QUALIDADE FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE OVOS DE GALINHAS SUBMETIDOS A TRATAMENTO SUPERFICIAL DA CASCA ARMAZENADOS SOB REFRIGERAÇÃO

  • Hallef Rieger Salgado Universidade Federal de Viçosa
  • Michele de Oliveira Mendonça Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
  • Glenda Roberta Silva Moura Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Gabriela dos Santos Madella Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
  • Filipe Lima Bastos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
  • Iolanda Silveira Freitas Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
  • Vanessa Riani Olmi Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
Palavras-chave: Gelatina, Óleo Mineral, Própolis.

Resumo

Objetivou-se avaliar a qualidade físico-química e sensorial de ovos de galinha, mantidas sob piso, tratados superficialmente com óleo mineral, gelatina sem sabor a 6% e soluções de própolis (15 e 20%) estocados sob refrigeração (Incubadora B.O.D: 7,9ºC e 41,9% de umidade relativa). Para o experimento de qualidade físico-química, realizou um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 x 5 (sem tratamento; própolis 15%; própolis 20%; gelatina a 6% e óleo mineral, durante cinco semanas de estocagem) com seis repetições de quatro ovos cada. Foram avaliados: perda de peso dos ovos (%); peso específico dos ovos (g/cm³); unidades Haugh; peso (g) e pH do albúmen; peso (g), pH, índice e cor da gema. O tratamento com óleo mineral seguido da gelatina e da solução de própolis a 15% promoveu proteção contra a perda progressiva de peso e diminuição do peso específico e das unidades Haugh. Foram realizados testes de aceitabilidade de ovos com 14 e 28 dias para avaliação dos atributos: cor, aroma, sabor e impressão global, através de uma escala hedônica de 9 pontos. Não houve diferença significativa aos 14 dias de armazenagem, contudo aos 28 dias houve diferença significativa para os atributos cor, sabor e impressão global, com menores notas atribuídas aos ovos tratados com óleo mineral. A qualidade físico-química e sensorial dos ovos de galinhas, submetidos a tratamento superficial da casca por imersão com óleo mineral, gelatina sem sabor a 6% e própolis a 15% e a 20% são preservadas por cinco semanas de estocagem sob refrigeração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hallef Rieger Salgado, Universidade Federal de Viçosa
Zootecnia- Nutrição de Monogástricos
Michele de Oliveira Mendonça, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
Departamento de Zootecnia - Nutrição e Produção de Aves
Glenda Roberta Silva Moura, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Pró-Reitoria de Administração - Divisão de Fazendas
Gabriela dos Santos Madella, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
Departamento de Zootecnia - Nutrição e Produção de Aves
Filipe Lima Bastos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
Departamento de Zootecnia - Nutrição e Produção de Monogástricos
Iolanda Silveira Freitas, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
Departamento de Zootecnia - Nutrição e Produção de Aves
Vanessa Riani Olmi Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Campus Rio Pomba
Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos

