Inovação na Gestão Pública como “Possibilidade Objetiva”: O Caso do Pacto pela Educação de Pernambuco sob a Ótica da Administração para o Desenvolvimento

Jessica Rani Sousa

Resumo


O presente trabalho objetivou investigar como o Pacto pela Educação de Pernambuco (PPE) contribui para fomentar práticas que caracterizem inovações na gestão pela perspectiva da efetividade da política pública, adotando, como lente teórica e sensibilizante, a Teoria das Possibilidades de Guerreiro Ramos e sua abordagem sobre Administração para o Desenvolvimento. Por meio de estudo de caso qualitativo, e de análise temática de conteúdo das entrevistas realizadas nos níveis estratégico e tático de sua operacionalização, puderam ser identificadas categorias concentradas em torno de práticas especificamente advindas com o PPE: o uso de indicadores de desempenho e a publicitação de descritores escolares, pela perspectiva do SIEPE, dos painéis de gestão e pela própria mídia. Os sinalizadores de efetividade identificados para essas categorias disseram respeito a: criação de um olhar diferenciado para as escolas e alunos prioritários da rede pública; credibilidade, transparência, percepção de empoderamento e aprimoramento da consciência sobre o contexto escolar.

Palavras-chave


Inovação na gestão pública; Administração para o Desenvolvimento; Pacto pela Educação de Pernambuco

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v11i4.7218

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Administração Pública e Gestão Social

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/deed.pt_BR

Licença Creative Commons Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons | Qualis/Capes - B1 | e-Issn: 2175-5787 | Editora: Universidade Federal de Viçosa

Universidade Federal de Viçosa Av. Peter Henry Rolfs s/n – Campus Universitário Cep: 36570 000 – Viçosa/MG Fone: (31) 3899-2886 | apgs@ufv.br