CARACTERIZAÇÃO DA PECUÁRIA LEITEIRA DO MUNICÍPIO DE MURIAÉ/ MG: UM ESTUDO DOS PRODUTORES FAMILIARES

João Marcos Carvalho Vasconcelos, Marcelo Nivert Schilindwein

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo avaliar a atual situação da atividade, base da produção e nível tecnológico utilizado pelos produtores familiares filiados ao Programa Muriaé Pecuária. O estudo abrange a microrregião do município de Muriaé/MG, os dados foram coletados por meio de visita as propriedades rurais e mediante a aplicação de questionário em entrevista direta com o proprietário ou responsável pela propriedade. O estudo constituiu-se de 129 propriedades visitadas, com 129 entrevistas realizadas com produtores filiados ao Programa Muriaé Pecuária. O questionário abrangeu: característica das propriedades, atividades no núcleo familiar das propriedades, aspecto do rebanho, nutrição animal, técnicas utilizadas pelos produtores e sanidade animal. Os resultados permitiram aferir as seguintes características das propriedades: pequenas propriedades, propriedades próprias, arrendadas e por posse de comodatário, renda principal a produção leiteira, mão de obra de base familiar na maioria das propriedades, atividades não agrícolas fazem parte da dinâmica das propriedades, variação de cinco espécies de gramíneas, raças bovinas europeias, indianas e o cruzamento entre as mesmas. O processo produtivo nas propriedades e voltado para a produção leiteira, como também a aptidão do rebanho, com produção média diária de 113 litros, comercialização em laticínio, cooperativa, feira livre e comercio informal. A nutrição animal computa em catorze manejos alimentares diferentes, possuindo em sua maioria baixo valor nutricional na conversão alimentar em produção de leite. Os animais das propriedades se encontram em programa preventivo de doenças e enfermidades, resultado obtido através da interação veterinária realizada pelo programa, como também o manejo convencional. A atividade pecuária dos produtores familiares de Muriaé se encontra com baixa especialização, sua base produtiva é a produção de leite, seguido por atividades secundarias no incremento da renda, as propriedades se encontram com deficiência tecnológica no emprego da maximização da produção de leite.


Palavras-chave


Atividade. Bovinocultura. Heterogeneidade. Leite. Produtor.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21206/rbas.v8i4.3061

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317