PERDAS PÓS-COLHEITA EM HORTALIÇAS PROVOCADAS POR DANOS NA REDE VAREJISTA DE SANTARÉM-PA

Antonia Mirian Nogueira de Moura Guerra, Ana Cecília Moura Costa, Júlia Batista Azevedo Ferreira, Paula Raniele Freitas Tavares, Thaís Silva Vieira

Resumo


As hortaliças estão sujeitas a diversos tipos de danos após a colheita, ocasionados por condições inadequadas de manuseio e armazenagem, doenças e injúrias mecânicas. O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento de informações sobre as principais causas de perdas pós-colheita em pimentões, batatas e cebolas comercializadas nas feiras e supermercados de Santarém-PA. O trabalho foi conduzido no comércio varejista, nos seguintes locais: Supermercado, Feira da Cohab, Feira do Aeroporto Velho e Mercadão 2000. Os danos nas hortaliças foram avaliados e classificados em: danos fisiológicos, microbiológicos e mecânicos. Em todos os locais avaliados todas as hortaliças apresentaram algum dano, que foi atribuído como responsáveis pelas perdas de forma direta ou indireta. Nas cebolas os principais danos foram: talo grosso, bulbos mal formados, flácidos, descoloridos e brotados. Todos os pimentões avaliados apresentavam formato retangular e cor verde, os principais danos encontrados foram: frutos amassados, apodrecidos, esfolados, queimados e atacados por insetos, feridos, murchos, com rachaduras e mal formados. Tubérculos com cortes superficiais não diferiu entre os diferentes locais, porém destacaram-se as amassaduras, esfoladuras, esverdeamento, má formação e murcha nos tubérculos comercializados nas feiras, enquanto que no supermercado os danos mais presentes foram os cortes profundos e brotados. Estes resultados revelam a necessidade de investimento na estruturação dos mercados varejistas para promoverem a diminuição das indesejáveis perdas e prejuízos financeiros.

Palavras-chave


esverdeamento, murchamento, talo grosso

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21206/rbas.v8i2.486

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317