Retrato da inadimplência dos beneficiários da Faixa 1 do “Minha Casa, Minha Vida”: análise da associação da inadimplência com variáveis socioeconômicas e de gerenciamento financeiro

  • Luana dos Santos Fraga Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Kelmara Mendes Vieira Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

O estudo tem como objetivo verificar as razões do alto nível da inadimplência na Faixa 1 do Programa Minha Casa Minha Vida, fazer um retrato dos inadimplentes e analisar a associação entre a inadimplência e variáveis socioeconômicas e de gerenciamento financeiro. Para tanto foram realizadas entrevistas com 155 beneficiários e utilizada estatística descritiva e testes de hipóteses de associação entre variáveis. Verificou-se que os principais motivos da inadimplência são o uso do dinheiro em despesas inesperadas e atraso do boleto. Indivíduos solteiros, com até 41 anos, com dependentes, com dívidas em atraso, que gastam mais do que ganham, que não conseguem pagar todas as despesas e com o nome ligado ao cadastro negativo apresentaram maior associação com a inadimplência no Programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana dos Santos Fraga, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Economia do Desenvolvimento da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Kelmara Mendes Vieira, Universidade Federal de Santa Maria
Professora Associada do Departamento de Administração da Universidade Federal de Santa Maria. Bolsista de Produtividade em Pesquisa-Nível 2 do CNPQ.
Publicado
2019-07-01
Como Citar
Fraga, L. dos S., & Vieira, K. M. (2019). Retrato da inadimplência dos beneficiários da Faixa 1 do “Minha Casa, Minha Vida”: análise da associação da inadimplência com variáveis socioeconômicas e de gerenciamento financeiro. Administração Pública E Gestão Social, 11(3), 1-24. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/apgs/article/view/5400
Seção
Artigos