do PIB, em 2014, para 1,3% do PIB em 2033.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais