A Agroecologia entre o debate da justiça ambiental e da democracia: alguns desafios em reflexão

  • Sérgio Botton Barcellos UFPEL - PPGS
Palavras-chave: Agroecologia, Justiça Ambiental, Democracia de Alta Intensidade, autonomia, projeto de sociedade

Resumo

Por meio desse ensaio a proposta é trazer a seguinte questão: quais os desafios atuais no Brasil para a construção do debate sobre a Agroecologia em inter-relação com a Justiça Ambiental e a Democracia de Alta Intensidade nos projetos e ações alternativas desenvolvidas? Desse modo, pretende-se abordar alguns aspectos potenciais de conflito em relação a propostas científicas da Agroecologia, como as políticas públicas de Estado e a assimetria de recursos públicos no Plano Safra e da Agricultura Familiar, a questão do uso indiscriminado e em larga escala de agrotóxicos e transgênicos em monoculturas, a ausência de um Programa efetivo de Reforma Agrária, a ausência de fomento nas tecnologias sociais, dentre outros temas. Além disso, serão lançadas questões que tratam da necessidade da constante organização social e política na construção de projetos alternativos, mesmo diante do avanço do sistema capitalista sobre os ecossistemas, povos e comunidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Botton Barcellos, UFPEL - PPGS
Bolsista PNPD/CAPES e Professor Permanente junto ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPel. Doutor em Ciências Sociais do Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pelo CPDA/UFRRJ. 
Publicado
2016-12-21
Como Citar
Barcellos, S. B. (2016). A Agroecologia entre o debate da justiça ambiental e da democracia: alguns desafios em reflexão. Educação Em Perspectiva, 7(2). https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v7i2.781
Seção
Dossiê