Atuação da sociedade no Conselho Nacional de Turismo: demandas e rede de relacionamentos.

Joana Luiza Oliveira Alencar, Edgar Reyes Junior

Resumo


Para lidar com a complexidade das políticas, a gestão pública tem passado por experiências de interação com os mais diversos segmentos da sociedade organizada. O objetivo deste artigo é analisar o conteúdo da atuação da sociedade junto às políticas públicas de turismo no espaço do Conselho Nacional de Turismo e a rede que se forma a partir desse conteúdo. Realizou-se análise documental, cujas fontes foram 46 atas de reunião ordinária do CNTUR, de 2003 a 2015. A leitura de cada ata identificou: demandas apresentadas, o conselheiro que propõe cada uma e os conselheiros que comentam. A partir das proposições e reações elabora-se a rede de relações do conselho, identificando a localização de cada ator, centrais e periféricos. Assim, podemos visualizar que muitos dos atores presentes no conselho nunca se manifestaram e poucos são responsáveis pela maioria das proposições, especialmente o Ministério do Turismo e o indicado da presidência da república.

Palavras-chave


Conselhos, Redes sociais, políticas públicas, turismo

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v10i3.1559

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Administração Pública e Gestão Social



Licença Creative Commons Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons | Qualis/Capes - B1 | e-Issn: 2175-5787 | Editora: Universidade Federal de Viçosa

Universidade Federal de Viçosa Av. Peter Henry Rolfs s/n – Campus Universitário Cep: 36570 000 – Viçosa/MG Fone: (31) 3899-2886 | apgs@ufv.br