Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

 

Revista Brasileira de Futebol (The Brazilian Journal of Soccer Scienceadota as Normas de Vancouver – Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journal Editor s – “Vancouver Group”, atualizadas em outubro de 2023.

Acesso ao guia prático:

chrome-extension://efaidnbmnnnibpcajpcglclefindmkaj/https://usp.br/sddarquivos/arquivos/vancouver.pdf

· IDIOMAS

Os manuscritos devem ser redigidos em português, inglês ou espanhol. O resumo deverá obrigatoriamente ser apresentado em português e inglês. Visando ampliar a base de divulgação dos artigos no exterior, recomendamos os autores que, após a aprovação do manuscrito, ele seja traduzido para o inglês.

 

· ESTRUTURA DO TEXTO

O conteúdo máximo de laudas é dependente da seção para o qual será encaminhado o manuscrito, como já especificado anteriormente. Observe atentamente os pontos-chave da forma de apresentação:

•  O texto deve ser editado em Word for Windows ® .

•  Padrão da folha: A4 (210 x 297 mm).

•  Margens: superior e inferior (2,5 cm), sendo esquerda e direita (3,0 cm).

•  Espaçamento entre as linhas: 1,5.

•  Fonte: Colibri 11.

•  Numerar todas as páginas na borda superior direita em algarismo arábico.

•  Figuras, fotos, tabelas e ilustrações devem vir inseridas no próprio texto.

As figuras devem ter extensão JPEG e resolução mínima de 300 dpi, devendo ser planejadas preferencialmente para apresentação na cor preta ou nas tonalidades de cinza. Ótimas dimensões para publicação são:

•  8 cm (base) - 5 cm (altura)

•  9 cm (base) - 10 cm (altura)

•  15 cm (base) - 10 cm (altura)

•  15 cm (base) - 23 cm (alto): 1 página.

Os títulos das figuras deverão ser colocados sob estas, e os títulos das tabelas e quadros, sobre estes, justificado de acordo com o tamanho da base escolhida. As numerações em algarismo arábico devem seguir a ordem de aparecimento no texto. Exemplo:

 

Tabela 1 . Perfil antropométrico da categoria juvenil no período preparatório da temporada de 2023.

Indicar os marcadores de rodapé na seguinte ordem: *, †, ‡, §, //, #, **, †† etc. O número total de figuras e tabelas no texto não deve exceder a 8 (oito).

Todo o conteúdo interno das figuras, tabelas e quadros, assim como os títulos e as notas de rodapé, devem ser formatados em fonte Colibri 9.


Página de Título

Enviada em arquivo separado, deve conter o que se segue:

a) Título completo do trabalho de maneira concisa e descritiva, em português e inglês, assim como um título resumido (inferior a 50 caracteres, incluindo espaços), para ser utilizado no cabeçalho das demais páginas do manuscrito.

Exemplo:

Bases fisiológicas da aplicação da termografia para o controle de carga no futebol: uma breve revisão

b) Nome completo dos autores, de suas afiliações institucionais e o da(s) instituição(ões) onde o trabalho foi elaborado. Incluir endereço eletrônico com o número do ORCID de cada autor bem como seu e-mail de contato.

Exemplo:

Prof. Dr. João Carlos Bouzas Marins

Departamento de Educação Física - Universidade Federal de Viçosa - Brasil

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0727-3450

e-mail: jcbouzas@ufv.br

 

c) Nome e endereço completo do autor correspondente, incluindo telefone (celular e fixo),  e-mail, assim como endereço para pedidos de cópias, caso diferente do mencionado.

d) Fontes de financiamento do estudo e o número de processo, quando houver.

e) Agradecimentos.

Resumo e Abstract

Os termos Resumo e Abstract devem ser centralizados e digitados em “caixa alta”, com fonte Colibri 11 e destaques em negrito. O resumo e o abstract (com os respectivos termos correspondentes) devem ser estruturados em seções e todos alinhados à esquerda, obedecendo à seguinte ordem:

Introdução: 

Objetivos:

Amostra:

Métodos: (breve descrição da metodologia empregada)

Resultados: (apenas os principais e mais significativos)

Conclusões:

 

O resumo e abstract devem ter no máximo 250 palavras. Incluir de três a cinco descritores (palavras-chave), assim como a respectiva tradução para os Key-words. Os descritores devem ser consultados nos sites: http://decs.bvs.br/ , que contém termos em português, espanhol e inglês, ou www.nlm.nih.gov/mesh , para termos somente em inglês.

 

Texto

Deve ser dividido em Introdução Objetivos Métodos Resultados Discussão Conclusão . Esses termos devem ser alinhados à esquerda e digitados em caixa alta na fonte Colibri 11 e com destaques em negrito. As referências devem ser citadas numericamente em arábico, por ordem de inclusão no texto, formatado sobrescrito. Se forem citadas mais de duas referências em seqüência, apenas a primeira e a última devem ser digitadas, sendo separadas por um traço (Exemplo: [3-7] ). Em caso de citação alternada, todas as referências devem ser digitadas, separadas por vírgula (Exemplo: [1, 8, 34] ). As abreviações de termos, símbolos ou siglas devem ser definidas na primeira aparição no texto.

Introdução: fazer uma descrição dos fundamentos e do problema central do estudo, justificando com base na literatura. Deve apresentar de forma clara a justificativa do estudo, além da originalidade do trabalho.  

Objetivos: devem estar claramente descritos e diretamente relacionados com as conclusões do estudo .

