As variáveis para uma gestão de contratos eficiente: o caso de uma empresa pública federal

  • Wanderson Fernandes Modesto de Oliveira Universidade Potiguar
  • Rodrigo José Guerra Leone Universidade Potiguar
  • Lieda Amaral de Souza Universidade Potiguar

Resumo

is work aims to identify variables related to an efficient contract management leading a public company to reduce costs and
to improve the quality of the services that are provided by contractors. An exploratory and qualitative researchwas made, in
which the notes were collected by in-depth interviews with five regional contract managers from the public company that is
the object of the study. ese interviews were treated by content analysis, using the NVivo11 soware. e results showed the
existence of nine specific activity variables not yet referenced in literature, being the main ones the control of the duration of
contracts, the compliance with the time limit for handling the process of preparation of addenda and the control of the regularity
of the documentation of the process for issuance of an additive term. It is concluded that the contract management of Public
Administration may lead to cost reduction with the hiring and with the execution of the contract with the contractor and also to
the improvement of the quality of service that is provided, through these three new variables.
Keywords: Public management, Contract management, Cost reduction, Quality of services, Contracted companies.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wanderson Fernandes Modesto de Oliveira, Universidade Potiguar

Mestre em Administração- Unp (2016)
MBA em Gestão Estratégica de Negócios - UNI/RN (2013)
Graduação em Administração - UFRN (1995)
Administrador - CRA/RN - 1674

Rodrigo José Guerra Leone, Universidade Potiguar
Doutor em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pesquisas em: métodos quantitativos, tomada de decisão, finanças empresariais, finanças comportamentais, planejamento financeiro pessoal, programação matemática e gestão de custos.
Lieda Amaral de Souza, Universidade Potiguar
Graduada em Ciências Contábeis (UFRN), Mestrado em Engenharia da Produção (UFRN), Doutorado em Tecnologia e Sistemas de Informações (Uminho -a convalidar). Pesquisadora nas áreas de Finanças, Empreendedorismo e Inovação.

Referências

Adil, D., Al Ghaswyneh, O. F. M., & Albkour, A. M. (2013). SERVQUAL and SERVPERF: A review of measures in services marketing research. Global Journal of Management and Business Research, 13(6).

Andrade, F. A. (2010). Eficiência na gestão dos contratos administrativos. Jus Navigandi, 15(2572).

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. ed. rev. e ampl. Lisboa: Edições 70.

Brasil. (2014). Constituição da República Federativa do Brasil. 49. ed. São Paulo: Saraiva.

_____. (1993). Lei Federal nº 8.666/93. Brasília: Diário Oficial da União.

Camargos, N., & Moreira, M. (2015). Compras para a Inovação no Ministério da Saúde – no Discurso, Sim; na Licitação, Não. Contabilidade, Gestão e Governança, 18(3), 126-141.

Chaves, E. (2016). Alteração de contratos administrativos: Estudo sobre vícios nos aditamentos aos contratos administrativos. Revista Controle (Online), 11(1), 211-233.

Ching, H. Y., Silveira, H. F. R. D., & Freire, F. D. S. (2011). Gestão de custos na administração pública: Estudo de casos do governo da Bahia e do Banco Central do Brasil. Revista de Economia e Administração, 10(2), 262-284.

Cintra, R. F., Vieira, S. F. A., Junior, D. C. B., Fernandes, C. R., & Baggio, D. K. (2012). Impacto da implantação de um sistema de informação gerencial na gestão de contratos públicos: O caso do hospital universitário de Dourados/MS. Revista de Administração da Unimep-Unimep Business Journal-B2, 10(2), 28-53.

Faria, E. R., Ferreira, M. A. M., dos Santos, L. M., & Ramos Silveira, S. F. (2010). Fatores determinantes na variação dos preços dos produtos contratados por pregão eletrônico. Revista de Administração Pública, 44(6), 1405-28.

Faria, E. R., Ferreira, M. A. M, & Gonçalves, M. A. (2013). Avaliação dos riscos do pregão eletrônico: Uma abordagem pela Teoria da Nova Economia Institucional. Revista de Ciências da Administração, 1(1), 211-227.

Ferreira, M., Medina, S., & Reis, A. (2014). Pregão eletrônico e eficiência nos gastos públicos municipais. Administração Pública e Gestão Social, 6(2), 74-81.

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed.

Franco, J. M., Colpo, K. D., Sudati, L. U., & Lacerda, R. A. B. (2011). Análise das práticas organizacionais para um Sistema de Gerenciamento Ambiental (SGA) estudo de caso na ECT–agência de Santiago-RS. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, 15(2), 63-74.
Freitas, A. L. P. (2005). A qualidade em serviços no contexto da competitividade. Revista Produção Online, 5(1), 1-24.

Freitas, M. D., & Maldonado, J. M. S. D. V. (2013). The electronic trading sessions and hiring of continuous services. Revista de Administração Pública, 47(5), 1265-1281.
Gaskell, G. (2014). Entrevistas individuais e grupais. In. Bauer, Martin W.; Gaskell, G. (Orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 12. ed. Petrópolis: Vozes.

Gouvêa, M. A., Pinto, R. L., & Oliveira, B. (2015). Avaliação da qualidade de serviços terceirizados de intervenção em mobiliário e no layout em uma organização pública. Revista de Administração da UFSM, 8(1), 103-124.

Henriksen, H. Z., Mahnke, V., & Hansen, J. M. (2004, January). Public e-procurement adoption: Economic and political rationality. In System Sciences, 2004. Proceedings of the 37th Annual Hawaii International Conference on (pp. 9-pp). IEEE.