Referências

ABPA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PROTEÍNA ANIMAL. Produção de ovos do Brasil cresce 6,1% e chega a 39,5 bilhões de unidades. Disponível em . Acesso em 26 mai. 2017.
ANDRADE, E. L. MARINO, E.G. MARCHINI, F. T. FERRARI, N. G. ANDREO,N. FILHO, R. S. F. CAMARGO, T. C. M. BRIDI, A. M. FONSECA, N. A. N. Valor de pH e cor da gema de ovos de galinhas poedeiras armazenados em diferentes métodos e períodos. In: XIX Congresso Brasileiro de Zootecnia – ZOOTEC, 2009, Águas de Lindóia/SP. Anais... FZEA/USP-ABZ, 2009.
ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução Nº 35, de 17 de Junho de 2009. Dispõe sobre a obrigatoriedade de instruções de conservação e consumo na rotulagem de ovos e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em 29 jun. 2017.
AWANG, I. P. R.; CHULAN, U.; AHMAD, F. B. H. Curcumin for upgrading skin color of broilers. Pertanika Journals, v.15, n.1, p.37-38, 1992.
AYGUN, A; SERT, D.; COPUR, G. Effects of propolis on eggshell microbial activity, hatchability, and chick performance in Japanese quail (Coturnix coturnix japonica) eggs. Poultry Science, v.91, p.1018–1025, 2012.
BARBOSA, N.A.A.; SAKOMURA, N.K.; MENDONÇA, M.O.; FREITAS, E.R. FERNANDES, J.B.K. Qualidade de ovos comerciais provenientes de poedeiras comerciais armazenados sob diferentes tempos e condições de ambientes. ARS Veterinária, v.24, n.2, 127-133, 2008.
CANER, C. Whey protein isolate coating and concentration effects on egg shelf life. Journal of the Science of Food and Agriculture, v.85, n.13, p.2143-2148, 2005.
CARVALHO, J.X. Influência da própolis na vida de prateleira de ovos de galinha. Revista Brasileira de Agroecologia, v.4, n.2, p.718-720, 2009.
CHERIAN, G.; WOLFE, E. H.; SIM, J. S. Feeding dietary oil with tocopherols: effect of internal qualities of eggs during storage. Journal of Food Science, v.61, n.1, p.15-18, 1996.
FERREIRA, D.F. SISVAR: Guide for its Bootstrap procedures in multiple comparisons. Ciência e Agrotecnologia, v.38, n.2, p.109-112, 2014.
FREITAS, L.W.; ALMEIDA PAZ, I.C.L.; GARCIA, R.G.; CALDARA, F.R.; SENO, L.O.; FELIX, G.A.; LIMA, N.D.S.; FERREIRA, V.M.O.S.; CAVICHIOLO, F. Aspectos qualitativos de ovos comerciais submetidos a diferentes condições de armazenamento. Revista Agrarian, v.4, n.11, p.66-72, 2011.
GRISWOLD, R. M. Estudos experimentais dos alimentos. Edgard Blugher. Handbook, n.75, 2000.
HENCKEN, H. Chemical and physiological behavior of feed carotenoids and their effects on pigmentation. Poultry Science, v.71, n.4, p.711-717, 1992.
INAMURA, P. Y. Efeito da radiação gama sobre a viscosidade de soluções de gelatina e pectina utilizadas na indústria de alimentos. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, autarquia associada à Universidade de São Paulo, São Paulo – SP, 2008, 78 f.
MENDONÇA, M.O, REIS, R.S, BARRETO, S.L.T., MUNIZ, J.C.L., VIANA, G.S, MENCALHA, R., FERREIRA, R.C., RIBEIRO, C.L.N. Qualidade de ovos de codorna submetidos ou não a tratamento superficial da casca armazenados em diferentes ambientes. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v.14, n.1, p.195-208, 2013.
MORAES, M.A.C. Métodos para avaliação sensorial dos alimentos. 5.ed. Campinas: Experimental, 1985. 85p.
MOTA, A. S. B., LIMA, P. M.S., SILVA, D. S., ABREU, V. K. G., FREITAS, E. R.,PEREIRA, A. L. F. (2017). Internal quality of eggs coated with cassava and yam starches. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.12, n.1, p.47-50, 2017.
OLIVEIRA, B. L.; OLIVEIRA, D. D. Qualidade e tecnologia de ovos. Lavras: Editora UFLA (Universidade Federal de Lavras), 2013. 223 p.
PISSINATI, A., O, A., YAMASHITA, F., S, C. A., PINHEIRO, J. W., ROMAN, J. M. M. Qualidade interna de ovos submetidos a diferentes tipos de revestimento e armazenados por 35 dias a 25ºC. Semina: Ciências Agrárias, v.35, n1, p.531-540, 2014.
RODRIGUES, K. R. M., SALAY, E., Atitudes de granjeiros, atacadistas, varejistas e consumidores em relação à qualidade sanitária do ovo de galinha in natura. Revista de Nutrição, v.14, n.3, p.185-193, 2001.
RYU, K.N.; NO, H.K.; PRINYAWIWATKUL, W. Internal quality and shelf life of eggs coated with oils from different sources. Journal of Food Science, v.76, S325–S329, 2011.
SANDESKI, LÍGIA MARA. Otimização da pigmentação da gema do ovo. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Medicina Veterinária, 2013
SANTOS, M.S.V.; ESPÍNDOLA, G.B.; LÔBO, R.N.B.; FREITAS, E.R.; GUERRA, J.L.L.; SANTOS, A.B.E. Efeito da temperatura e estocagem em ovos. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.29, n.3, p.513-517, 2009.
SCATOLINI-SILVA, A.M.; BORBA, H.; GIAMPIETRO-GANECO, A.; LIMA, T.M.A.; DOURADO, R.C.; BERTON, M.P.; SOUZA, P.A. Características sensoriais de ovos armazenados em diferentes embalagens sob temperatura ambiente. Archivos de Zootecnia, v.62, n.240, p.543-553, 2013.
SILVA, A.L.S.; BROLEZE, L.F.; SIDOU, L.F.; HENRIQUES, C.Y.H.; SPANOL, T.M.; AUGUSTO, P.E.D. Qualidade de ovos recobertos com fécula de mandioca. Tecnologia & Ciência Agropecuária, v.4, n.3, p.43-46, 2010.
WARDY, W.; TORRICO, D.D.; NO, H.K.; PRINYAWIWATKUL, W.; SAALIA, F.K. Edible coating affects physic-functional properties and shelf life of chicken eggs during refrigerated and room temperature storage. International Journal of Food Science & Technology, v.45, p.2659–2668, 2010.
Publicado
2018-08-16
Como Citar
Salgado, H. R., Mendonça, M. de O., Moura, G. R. S., Madella, G. dos S., Bastos, F. L., Freitas, I. S., & Silva, V. R. O. (2018). QUALIDADE FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE OVOS DE GALINHAS SUBMETIDOS A TRATAMENTO SUPERFICIAL DA CASCA ARMAZENADOS SOB REFRIGERAÇÃO. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 8(2). https://doi.org/10.21206/rbas.v8i2.484
Seção
Artigos