PRODUÇÃO DA BATATA-BAROA 'ROXA DE VIÇOSA' EM FUNÇÃO DE TIPO DE MUDA E DE PRÉ-ENRAIZAMENTO

Ramón Emílio Gil Leblanc, Mario Puiatti, Maria Aparecida Nogueira Sediyama, Fernando Luiz Finger, Glauco Vieira Miranda

Resumo


Objetivou-se caracterizar a partição de massa e a produção de raízes da batata-baroa ‘Roxa de Viçosa’, em função de tipos de mudas e do pré-enraizamento. O experimento foi conduzido a campo, em Viçosa, MG, no período de 09/04/99 a 10/02/2000, no esquema de parcelas subdivididas, delineamento experimental
blocos casualizados, com dez tratamentos e cinco repetições. Nas parcelas foram dispostos métodos de plantio (com e sem o pré-enraizamento das mudas) e nas subparcelas tipos de mudas (1- ápice do rebento com ± 2,8
cm de comprimento, com corte em bisel na base; 2- segmento intermediário do rebento, com ± 5,1 cm de comprimento, com cortes em bisel nas extremidades; 3- idem ao tipo 2, com corte adicional longitudinal,
na parte côncava, retirando cerca de ¼ do diâmetro da muda; 4- rebento inteiro, com ± 5,9 cm de comprimento, com cortes em bisel na base e longitudinal na parte côncava; 5- idem ao tipo 4, porém sem o corte longitudinal na parte côncava). As mudas pré-enraizadas no viveiro foram transplantadas com 4-5 folhas, aos 52 dias. Avaliou-se a população de plantas e as características de parte aérea (folhas, rebentos e coroa) e subterrânea
(raízes tuberosas). Houve efeito de tipo de muda isoladamente apenas para massa fresca e diâmetro de coroa. Mudas pré-enraizadas proporcionaram menor perda de plantas durante o ciclo, todavia as plantas remanescentes
foram menos eficientes em produção de biomassa total e na alocação de biomassa para as raízes de reserva, comparadas às plantas sem pré-enraizamento. O método do pré-enraizamento de mudas da batata-baroa deve
ser mais investigado para cada clone e condição edafoclimática.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21206/rbas.v4i2.266

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317