PRODUÇÃO DE MUDAS E CULTIVO A CAMPO DE BETERRABA EM SISTEMA ORGÂNICO DE PRODUÇÃO

Maristela Watthier, Magnólia Aparecida Silva da Silva, Jose Ernani Schwengber, Fabrizia Denise da Fonseca, Andreia Normberg

Resumo


Substrato para produção de mudas, geralmente, é o resultado da mistura de dois ou mais materiais formulados e manipulados para atingir propriedades físicas e químicas desejáveis a fim de se criar um meio onde se desenvolvem as raízes das plantas fora do solo. O objetivo foi avaliar a produção de mudas de beterraba em diferentes substratos a base de húmus de minhoca e de casca de arroz carbonizada em condições de cultivo orgânico. O experimento foi realizado no município de Pelotas/RS/Brasil, no período de março a abril de 2013. Os substratos utilizados foram formuladas em base de volume (v:v): SC - Substrato comercial S-10®; H2 – 0%H + 100% CAC; H3 - 20%H + 80%CAC; H4 - 40%H + 60%CAC; H5 - 60% H + 40%CAC; H6 - 80%H + 20%CAC; H7 - 100%H. As mudas foram produzidas em casa de vegetação, em bandejas de poliestireno expandido de 200 células. Aos 35 dias após a semeadura as mudas foram avaliadas. O substrato H4 foi superior nas características relacionadas à parte aérea das mudas de beterraba (CPA, MFPA, MSPA e AF) e H7 nas do sistema radicular e isso pode ter acontecido devido as características físicas dos substratos, o qual influenciou no crescimento da mudas. O húmus de minhoca puro (H7) e em mistura com casca de arroz carbonizada (H4) podem ser utilizados como substrato para produção de mudas de beterraba em sistemas orgânicos de produção.

Palavras-chave


Beta vulgaris, casca de arroz carbonizada; húmus de minhoca; substrato; produtividade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317