DESENVOLVIMENTO DA SOJA COM APLICAÇÕES DE HORMÔNIOS EM DIFERENTES DENSIDADES DE CULTIVO

Sydney Antonio Frehner Kavalco, Velci Queiróz de Souza, Diego Nicolau Follmann, Ivan Ricardo Carvalho, Maicon Nardino, Gustavo Henrique Demari

Resumo


Objetivou-se com este trabalho determinar os efeitos diretos e indiretos fenotípicos das plantas de soja submetidas a diferentes concentrações de hormônios e densidades de cultivo. Este experimento foi
conduzido em 2013/2014 na Universidade Federal de Santa Maria Campus de Frederico Westphalen. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso organizado em esquema fatorial, sendo três densidades de cultivo,
quatro concentrações de hormônios, dispostos em três repetições. As densidades utilizadas foram 110.000, 180.000 e 245.000 plantas ha-1. As concentrações de hormônios utilizadas correspondem a: (I) Ausência de aplicação, (II) 250 ml ha-1 de Stimulate® aplicado em V5, (III) 500 ml ha-1 de Stimulate® aplicado em R1, (IV) 750 ml ha-1 de Stimulate® aplicado em R5. A análise de variância revelou interação significativa entre densidades de cultivo x concentrações de hormônios para as variáveis RG, IPL, NLR, NRH, NRR, NR, CR,
NL1, NL2, NL3 e MMG. Ausência de interação foi evidenciada para os caracteres AH e NLH. A utilização de hormônios na dose de 750 ml ha-1 aplicado no estádio R5 da soja contribuiu para o incremento dos caracteres NLH, NRR, NR, CR, NL1, NL2 quando utilizou-se a densidade de 110.000 plantas ha-1. O rendimento de grãos não foi influenciado pelas concentrações de hormônios, mas a densidade de cultivo de 245.000 plantas ha-1 evidenciou superioridade para este caráter. Efeitos diretos positivos ao rendimento de grãos foram revelados através dos caracteres NLH e MMG, e negativos por meio de NLR, NRH, NRR e NL3.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317