Avaliação do Controle Interno e Tamanho dos Órgãos sob Jurisdição do Tribunal de Contas do Ceará (TCE/CE)

Autores

  • Glinton José Bezerra de Carvalho Ferreira Universidade Federal do Ceará
  • José Glauber Cavalcante dos Santos
  • Alessandra Carvalho de Vasconcelos Universidade Federal do Ceará - UFC

DOI:

https://doi.org/10.21118/apgs.v13i2.9533

Resumo

O trabalho analisa a relação entre a avaliação do controle interno e o tamanho dos órgãos jurisdicionados do Tribunal de Contas do Ceará (TCE/CE). O estudo analisa 57 entidades e utiliza dados de 2016. A avaliação do controle interno foi feita por meio dos formulários que constam na Instrução Normativa TCE/CE nº 03/2015, baseada no framework do COSO. A variável contingencial tamanho dos órgãos foi mensurada através do orçamento e despesa empenhada e do número de funcionários totais e ativos. A Análise Fatorial extraiu 6 componentes do controle interno, diferente do que estabelece a norma. Esses fatores explicam aproximadamente 70% da variância do controle interno dos órgãos, sendo o fator “Atuação e responsabilidades da alta gestão” o mais relevante. Há relação, em diferentes níveis da interação, entre controle interno e tamanho organizacional, não convergindo integralmente aos pressupostos da teoria contingencial, instigando a realização novos estudos na administração pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glinton José Bezerra de Carvalho Ferreira, Universidade Federal do Ceará

Mestre em Administração e Controladoria pela UFC

José Glauber Cavalcante dos Santos

Mestre em Administração e Controladoria pela UFC

Downloads

Publicado

2021-04-01

Como Citar

José Bezerra de Carvalho Ferreira, G., Cavalcante dos Santos, J. G., & Vasconcelos, A. C. de. (2021). Avaliação do Controle Interno e Tamanho dos Órgãos sob Jurisdição do Tribunal de Contas do Ceará (TCE/CE). Administração Pública E Gestão Social, 13(2). https://doi.org/10.21118/apgs.v13i2.9533

Edição

Seção

Artigos