A potência das imagens e da fabulação criadora para o pesquisar no cotidiano escolar

Palavras-chave: Imagens. Fabulação. Cotidiano escolar.

Resumo

Objetiva problematizar a imagem e a pesquisa com o cotidiano escolar como potências para a emergência da fabulação criadora no movimento do pensamento produzido em redes de conversações, tecendo imagens outras e problematizando as imagens clichê. Discute o conceito de imagem, tomando como intercessores teóricos Bergson (2006) e Deleuze (1990). Usa como metodologia as redes de conversações com estudantes e professores de séries iniciais do ensino fundamental em uma escola pública, com base em pinturas de Glenn Brady. Conclui que a pesquisa se configura como espaço de aproximações e trocas do coletivo. Assim, a potência do falso e/ou do estranhamento não advém de um personagem dentro de uma imagem, mas de trocas entre imagens, pois não se espera mais que os heróis ajam, mas que qualquer um movimente o pensamento em seus processos de fabular outros mundos possíveis em que os saberes não sejam dogmáticos, mas múltiplos e plurais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janete Magalhães Carvalho, Universidade Federal do Espírito Santo
Doutora em Educação. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Espírito
Steferson Zanoni Roseiro, Universidade Federal do Espírito Santo
Mestrando em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Educação da UFES

Referências

BERGSON, Henri. Matéria e memória: ensaio sobre a relação do corpo com o espírito. Tradução de Paulo Neves. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

CARVALHO, Janete Magalhães. O cotidiano escolar como comunidade de afetos. Petrópolis/RJ: DP et Alii; Brasília/DF: CNPq, 2009.

CARVALHO, Janete Magalhães. Fabulando currículos entre imagens dos sonhos de Kurosawa. In: ANDRADE, Nívea; ALVES, Nilda (org.). Sonhos de escolas: conversas com Kurosawa. Rio de Janeiro; Petrópolis: FAPERJ/DP et Alii, 2014. p. 74-97.

CARVALHO, Janete Magalhães; ROSEIRO, Steferson Zanoni. Inventando tempos outros com Bergson e Deleuze em coletivos escolares: a potência da imagem-movimento e da imagem-tempo nas produções curriculares. Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação - RESAFE, Brasília, n. 25, p. 83-96, nov. 2015.

DELEUZE, Gilles. A imagem-movimento. Tradução de Stella Senra. São Paulo: Brasiliense, 1985.

DELEUZE, Gilles. Diferença e repetição. Tradução de Luiz Orlandi e Roberto Machado. São Paulo: Graal, 1988.

DELEUZE, Gilles. A imagem-tempo. Tradução de Eloísa de Araújo Ribeiro. São Paulo: Brasiliense, 1990.

DELEUZE, Gilles. Francis Bacon: lógica da sensação. Tradução Roberto Machado. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

DELEUZE, Gilles. Proust e os signos. Tradução de Antonio Piquet e Roberto Machado. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

DELEUZE, Gilles. Dois regimes de loucos: textos e entrevistas (1975-1995). Tradução Guilherme Ivo. São Paulo: Ed. 34, 2016.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Devir-intenso, devir-imperceptível. Tradução de Suely Rolnik. In: DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Rio de Janeiro: Editora 34, 1997. p. 11-114.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O que é filosofia? Tradução Bento Prado Jr. e Alberto Alonso Muñoz. 3. ed. São Paulo: Ed. 34, 2010.

FARINA, Juliane Tagliari; FONSECA, Tania Mara Galli. O cine-pensamento de Deleuze: contribuições a uma concepção estético-política da subjetividade. Psicologia USP, São Paulo, v. 26, n. 1, p. 118-124, 2015.

LINS, Daniel. Bob Dylan: a liberdade que canta. São Paulo: Edições Ricochete, 2018.

REALI, Noeli Gemelli. A desobediência do menor: rotas de fuga do cinema infantil. 2017. 237 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2017.

SAMAIN, Etienne (org.). Como pensam as imagens. Campinas/SP: Editora da Unicamp, 2012.

Publicado
2019-02-25
Como Citar
Carvalho, J. M., & Roseiro, S. Z. (2019). A potência das imagens e da fabulação criadora para o pesquisar no cotidiano escolar. Educação Em Perspectiva, 10, e019006. https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v10i0.7133