Holanda, V. B., & Machado, N. (2010). Diretrizes e modelo conceitual de custos para o setor público a partir da experiência no governo federal do Brasil. Revista de Administração Pública, 44(4), 791-820.

Inamine, R., Erdmann, R. H., & Marchi, J. J. (2012). Análise do sistema eletrônico de compras do governo federal brasileiro sob a perspectiva da criação de valor público. Revista de Administração, 47(1), 124-139.

Krammes, A. G. (2013). Gerenciamento do escopo em projetos originados por meio de licitação. Revista de Gestão e Projetos, 4(3), 30.

Machado, N., Holanda, V. B., Filho, J. F. R., Lopes, J., & Pederneiras, M. (2012). GBRSP Gestão baseada em resultado no setor público: uma abordagem didática para implementação em Prefeituras, Câmaras Municipais, Autarquias, Fundações e Unidades Organizacionais. São Paulo: Atlas.

Magalhães, Y. T., das Graças Ferreira, A. M., Saraiva, L. A. S., & Brasil, E. R. (2009). Competências necessárias e competências exercidas na gestão de contratos de serviços terceirizados em uma empresa do setor de mineração de Minas Gerais. Contextus-Revista Contemporânea de Economia e Gestão, 7(2), 41-52.

Medauar, O. (2015). Direito administrativo moderno. 19. ed. São Paulo: Editora Revista dos
Tribunais.

Medeiros, F. S. B., dos Santos, S. X., Denardim, É. S., & Abbade, E. B. (2014). A qualidade dos produtos e serviços em licitações do tipo menor preço: Um estudo em uma câmara de vereadores do Rio Grande do Sul. REGE-Revista de Gestão, 21(4), 491-508.

Mendes, R. G., & Biasi, F. M. de. (2011). Lei de licitações e contratos administrativos: Incluindo legislação complementar correlata. 25. ed. rev. e atual. Curitiba: Zênite.

Miles, I. (2008). Patterns of innovation in service industries. IBM Systems Journal, 47(1), 115-128.

Minuzzi-Nascimento, L. M., & Tomaél, M. I. (2012). Informação para tomada de decisão em processo licitatório para contratação de obras de engenharia na UEL. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, 2(2), 82-96.

Morais, A. P. A. (2015). Gestão pública em saúde: Contratos administrativos. São Luiz: EDUFMA.

Motta, C. P. C. (2011). Eficácia nas licitações e contratos: Estrutura da contratação, concessões e permissões, responsabilidade fiscal, pregão - parcerias público-privadas. 12. ed. Belo Horizonte: Del Rey.

Mozzato, A. R., & Grzybovski, D. (2011). Análise de conteúdo como técnica de análise de dados qualitativos no campo da administração: Potencial e desafios. Revista de Administração Contemporânea, 15(4), 731-747.

Mukaka, M. M. (2012). A guide to appropriate use of correlation coefficient in medical research. Malawi Medical Journal, 24(3), 69-71.

Novaes, C., Lasso, S., & Mainardes, E. W. (2015). Percepções de qualidade do serviço público. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 9(1), 107-123.

Parasuraman, A., Zeithaml, V. A., & Berry, L. L. (1988). Servqual: A multiple-item scale for measuring consumer perc. Journal of retailing, 64(1), 12.

Persson, E., da Silveira Porto, R., & Lavor, A. K. C. (2016). O RDC como nova aposta da administração pública gerencial em licitações: O caso da Universidade Federal de Santa Catarina. Revista do Serviço Público, 67(1), 56-85. 9

Pinheiro, A. O. M., & Tigre, P. B. (2015). Proposta de investigação sobre o uso de software no suporte à inovação em serviços. Revista de Administração de Empresas, 55(5), 578-592.

Rezende, F., Cunha, A., & Cardoso, R. L. (2010). Custos no setor público. Revista de Administração Publica-RAP, 44(4), 789-791.

Santilli, E. B., Luciano, E. M., & Testa, M. G. (2011). Gestão de contratos e sua contribuição para a Governança de Tecnologia da Informação: Um estudo de caso em uma indústria brasileira de grande porte. Artigo apresentado no III Encontro de Administração da Informação ANPAD (EnADI). Porto Alegre, RS.

Sharf, E. R., & Soriano-Sierra, E. J. (2006). A administração pública e a decisão de compra técnica de performance: Um estudo no setor de segurança pública. Gestão & Regionalidade (Online), 22(64).

Silveira, E. S., Cintra, R. F., Vieira, S. F. A., & Lopes, A. C. V. (2012). Análise do processo de compras do setor público: o caso da Prefeitura Municipal de Dourados/MS. Revista de Administração IMED, 2(3), 158-171.

Souza, W., & Teixeira, A. J. C. (2009). Um estudo sobre a viabilidade de implantação do pregão eletrônico e uma contribuição na apuração dos resultados nos processos licitatórios. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 2(2), 75-94.

Vieira, A. L. (2014). Gestão de contratos administrativos. Revista de Contratos Públicos–RCP, Belo Horizonte, ano, 3, 9-32.

Vila, M. (2010). Competir con estrategias low cost. Revista de Contabilidad y Dirección, 11, 25-38.
Publicado
2020-01-30
Como Citar
de Oliveira, W. F. M., Leone, R. J. G., & de Souza, L. A. (2020). As variáveis para uma gestão de contratos eficiente: o caso de uma empresa pública federal. Administração Pública E Gestão Social, 12(2). https://doi.org/10.21118/apgs.v12i2.5582
Seção
Artigos