PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO E A RELAÇÃO COM A CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA SATURADA

Anderson Takashi Hara, Antônio Carlos Andrade Gonçalves, André Maller, Jhonatan Monteiro de Oliveira, Roberto Rezende

Resumo


A condutividade hidráulica saturada é uma variável que está relacionada com diversas variáveis físico-hídricas do solo e, por sua vez, pode se apresentar como variável indicadora da qualidade física do desenvolvimento do feijoeiro. O trabalho teve como objetivo estudar a estrutura espacial da condutividade hidráulica saturada e a sua relação com a densidade do solo, a produção de grãos de feijão e seus componentes de produção. O experimento foi realizado em uma área de 134 m2, no campus experimental do departamento de agronomia da Universidade Estadual de Maringá, em Maringá-PR. Foi realizado o cultivo do feijoeiro, avaliando-se no final a produção e os seus componentes, em sequência, foram realizadas medidas de condutividade hidráulica saturada e da densidade do solo nas 181 posições de amostragem. Todas as variáveis analisadas, com exceção do número de vagens, apresentaram estrutura de dependência espacial. A densidade do solo e a produção de grãos são correlacionadas espacialmente com a condutividade hidráulica saturada.

Palavras-chave


Amostragem aninhada, geoestatística, semivariograma, semivariograma cruzado.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13083/reveng.v27i5.973

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG

Licença Creative Commons

Revista Engenharia na Agricultura / Engineering in Agriculture | Viçosa, MG, ISSN 2175-6813