Jovens pobres: considerações sobre os espaços de socialização

Raquel Mota Mascarenhas

Resumo


Este artigo, a partir de pesquisa bibliográfica, objetiva elencar algumas considerações acerca dos espaços de socialização no cotidiano das/dos jovens pobres. Considera que as esferas tradicionais de socialização – a família, a escola e o trabalho – apresentam situação de crise dimensional em relação às novas demandas das juventudes. Mediante isso, busca-se refletir acerca da esfera da produção cultural juvenil, como lócus de socialização, a fim de contribuir para o entendimento das/dos jovens acerca da realidade social. Assim, busca-se ofertar subsídios para a formulação de políticas públicas e para a atuação profissional junto a esse público.

Palavras-chave


Juventudes; Socialização; Produção cultural;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31423/oikos.v29i2.3797

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Oikos: Família e Sociedade em Debate

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.