ANÁLISE DO CRESCIMENTO DE RABANETE EM FUNÇÃO DE PERÍODOS DE CONVIVÊNCIA COM PLANTAS DANINHAS

  • Valdere Martins dos Santos Universidade Federal do Tocantins
  • Luziano Lopes da Silva Universidade Federal do Tocantins
  • Patriccia da Cruz Ramos Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário
  • Susana Cristine Siebeneichler Universidade Federal do Tocantins
  • Dione Pereira Cardoso Universidade Federal do Espírito Santo
  • Daniele de Cássia Vieira de Sousa

Resumo

Neste trabalho, objetivou-se avaliar a influência de períodos de convivência com plantas daninhas nas respostas morfofisiológicas de plantas de rabanete cultivado no sul do Estado do Tocantins. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, sendo seis tratamentos e quatro repetições. Foram avaliados 6 períodos de convivência com plantas daninhas em cinco épocas de avaliação (5, 10, 15, 21 e 30 dias após a emergência). Foram determinadas a taxa de crescimento da cultura (TCC), taxa de crescimento relativo (TCR), taxa de assimilação líquida (TAL), taxa de crescimento absoluto (TCA), razão de área foliar (RAF) e área foliar específica (AFE). As TCC e TCR apresentaram uma fase inicial com rápido acúmulo de massa, até seu ponto máximo no 2o intervalo de crescimento, posteriormente, declínio devido ao período de senescência da cultura. A TAL atingiu seu crescimento máximo no 3o intervalo, verificando-se a seguir redução, com exceção dos tratamentos (sem competição e sem competição a partir do 5o dia) que apresentaram aumento durante todo o ciclo da cultura. Resposta semelhante foi observada também para TCA. Para RAF e AFE verifica-se que nos tratamentos com algum período de competição ocorreu incremento até os 17 DAE dias, seguida por redução mais acentuada até os 30 DAE. As características morfofisiológicas são influenciadas pela competição com plantas daninhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGOSTINETTO, D.; RIGOLI, R.P.; SCHAEDLER, C.E. et al. Período crítico de competição de plantas daninhas com a cultura do trigo. Revista Planta Daninha, v.26, n.2, p.271-278, 2008.
BARREIRO, A.P.; ZUCARELI, V.; ONO, E.O. et al. Análise de crescimento de plantas de manjericão tratadas com reguladores vegetais. Revista Bragantia, v.65, n.4, p.563-567, 2006.
BENINCASA, M.M.P. Análise de Crescimento de Plantas:noções básicas. FUNEP, Jaboticabal, 2003. 41p.
CANCELLIER, L.L.; ADORIAN, G.C.; RODRIGUES, H.V.M. et al. Doses de potássio nas respostas morfofisiológicas de alface. Revista Caatinga, v.23, n.4, p.21-27, 2010.
CURY, J.P.; SANTOS, J.B.; SILVA, E.B. et al. Acúmulo e partição de nutrientes de cultivares de milho em competição com plantas daninhas. Revista de Planta Daninha, v.30, n.2, p.287-296, 2012.
FERRARI, T.B.; FERREIRA, G.; ZUCARELI, V. et al. Efeito de reguladores vegetais nos índices da análise de crescimento de plântulas de maracujazeiro-doce (Passifloraalata Curtis). Revista Biotemas, v.21, n.3, p.45-51, 2008.
FERREIRA, E. A.; CONCENÇO, G.; SILVA, A. A. et al. Potencial competitivo de biótipos de azevém (Lolium multiflorum). Planta Daninha, v.26, n. 2, p.261-269, 2008.
FONTES, P.C. R.; DIAS, E.N.; SILVA, D.J.H. Dinâmica do crescimento, distribuição de matéria seca e produção de pimentão em ambiente protegido. Revista Horticultura Brasileira, v.23, n.1, p.94-99, 2005.
FREITAS, F.C.L.; ALMEIDA, M.E.L.; NEGREIROS, M.Z. et al. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura da cenoura em função do espaçamento entre fileiras. Planta Daninha, v.27, n.3, p.473-480, 2009.
HUNT, R. Growth analysis, individual plants. In: THOMAS, B. et al. (Ed.). Encyclopedia of applied plant sciences. London: Academic, p.579-588. 2003.
LINHARES, P.C.F.; PEREIRA, M.F.S.; OLIVEIRA, B.S. et al. Produtividade de rabanete em sistema orgânico de Produção. Revista Verde, v.5, n.5, p.94-101, 2010.
LOPES, W.A.; NEGREIROS, M.Z.; DOMBROSKI, J.L.D. et al. Análise do crescimento de tomate ‘SM-16’ cultivado sob diferentes coberturas de solo. RevistaHorticultura Brasileira, v.29, n.4, p.554-561, 2011.
OLIARI, I.C.R.; UMBURANAS, R.C.; ESCHEMBACK, V. et al. Efeito da restrição de luz solar e aumento da temperatura no crescimento de plantas de rabanete. Revista Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia, v.3, n.3, p.85-96, 2010.
OLIVEIRA, F.R.A.; OLIVEIRA, F.A.; MEDEIROS, J.F. et al. Interação entre salinidade e fósforo na cultura do rabanete. Revista Ciência Agronômica, v.41, n.4, p.519-526, 2010.
OLIVEIRA, R.A.; DAROS, E.; ZAMBON, J.L.C. et al. Crescimento e desenvolvimento de três cultivares de cana-de-açúcar, em cana-planta, no estado do Paraná: taxas de crescimento. Revista Scientia Agraria, v.6, n.1-2, p.85-89, 2005.
PEREIRA, W. 2004. Manejo e Controle de Plantas Daninhas em Áreas de Produção de Sementes de Hortaliças. In: IV Curso sobre tecnologia de produção de sementes de hortaliças. Brasília: SBH. Embrapa Hortaliças, p.1-20. Disponível em 17 Set. 2012.
POVH, J.A.; ONO, E.O. Crescimento de plantas de Salvia officinalis sob ação de reguladores de crescimento vegetal. Revista Ciência Rural, v.38, n.8, p.2186-2190, 2008.
RADIN, B.; JUNIOR, C.R.; MATZENAUER, R. et al. Crescimento de cultivares de alface conduzidas em estufa e a campo. Revista Horticultura Brasileira, v.22, n.2, p.178-181, 2004.
SILVA, P.I.B.; NEGREIROS, M.Z.; MOURA, K.K.C.F. et al. Crescimento de pimentão em diferentes arranjos espaciais. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.45, n.2, p.132-139, 2010.
ZUCARELI, C.; RAMOS JUNIOR, E.U.; OLIVEIRA, M.A. et al. Índices biométricos e fisiológicos em feijoeiro sob diferentes doses de adubação fosfatada. Revista Semina: Ciências Agrárias, v.31, n.1, p.1313-1324, 2010.
Publicado
2015-07-30
Como Citar
Santos, V. M. dos, Silva, L. L. da, Ramos, P. da C., Siebeneichler, S. C., Cardoso, D. P., & Sousa, D. de C. V. de. (2015). ANÁLISE DO CRESCIMENTO DE RABANETE EM FUNÇÃO DE PERÍODOS DE CONVIVÊNCIA COM PLANTAS DANINHAS. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 5(1). https://doi.org/10.21206/rbas.v5i1.245
Seção
Artigos