PERCEPÇÃO AMBIENTAL E AGRICULTURA FAMILIAR: O CASO DA COOPERATIVA “AGROECOLOGIA, TERRA, PAMPA E FRONTEIRA”.

Laura Rosa Alves, Cláudio Becker, Shirley Grazieli da Silva Nascimento, Mariana Rockenbach de Ávila

Resumo


Nas décadas recentes vem ocorrendo um processo de preocupação cada vez maior em relação aos problemas ambientais. Na agricultura, uma atividade diretamente ligada ao manejo e gestão dos recursos naturais, essa inquietação também tem integrado a ordem do dia, sobretudo quando se discute a sustentabilidade. Nesse contexto, a percepção ambiental torna-se importante ferramenta de auxílio na mudança do atual contexto socioambiental, pois representa a tomada de consciência do ser humano pelo ambiente. Os agricultores, que são os gestores dos agroecossistemas, têm um papel central nesse contexto. Assim sendo, o presente trabalho foi desenvolvido em oito unidades agrícolas familiares inseridos no Organismo de Controle Social (OCS) Agroecologia, Terra, Pampa e Fronteira, de Santana do Livramento, RS. O objetivo principal do trabalho foi compreender e verificar a percepção ambiental dos agricultores familiares agroecologistas, a partir da interação e da relação homem/meio ambiente. A metodologia utilizada neste trabalho foi qualitativa, sendo realizadas entrevistas, com aplicação de questionários semiestruturados e observação nas visitas a todos os agricultores integrantes do OCS. Após a análise das entrevistas, pode-se concluir que todos os agricultores entrevistados têm um elevado nível de percepção ambiental. Esta percepção é intrínseca às atividades agroecológicas desenvolvidas em suas unidades produtivas, que por sua vez, expressam uma relação harmoniosa com o ambiente.


Palavras-chave


agricultura familiar; orgânicos; desenvolvimento; sustentabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21206/rbas.v8i3.3038

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317