Sobre a Revista

Foco e Escopo

 

Revista Brasileira de Futebol (ISSN 1983-7194) é órgão oficial do Departamento de Educação Física da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e representa um veículo de divulgação da produção científica específica do Futebol, para pesquisadores de todo o mundo.

 

A RBF foi lançada em 2008 com periodicidade semestral, sendo publicada de forma assídua e ininterrupta desde então. Atualmente está classificada pelo Qualis (CAPES) no quadriênio 2017 - 2020 como B2   na área de Educação Física.

 

Missão

Sua missão é divulgar informações científicas para a comunidade acadêmica nacional e mundial, bem como para profissionais e/ou estudantes que pretendam aprimorar o conhecimento técnico-científico nesta modalidade.

 

A citação de seu título é Revista Brasileira de Futebol, que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé, referências e legendas bibliográficas. A citação abreviada da revista é Rev. Bras. Futebol.

 

Direitos autorais
O(s) Autor (es), na qualidade de titular (es) do direito de autor do artigo submetido à publicação, de acordo com a Lei nº. 9610/98, concorda(m) em ceder os direitos de publicação à Revista Brasileira de Futebol e autoriza(m) que o mesmo seja divulgado gratuitamente, sem ressarcimento dos direitos autorais, por meio do Portal de Revistas Eletrônicas da UFV, para fins de leitura, impressão e/ou download pela Internet, a partir da data da aceitação do artigo pelo Conselho Editorial da Revista.

 

Políticas de Seção

Editoriais

Todos os Editoriais da Revista Brasileira de Futebol  são feitos através de convite. Não serão aceitos editoriais enviados espontaneamente.

Artigos Originais
A Revista Brasileira de Futebol aceita todos os tipos de pesquisa original que tenham como temática central o Futebol nos mais variados campos do saber. Nesta seção, admite-se um número máximo de 25 laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos de Revisão

As revisões devem apresentar uma característica não somente de reprodução de conhecimentos de outros autores, mas incluir críticas, proposições e sugestões de ação comportamental científica no meio profissional. Os Editores poderão fazer convites especiais para confecção de artigos de revisão. Contudo, serão aceitos trabalhos de autores ou grupos já constituídos com tradição de pesquisa no tema submetido à revista, sendo para isso consultado pelo sistema Lattes (CNPq), Pubmed ou Scielo . Trabalhos de revisão cujo autor principal não tenha vasto currículo acadêmico ou de publicações não serão aceitos. No entatanto, revisões submetidas espontaneamente poderão ser reclassificadas como “Atualizações”. Nesta seção, admite-se um número máximo de 25 laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ponto de Vista

O autor deve manifestar sua opinião, embasada em sua experiência profissional, sobre aspectos particulares de determinado assunto. Nesta seção, admite-se um número máximo de três laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos de Atualização

Este espaço de informação é voltado para apresentação de propostas de trabalho nas mais diversas áreas do conhecimento relacionadas ao futebol e à utilização de novas tecnologias. Por exemplo: proposta de periodização de equipes futebol júnior ou intervenção dietética em dia de jogos. Esta seção busca focar temas de interesse profissional, porém com potencial de impacto mais restrito. Nesta seção, admite-se um número máximo de 10 laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relatos de Caso

Situações originais observadas relacionadas com a prática profissional, ou mesmo casos excepcionais que mereçam um enfoque mais minucioso por parte de profissionais que atuam no futebol. São exemplos: parada cardíaca em um jogador da categoria infantil durante o treinamento: fatores desencadeantes; e o impacto do futebol como elemento de progressão social em um jogador. Nesta seção, admite-se um número máximo de três laudas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Cartas ao Editor

Correspondências de conteúdo científico relacionado a artigos publicados na Revista Brasileira de Futebol nos dois números anteriores serão avaliadas para publicação. Os autores do artigo original citado serão convidados a responder. Nesta seção, admite-se um número máximo de duas laudas.

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resumo de Dissertação e Tese

Divulgar o resumo de dissertações, teses e monografias defendidas recentemente (últimos dois anos), contendo: título (português e inglês), autor, orientador, instituição, programa, área e ano de defesa. Nesta seção, admite-se um número máximo de uma lauda.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevista

Essa seção visa a dar visibilidade a organismos, associações, entidades que desenvolvem trabalhos relacionados ao Futebol, realizado pelo Editor chefe da Revista Brasileira de Futebol.

Máximo de quatro laudas.

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Todos os trabalhos enviados à Revista Brasileira de Futebol  serão submetidos à avaliação inicial pelo editor chefe e/ou editor associado para verificar se o tema central do estudo se adequada ou não ao foco central da revista. Porteriormente, farão uma checagem geral de aspectos de formatação se atendem os critérios de formatação, podendo ser o artigo recusado, solicitado alterações de formato, ou caso aceito ser encaminhada para avaliação de seu conteúdo para o conselho editorial.  

 

A segunda etapa compreende a avalliação do conteúdo do artigo por parte de dois   membros do Conselho Editorial, que terão como critérios iniciais de aceitação as normas de publicação e seu mérito científico.

Os membros que compõem o Conselho Editorial são pesquisadores com publicação regular em revistas indexadas com alta qualificação, ou profissionais com ampla experiência no meio futebolístico. Os revisores farão comentários gerais sobre o trabalho e decidirão se ele deve ser publicado, corrigido segundo as recomendações ou rejeitado. Os Editores, de posse desses dados, tomarão a decisão final. Em caso de discrepâncias entre os revisores, poderá ser solicitada uma nova opinião, para melhor julgamento.

Quando forem sugeridas modificações, estas serão encaminhadas novamente para a revista, que em seguida as repassará aos revisores, para que verifiquem se as exigências foram satisfeitas. Em casos excepcionais, quando o assunto do manuscrito assim o exigir, o Editor poderá solicitar a colaboração de um profissional que não faça parte do Conselho Editorial.

Após o aceite por parte do Conselho Editorial, o artigo deverá passar por uma revisão ortográfica feita ppor um profissional de Letras. Superada essa etapa o artigo deverá ser formatado conforme o "template" da  revista que será disponibiliado no site

Visando agilizar o processo de submissão, avaliação e publicação dos materiais remetidos à revista, ter-se-á o seguinte calendário:

a) 30 dias para avaliação por parte do Conselho;

b) 30 dias para as possíveis correções;

c) 20 dias para nova avaliação do Conselho;

d) 15 dias para novos ajustes sugeridos pelo Conselho;

e) 15 dias para revisão ortográfica;

f) 15 dias para edição no template final;

A partir de 2024 a RBF adotará o sistema de publicação no formato de fluxo contínuo até um total de 10 artigos por número. Assim, estando o artigo totalmente finalizado no prazo máximo de 15 dias será disponibilizado no site oficial da RBF.  

 

A não-observância dos prazos por parte dos autores implicará a retirada do manuscrito do processo de revisão, com suspensão de 1 ano para novas submissões.

Todos os procedimentos serão comunicados por e-mail. Os Editores não discutirão as decisões por telefone, nem pessoalmente. Todas as réplicas deverão ser submetidas por escrito à revista. Tanto os revisores como os autores não terão conhecimento das partes envolvidas, garantindo assim uma avaliação “duplo-cego”.

Os trabalhos reprovados, mas com possibilidade de reformulação, poderão retornar como novo trabalho, iniciando outro processo de julgamento.

 

Periodicidade

Trimestral

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Taxas de publicação, correção gramatical e tradução

Para fins de melhora na indexaçao da Revista Brasileira de Futebol, a partir do ano de 2024, a mesma passa a cobrar uma taxa de publicação de R$ 50,00 (ou 10 dólares/euros para autores estrangeiros) para cada artigo aceito, para o artigo ter o registro do DOI

Caberá aos autores também, arcar com os custos de revisão gramatical e de tradução para a língua inglesa (no caso de artigos enviados em outro idioma). Essas taxas seão combinadas pelo editor chefe, diretamente como os autores do artigo aceito.

 

Corpo Editorial Nacional

Ailton Fernando Santana de Oliveira

Núcleo do Programa Academia & Futebol da UFS

1.       Alcides Scaglia

2.       Universidade Estadual de Campinas

3.       Alex Andrade Fernandes

4.       Instituto Federal

5.       Alexandre Jackson Chan-Vianna

6.       Universidade de Brasília

7.       Alexandre Luiz Gonçalves de Rezende 

8.       Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília / UnB.

