A gestão pedagógica nos primeiros anos de funcionamento do Grupo Escolar Silveira Brum (1912-1930)

Autores

  • Talitha Estevam Moreira Cabral
  • Denilson Santos de Azevedo UFV

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v3i1.236

Palavras-chave:

Grupo Escolar, Inspetor Escolar, Diretor Escolar.

Resumo

O presente artigo investiga a gestão pedagógica do Grupo Escolar Silveira Brum (GESB) da cidade de Muriaé/MG no início do século XX, e sua importância para a instalação de uma nova cultura escolar no município. O período abordado faz um recorte entre os anos de 1912, ano de criação do educandário, e 1930, fim do período da Primeira República. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre o tema ao mesmo tempo em que foi feita uma análise das fontes encontradas nos arquivos. Durante o processo de criação e expansão dos Grupos Escolares, a gestão pedagógica passa a ser fator relevante para o sucesso dos Grupos, a figura do inspetor e do diretor passa a ser vista como um importante agente na institucionalização da cultura escolar inovadora que se apresenta nesse contexto. Em Muriaé, a inauguração do GESB estabeleceu um novo modelo escolar de educação a fim de atender às especificidades trazidas com a proclamação da República.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denilson Santos de Azevedo, UFV

Departamento de Educação/História da Educação

Downloads

Publicado

2012-08-29

Como Citar

MOREIRA CABRAL, T. E.; AZEVEDO, D. S. de. A gestão pedagógica nos primeiros anos de funcionamento do Grupo Escolar Silveira Brum (1912-1930). Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 3, n. 1, 2012. DOI: 10.22294/eduper/ppge/ufv.v3i1.236. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/6538. Acesso em: 16 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos