Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável https://periodicos.ufv.br/rbas Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável pt-BR <h4>1. Proposta de Política para Periódicos de Acesso Livre</h4><p><br /> Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:</p><p>Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</p> rbas@ufv.br (Rogério de Paula Lana) rbas@ufv.br (Rogério de Paula Lana) Ter, 31 Mar 2020 16:02:49 -0300 OJS 3.1.2.4 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 ADUBAÇÃO NITROGENADA EM COBERTURA EM DIFERENTES ESTÁDIOS FENOLÓGICOS DA CULTURA DO TRIGO https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/6284 <p>A deficiência de nitrogênio (N) em determinado estádio fenológico pode comprometer as variáveis de produção das plantas, sendo de suma importância obter o conhecimento do momento ideal para o fornecimento suplementar deste nutriente a planta. Objetivando detectar a influência do N aplicado em cobertura na cultura do trigo em diferentes estádios fenológicos, foi realizado um experimento na região oeste do Paraná, com a cultivar CD150 e adubação de base de 200 kg ha<sup>-1</sup> da formulação 10-15-15 de NPK. Como fonte de nitrogênio aplicado em cobertura nos diferentes tratamentos, foi utilizado o super N. O delineamento experimental adotado foi o de blocos casualizados com 5 tratamentos e 4 repetições, sendo os diferentes estádios fenológicos; testemunha, início do afilhamento, metade do afilhamento, alongamento do colmo e emborrachamento. Todos os tratamentos foram submetidos a mesma dose de N (120 kg ha<sup>-1</sup>). A aplicação de N em cobertura no estádio de alongamento de colmo proporcionou maior altura e diâmetro de colmo como já era esperado, pois neste período a planta de trigo exerce rápido alongamento dos entrenós do colmo. A aplicação na metade da fase de afilhamento permitiu uma maior diferenciação de espiguetas por espiga, entretanto, esta variável não foi suficiente para influenciar positivamente a produtividade final de grãos. Já as aplicações tardias como no emborrachamento, acarretou em maior qualidade de grão como o PH, pois possivelmente propiciou em maior síntese de substâncias proteicas aumentado o peso por volume, pois o N estava prontamente disponível no início do período de enchimento do grão. Atendendo o objetivo do trabalho, não foi possível detectar o estádio mais adequado para aplicação de N em cobertura para fins de produtividade devido possivelmente a questão hídrica da região. Entretanto, aplicações tardias como no emborrachamento, pode melhorar a qualidade do grão e a remuneração do produtor rural pelo produto entregue.</p> Martios Ecco, Danilo Lulu Bedulli, Alleson Britti Lopes, Alfredo Richart, Pablo Kieling Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/6284 Ter, 31 Mar 2020 15:40:33 -0300 ASPECTOS PRODUTIVOS DO CAPIM MARANDU SUBMETIDO A ADUBAÇÃO FOSFATADA EM NÍVEIS DE SATURAÇÃO POR BASES https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/8710 <p>Um dos principais problemas para a degradação das pastagens brasileiras é a não correção e reposição de nutrientes do solo, uma vez que essas práticas são comuns na agricultura, no entanto negligenciadas em pastagens. Objetivou-se avaliar o desempenho da forrageira Marandu em doses de adubação fosfatada nos diferentes níveis de saturação por bases recomendados para pastagens. O experimento foi conduzido em uma fazenda no município de Gurupi–TO. O delineamento utilizado foi blocos casualizados, em arranjo fatorial 3x5, com quatro repetições. Foram avaliadas plantas em doses de adubação fosfatada (0, 30, 60, 90 e 120 kg/ha de P<sub>2</sub>O<sub>5</sub>) nos níveis de saturação por bases (V%) para pastagens (baixo = 35%, adequado = 45% e alto = 65%). As variáveis analisadas foram altura de plantas, número de perfilhos e massa de forragem. Plantas de capim Marandu apresentaram melhor resposta a adubação fosfatada em maiores níveis de saturação por bases.