EFEITO DE POPULAÇÕES DE PLANTAS DE CAPIM-VETIVER (CHRYSOPOGON ZIZANIOIDES (L.)) SOBRE A BIODIVERSIDADE DE PLANTAS AUTÓCTONES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21206/rbas.v11i1.10729

Palavras-chave:

Plantas daninhas, supressão, vetiveria, cobertura morta

Resumo

A utilização de espécies de plantas supressoras de outras plantas autóctones é estratégia de base ecológica que auxilia no manejo agrícola sustentável. O capim-vetiver tem grande crescimento e tem potencial supressor de outras plantas. O experimento objetivou verificar a fitossociologia de comunidades de plantas autóctones, em área de cultivo de capim-vetiver, plantado com diferentes populações, a fim de avaliar sua ação supressora. O capim-vetiver foi plantado com populações de 0, 1, 2, 3 e 4 plantas m-2com espaçamento de 1,0 m entre linhas. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com quatro repetições. A população 0 vetiver m-2foi a testemunha, em que havia apenas a vegetação já presente na área (autóctone). A amostragem foi realizada 11 meses após o plantio do capim-vetiver. Na testemunha e em todas as populações de vetiver, foram constatadas três espécies predominantes: Cyperus rotundus L; Parthenium hysterophorus L. e Sorghum halepense (L.) Pers. A população de 2 vetiveres m-2apresentou a menor quantidade de plantas daninhas, com 5 espécies encontradas. O capim-vetiver diminui o número de espécies de plantas da área, entretanto, não apresenta capacidade supressora sobre as três espécies de plantas daninhas mais frequentes e dominantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-05-30

Como Citar

Gonçalves da Rocha, J., Cunha Coelho, F., Teixeira Lelis, R. . ., Carvalho de Souza Santos , G. ., Euclides Pechara da Costa Jaeggi, M., & Leite Motta , N. . (2021). EFEITO DE POPULAÇÕES DE PLANTAS DE CAPIM-VETIVER (CHRYSOPOGON ZIZANIOIDES (L.)) SOBRE A BIODIVERSIDADE DE PLANTAS AUTÓCTONES . Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 11(1), 108-117. https://doi.org/10.21206/rbas.v11i1.10729