O papel da imprensa periódica no processo de escolarização em Minas Gerais no século XIX

Autores

  • Mônica Yumi Jinzenji UFMG

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v3i1.255

Palavras-chave:

impresso periódico, práticas educativas não escolares, século XIX

Resumo

O artigo analisa as pesquisas que tematizam a imprensa e sua relação com a educação apresentada nos Congressos de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais (COPEHE). Constatando a escassez de produções com foco no século XIX, apresenta três abordagens a partir das quais as pesquisas poderiam ser desenvolvidas, quais sejam, tomar o jornal como formador de opinião sobre a educação escolar, discurso esse bastante presente nos periódicos oitocentistas; o jornal como suporte para o desenvolvimento da instrução, ressaltando seu uso para a divulgação de estabelecimentos e vigilância de procedimentos escolares e, por fim, o jornal educador, analisando-se sua materialidade e aspectos da produção textual, tendo como foco os leitores-modelo que orientavam sua produção e ao mesmo tempo se buscava construir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Yumi Jinzenji, UFMG

Faculdade de Educação - UFMG

DECAE- Departamento de Ciências aplicadas à Educação

Downloads

Publicado

2012-08-29

Como Citar

JINZENJI, M. Y. O papel da imprensa periódica no processo de escolarização em Minas Gerais no século XIX. Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 3, n. 1, 2012. DOI: 10.22294/eduper/ppge/ufv.v3i1.255. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/6547. Acesso em: 26 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos