CORRELAÇÃO ENTRE COMPONENTES DE PRODUÇÃO DE SOJA BRS TRACAJÁ E DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTAS NO CERRADO RORAIMA

Oscar Jose Smiderle, Aline das Graças Souza, Vicente Gianluppi, Daniel Gianluppi, Kelly Naiane Andrade Costa, Hananda Hellen da Silva Gomes

Resumo


A produtividade de uma cultura é definida pela interação entre a planta, o ambiente de produção e o manejo. Objetivou-se determinar as correlações entre os componentes da produção com diferentes densidades de plantas da soja BRS Tracajá. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos ao acaso com quatro densidades (8, 10, 12, 14 plantas m-1 linear) e quatro repetições. As parcelas foram constituídas por quatro linhas de cinco metros de comprimento e espaçadas de 0,50 metros. Para avaliação das variáveis propostas coletaram-se as plantas da área útil (duas linhas centrais de 4 m lineares) por parcela. As variáveis avaliadas foram altura da planta, altura de inserção da primeira vagem, diâmetro do caule, número de nós na haste principal, número de vagens total por planta, número médio de grãos por planta, numero de vagens nos últimos 4 nós, número médio de grãos, massa seca de planta, massa seca dos grãos nos últimos 4 nós, massa seca de grãos, total da massa seca de grãos, massa seca da casca nos últimos 4 nós, massa seca da casca, total de massa seca de cascas, índice de colheita aparente, estimativa de produtividade, relação grãos nos últimos 4 nós e total (%), massa de 100 sementes, número total de grãos. Para obter maior produtividade de grãos é indicada a população com 12 plantas m-1 de fileira. A massa de 100 sementes apresenta correlação com coeficiente de 0,8 < r < 1,0 com a massa seca de grão e estimativa de produtividade em diferentes densidades de plantas m-1 linear.


Palavras-chave


Glycine max, grãos, produtividade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21206/rbas.v9i1.3065

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317