Inovação na Gestão Pública como “Possibilidade Objetiva”: O Caso do Pacto pela Educação de Pernambuco sob a Ótica da Administração para o Desenvolvimento

  • Jessica Rani Sousa Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Inovação na gestão pública, Administração para o Desenvolvimento, Pacto pela Educação de Pernambuco

Resumo

O presente trabalho objetivou investigar como o Pacto pela Educação de Pernambuco (PPE) contribui para fomentar práticas que caracterizem inovações na gestão pela perspectiva da efetividade da política pública, adotando, como lente teórica e sensibilizante, a Teoria das Possibilidades de Guerreiro Ramos e sua abordagem sobre Administração para o Desenvolvimento. Por meio de estudo de caso qualitativo, e de análise temática de conteúdo das entrevistas realizadas nos níveis estratégico e tático de sua operacionalização, puderam ser identificadas categorias concentradas em torno de práticas especificamente advindas com o PPE: o uso de indicadores de desempenho e a publicitação de descritores escolares, pela perspectiva do SIEPE, dos painéis de gestão e pela própria mídia. Os sinalizadores de efetividade identificados para essas categorias disseram respeito a: criação de um olhar diferenciado para as escolas e alunos prioritários da rede pública; credibilidade, transparência, percepção de empoderamento e aprimoramento da consciência sobre o contexto escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jessica Rani Sousa, Universidade Federal de Pernambuco
Mestra em Administração pela UFPE.
Publicado
2019-10-01
Como Citar
Sousa, J. R. (2019). Inovação na Gestão Pública como “Possibilidade Objetiva”: O Caso do Pacto pela Educação de Pernambuco sob a Ótica da Administração para o Desenvolvimento. Administração Pública E Gestão Social, 4(11), 1-16. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/apgs/article/view/7218
Seção
Dimensões Intraorganizacionais e Funções Gerenciais no Setor Público