Flexa Ribeiro

secretário de educação de Carlos Lacerda na Guanabara

Palavras-chave: Carlos Lacerda. Estado da Guanabara. Secretário de educação.

Resumo

A pesquisa ora apresentada busca compreender a importância do Professor Flexa Ribeiro, secretário de educação do governo de Carlos Lacerda, entre os anos de 1960 e 1965, durante a elaboração do projeto de educação da Guanabara, à época de sua constituição como ente federativo, após a instalação da capital federal em Brasília. Foi um período de muitas realizações, de grandes transformações no campo educacional, que ainda permanecem na memória do povo carioca. A investigação histórica busca reconstruir a trajetória biográfica do secretário, concentrando-se em dois caminhos de fontes primárias. O primeiro trilhou as notícias do jornal carioca “Tribuna da Imprensa[i]”, ao longo do ano de 1962, focalizando o personagem e suas ações, sobretudo quanto aos atos oficiais. O segundo perseguiu cartas e memorandos trocados entre Flexa e outras autoridades do governo estadual, sobretudo o governador e o secretário de governo, além de alguns parlamentares e diplomatas.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Angélica da Gama Cabral Coutinho, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Graduação em História - UERJ

Mestrado em Educação - UERJ

Professora Efetiva da UFRRJ

Fernando Cesar Gouvêa, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Professor Associado da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares da mesma universidade. Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Coordenador do Laboratório de História da Educação Latino-Americana (LHELA).

Referências

BENEVIDES, Mª Victoria de M. A UDN e o udenismo: ambigüidades do liberalismo brasileiro (1945-1965). R.J.: Paz e Terra, 1981.

BLOCH, Marc. Introdução à História. 2ªed., Portugal: Publicações Europa-América, 1974.

BOMENY, Helena; PRONKO, Marcela. Empresários e educação no Brasil. Rio de Janeiro: PREAL/CPDOC-FGV-FUNDAÇÃO FORD, 2002.

BRAUDEL, Fernand. História e Ciências Sociais. 2. ed. Portugal: Presença, 1976.

COUTINHO, Mª Angélica da G. C. Carlos Lacerda e o tipo antropológico das professoras da Guanabara. R. J.: Dissertação de Mestrado, PROPEd/UERJ, 2004.

CPDOC. DICIONÁRIO HISTÓRICO BIOGRÁFICO BRASILEIRO PÓS 1930. Rio de Janeiro: Ed. FGV/ CPDOC, CD-Rom, 2001.

DULLES, John F. W. F. Carlos Lacerda: a vida de um lutador, 2: 1960-1977. R.J.: Nova Fronteira, 2000.

FARIA, Lia C. M., SANTOS, Edna Mª E SILVA, Rosemaria J.V. Os Múltipols Olhares de Maria Yedda Linhares: educação, história e política no feminino. In: FARIA, Lia C. & LOBO, Yolanda Lima (Org.). Vozes femininas do Império e da República. R.J.: Quartett- FAPERJ, 2008.

FALCÃO, Frederico J. Ilusões da Estratégia: o PCB do apogeu à crise do stalinismo (1942-1961). R.J. UFRJ/ IFCS, 1996, mimeo. Dissertação de Mestrado.

FEBRE, Lucien. Combates pela História I. Lisboa: Presença, 1977.

GONTIJO, Rebeca. História, cultura, prática e sociabilidade intelectual. In: Soihet, Rachel; Bicalho, Mª Fernanda B.; Gouvêa, Mª de Fátima Silva (Org.). Culturas Políticas: ensaios de história cultural, história política e ensino de história. R.J.: Mauad, 2005.

GOVERNO DO ESTADO DA GUANABARA. Projeto Piloto: uma experiência em educação, da Secretaria de Educação e Cultura e da Fundação Ford, 196.

MOTTA, Marly Silva da. Carlos Lacerda: de demolidor de presidentes a construtor de estado. Nossa História. Rio de Janeiro, nº19, p.72-25, maio, 2005. Disponível em: .

SIRINELLI, Jean-François. Os Intelectuais. In: Rémond, René (Org.). Por uma História Política. 2. ed., R.J., FGV, 2003.

VELHO, G. Projeto e Metamorfose: Antropologia das sociedades complexas. R.J: Zahar, 1994.
Publicado
2019-12-27
Como Citar
Coutinho, M. A. da G. C., & Gouvêa, F. C. (2019). Flexa Ribeiro: secretário de educação de Carlos Lacerda na Guanabara. Educação Em Perspectiva, 10, e019036. https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v10i.7103