ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA COM PRECISÃO

José Eduardo Pitelli Turco

Resumo


Uma forma de verificar a eficiência de métodos de estimativa da evapotranspiração de referência (ET0) é realizar comparativo com a equação de Penman-Monteith FAO-56, recomendado pela FAO. Com este trabalho, o objetivo foi o de avaliar a equação de Hargreaves, comparando-a com a equação de Penman-Monteith FAO-56, a fim de verificar a possibilidade de estimar-se a evapotranspiração de referência para as condições climáticas do município de Jaboticabal-SP, bem como fazer a calibração local dessa equação. Para esse fim, foram utilizados dados do período de 01/01/2009 a 31/12/2015 de uma estação meteorológica automatizada instalada na área experimental do Departamento de Engenharia Rural da FCAV/UNESP, Campus de Jaboticabal-SP. A análise dos resultados com precisão foi realizada aplicando técnicas que verificam a integridade dos dados meteorológicos e utilizando metodologias de análise dos dados médios e desvios padrões da ET0. Foi realizada a calibração local da equação de Hargreaves por meio do ajuste do parâmetro empírico HE da equação. A integridade dos dados da estação meteorológica foi aceitável. Conclui-se que a equação de Hargreaves é uma opção para estimar os valores de ET0 em clima do tipo subtropical, em locais em que a disponibilidade de dados climáticos é limitada.


Palavras-chave


Hargreaves; Penman-Monteith FAO-56; evapotranspiração de referência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13083/reveng.v27i2.876

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 ENGENHARIA NA AGRICULTURA / Engineering in Agriculture

Licença Creative Commons

Revista Engenharia na Agricultura / Engineering in Agriculture | Viçosa, MG, ISSN 2175-6813