Métodos: descrever detalhadamente como foram selecionados os sujeitos da pesquisa observacional ou experimental (incluindo o grupo controle, quando houver), incluindo idade e sexo. A definição de raças só deve ser utilizada quando for possível de ser feita com clareza e quando for relevante para o tema explorado. Identificar os equipamentos e reagentes utilizados (incluindo nome do fabricante, modelo e país de fabricação) e dar detalhes dos procedimentos e técnicas utilizados de modo a permitir que outros investigadores possam reproduzir o estudo. Justificar o emprego dos seus métodos e avalie possíveis limitações. Caso sejam utilizados drogas e fármacos, doses e vias de administração, eles deverão ser descritos. Descrever o protocolo utilizado (intervenções, desfechos, métodos de alocação, mascaramento e análise estatística).

Resultados: sempre que possível, subdivididos em itens para maior clareza de exposição e apoiados em número não excessivo de gráficos, tabelas, quadros e figuras. Orienta-se evitar superposição dos dados como texto e tabela.

Discussão: deve estar relacionada diretamente ao tema à luz da literatura, salientando os aspectos novos e importantes do estudo, suas limitações, recomendações e implicações práticas profissionais e sugestões.

Conclusão: deve responder de forma clara os objetivos propostos no estudo.

 

Referências

De acordo com as Normas de Vancouver, as referências devem ser numeradas seqüencialmente, conforme inclusão no texto. Comunicações pessoais e dados não publicados não devem ser incluídos na lista de referências, mas apenas mencionados no texto e em nota de rodapé, na página em que é mencionado. Citar todos os autores da obra se forem menos de seis, ou apenas os seis primeiros seguidos da expressão latina et al., se forem mais de seis. As abreviações das revistas devem estar em conformidade com o Index Medicus/Medline – na publicação List of Journals Indexed in Index Medicus ou através dos sites http://www.nlm.nih.gov/pubs/libprog.html http://locatorplus.gov . Só serão aceitas citações de revistas indexadas com registro de ISSN, ou, em caso de livros, que possuam registro no ISBN (International Standard Book Number).

Resumos publicados nos anais de congressos (abstracts) serão aceitos somente até três anos após a apresentação.

O número máximo de referências será de 50 (cinqüenta), tanto para os artigos originais como os de revisão. Já para as demais seções o limite máximo será de 20 (vinte) referências.

 

EXEMPLOS DE REFERÊNCIAS

 

- Artigos de Revistas

1. Marins JC, Fernandes AA, Cano SP, Moreira DG, da Silva FS, Costa CM, Fernandez-Cuevas I, Sillero-Quintana M. Thermal body patterns for healthy Brazilian adults (male and female). J Therm Biol. 2014 May;42:1-8. doi: 10.1016/j.jtherbio.2014.02.020.

 

- Instituição/Entidade como Autor

2. American Dietetic Association, American College Sports Medicine, Dietitians of Canada. Joint Position Statement. Nutrition and Athletic Performance. Med Sci Sports Exerc. 2000;32(12): 2130-45.

- Artigos e Resumos em Anais

3. Freitas GM, Xavier DR, Silva AJD, Marins JCB. Comparação da freqüência cardíaca máxima (FCM) calculada por 21 equações e FCM obtida em exercício de corrida em homens e mulheres. In: Fórum Brasileiro de Educação Física e Ciência do Esporte. V Simpósio Mineiro de Ciências do Esporte; 2002 Sep 05-08. Viçosa, 2002. Rev Min Educ Fís. 2003;11(1):149-58.

4. Reis HHT, Silva AG, Bandeira FC, Menezes C, Marins JCB. Capacidade de marcadores psicofisiológicos e de desempenho de identificar fadiga residual após jogo simulado de futebol em jovens jogadores. In: XVIII Simpósio Internacional de Atividades Físicas e VI Fórum Científico da EsEFEx. Rio de Janeiro [Resumo]. Rev Educ Física. 2019;88(Supl.1): S32-32.

 

- Livro utilizado no todo:

5. Marins JCM, Cazal MM. Nutrição & suplementação para o ganho de desempenho físico e esportivo. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Rubio, 2023.

- Capítulo de Livro

6. Marins JCB. Demandas físicas del fútbol: valor de la posición en el campo de juego. In: Dias RY, Matsudo SM. (eds.). Medicina y ciencias aplicadas al fútbol. 1ed. Santiago: Editorial Iku limitada; 2022; 35-41.

- Tese e Dissertação

7. Villar R. Efeitos do treinamento de futebol, idade cronológica e idade biológica sobre a composição corporal, limiar anaeróbio, potência aeróbia e capacidade anaeróbia em indivíduos de 9 a 15 anos do sexo masculino [Dissertação de Mestrado - Instituto de Biociências]. Rio Claro (SP): Universidade Estadual de São Paulo; 2000.

 

- Periódicos On-line

8. Dias FAM, Silva AG da, Marins JCB. Perfil térmico dos membros inferiores de futebolistas: uma comparação entre jovens atletas e profissionais. Rev Bras Educ Fís Esporte [Internet]. 17º de julho de 2023 [citado 16º de maio de 2024];37:e37189306. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/189306

Fluxo de tramitação

1) Avaliação inicial por parte do editor chefe e/ou associado da adequação do contaúdo com a temática central da revista que trata de futebol, e aspectos gerais de formatação.

2) Sendo aprovado na etapa anterior, encaminhamento para dois membros do conselho editorial, para avaliação do conteúdo.

3) Sendo aprovado na etapa anterior, correção ortográfica.

4) Sendo realizada a etapa anterior, formatação no "template" da RBF.

5) Disponibilização no site da RBF o artigo finalizado.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.