</p> Hugo Valério Moreira Rodrigues, Rubson Costa Leite, Gilson Araújo de Freitas, Igo Moreira de Oliveira, Saulo Oliveira Lima Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/8710 Ter, 31 Mar 2020 15:51:20 -0300 CRESCIMENTO DE PANICUM MAXIMUM CV. BRS ZURI EM RESPOSTA A RIZOBACTÉRIA E NITROGÊNIO https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/8865 <p>Avaliou-se o crescimento de <em>Panicum maximum </em>cv. BRS Zuri em resposta a <em>Azospirillum brasilense </em>e nitrogênio. O experimento foi realizado em casa de vegetação, no delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 2, com 8 repetições, considerando a ausência e a presença de <em>Azospirillum brasilense </em>&nbsp;inoculado nas sementes e nitrogênio (50 kg ha<sup>-1</sup>) aplicado no solo. Verificou-se interação dupla entre os fatores, sendo que na ausência da adubação nitrogenada, por ocasião da semeadura, <em>Azospirillum brasilense </em>foi eficiente no aumento da altura das plantas. Além disso, a inoculação das sementes com este microrganismo resultou no aumento da massa seca da parte aérea, nitrogênio, potássio, cálcio e magnésio total acumulado na parte aérea <em>Panicum maximum </em>cv. BRS Zuri.</p> Angelita Aparecida Coutinho Picazevicz, Leonardo dos Santos França Shockness, Arnaldo Libório Santos Filho, Izabel Rodrigues do Nascimento, Lariana Diniz Maciel, Lucas Rodrigues da Silva, Gabriel Elias Gil Costa Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/8865 Ter, 31 Mar 2020 15:55:18 -0300 EFEITO DE PREBIÓTICO SOBRE O DESEMPENHO E MORFOMETRIA INTESTINAL DE FRANGOS DE CORTE https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/9229 <p>O experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito aditivo de um prebiótico a base de mananoligossacarídeos e β-glucanos sobre desempenho e morfometria intestinal de frangos de corte. Foram utilizados 180 pintos de corte machos distribuídos em delineamento experimental inteiramente casualizado com três tratamentos, seis repetições e dez aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram em: T1 – dieta controle (DC) sem adição de prebiótico, T2 – DC + 0,1% de prebiótico e T3 – DC + 0,15% de prebiótico. Aos 42 dias de idade, a suplementação de 0,1% de prebiótico na dieta melhorou o peso final, o ganho de peso e a conversão alimentar das aves, bem como promoveu maior relação vilo:cripta, maior largura dos vilos, menor distância entre os vilos e maior área de absorção (<em>P </em>= 0,0016) no duodeno das aves, em comparação as aves que receberam a dieta controle. Conclui-se que a suplementação de 0,1% do prebiótico a base de mananoligossacarídeos e β-glucanos melhora o desempenho e a qualidade intestinal de frangos de corte.</p> Kedima Swyelle Pontes Azevedo, Danilo Teixeira Cavalcante, Paulo Henrique Reis Furtado Campos, Gabriel Cipriano Rocha, Samuel Oliveira Borges, Beatriz Garcia do Vale, João Victor de Souza Miranda, Arele Arlindo Calderano Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/9229 Ter, 31 Mar 2020 15:59:27 -0300 EFEITO DO ROLO COMPACTADOR NA SEMEADURA DE VARIEDADES DE ARROZ EM VÁRZEAS TROPICAIS https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/8473 A utilização do rolo compactador como prática de manejo (rolagem) é comum no Vale do Araguaia antes da semeadura, visando refazer a microporosidade capilar do solo e, consequentemente, a movimentação da água, beneficiando assim o estabelecimento da cultura do arroz. Objetivou-se avaliar características agronômicas e densidade do solo perante operação de compactação superficial do solo (rolagem) na implantação da cultura do arroz em solos de várzea tropical. O experimento foi conduzido em faixas, e em delineamento de blocos casualizados, com 12 tratamentos e 4 repetições, sendo parte constituinte das faixas os tipos de compactação superficial e os cultivares aleatorizados dentro de cada faixa. Os tratamentos estudados em cada cultivar foram: ausência da rolagem; rolagem mediante uma única passada de rolo compactador antes do plantio; rolagem mediante duas passadas de rolo, sendo uma antes e outro logo após plantio; rolagem uma única vez depois do plantio. Verificou-se que a prática da rolagem não resultou em aumento da produtividade de grãos, apesar de ter promovido melhor estabelecimento da cultura, não modifica a densidade do solo e pode afetar negativamente o número de panículas de alguns cultivares. RODRIGO RIBEIRO FIDELIS, Elisângela Kischel, Eduardo Lopes Cancellier, Taynar Coelho de Oliveira Tavares, Marilia Barcelos Souza Lopes, Kleycianne Ribeiro Marques Copyright (c) 2020 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.ufv.br/rbas/article/view/8473 Ter, 31 Mar 2020 15:43:31 -0300