9.       Alisson Gomes da Silva

10.    Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), Brasil

Altamiro Bottino

Cuiabá Esporte Clube

11.    Ana Paula Muniz Guttierres, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba, Brasil

Anselmo José Perez

Centro de Educação Física e Desportos - Universidade Federal do Espírito Santo

12.    Antônio Carlos Gomes

13.    CBF Academy

14.    Ben Hur Soares

15.    Universidade de Passo Fundo

16.    Ciro José de Brito

17.    Universidade Federal de Juiz de Fora Campus GV

Claudia Eliza Patrocínio de Oliveira

Universidade Federal de Viçosa

18.    Daniel Barbosa Coelho,

19.    Centro Desportivo - Universidade Federal de Ouro Preto

20.    Danielli Mello

21.    Escola de Educação Física do Exército

22.    Elto Legnani

23.    Instituto Federal do Paraná

24.    Emerson Filippine Coelho

25.    Universidade Federal de  Juiz de Fora

26.    Estélio Henrique Martin Dantas

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO

Universidade Tiradentes – UNIT.

CBF Academy

27.    Felippe da Silva Leite Cardoso

28.    Universidade Federal de Juiz de Fora

29.    Francisco Zacaron Werneck

30.    Universidade Federal de  Juiz de Fora

31.    Franco Noce

32.    Universidade Federal de Minas Gerais

33.    Guilherme Figueiredo Machado

34.    Federação Paulista de Futebol

35.    Guilherme Pussieldi

36.    Universidade Federal de Viçosa

Hamilton Henrique Teixeira Reis,

Marinha do Brasil, Brasil

37.    Israel Teoldo da Costa,

38.    Universidade Federal de Viçosa - CBF Academy

39.    João Cláudio Braga Pereira Machado

40.    Universidade Federal do Amazonas 

41.    José Geraldo do Carmo Salles

42.    Universidade Federal de Viçosa

Leandro Rechenchosky

Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Lucas Leonardo 

Universidade Federal do Amazonas 

Maicon Rodrigues Albuquerque

Universidade Federal de Minas Gerais

43.    Marcelo de Oliveira Matta

44.    Faculdade de Educação Física e Desportos - Universidade Federal de Juiz de Fora

Marcio Assis

Maria Regina Ferreira Brandão

Universidade São Judas Tadeu - CBF Academy

Mariana Cazal

Universidade Federal de  Juiz de Fora Campus GV

45.    Mariana Calábria Lopes

46.    Universidade Federal de Viçosa

47.    Matheus Santos Cerqueira

48.    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba, Brasil

49.    Maurício Gattás Bara Filho

50.    Faculdade de Educação Física e Desportos - Universidade Federal de Juiz de Fora

Michael Douglas Celestino Bispo

Oswaldo Costa Moreira

Universidade Federal de Viçosa

Paulo Lanes Lobato

Universidade Federal de Viçosa

Paulo Roberto dos Santos Amorim

Universidade Federal de Viçosa

Próspero Brum Paoli

CBF Academy

Robelius De-Bortoli

Universidade Federal de Sergipe

Rudy José Nodari Júnior

Salus Tecnologia em Individualidade Biológica

Siomara A. Silva

Universidade Federal de Ouro Preto

Varley Teoldo da Costa

Universidade Federal de Minas Gerais

Valmor Ramos

Universidade do Estado de Santa Catarina

Vanessa Menezes Menegassi

Universidade Estadual de Maringá (UEM)

 Corpo Editorial Internacional

Jorge Flández Valderrama

Universidad Austral de Chile

Rodrigo Villaseca Vicuña

Club Universidad de Chile (UCH)

 

USA

Bob Wood

Boise State University

MÉXICO

Pedro Erick Gastelum Acosta

Universidad Autónoma de Sinaloa

ESPAÑA

Abraham García Aliaga

Universidad Politécnica De Madrid

Real Federación De Fútbol De Madrid

Alfonso Castillo Rodriguez

Universidad de Málaga

 José Carlos Barbero Alvarez

Universidad de Granada

Manuel Sillero Quintana

Universidad Politécnica de Madrid

PORTUGAL

Filipe Luis Martins Casanova

Universidade Lusófona