ANÁLISE FITOQUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DE AMOSTRAS DE PIMENTA-ROSA OBTIDAS DE PROPRIEDADES FAMILIARES DA REGIÃO NORTE DO ESPÍRITO SANTO

  • Maria da Penha Píccolo Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
Palavras-chave: pimenta-do-reino, qualidade microbiológica, Salmonella sp., Schinus terebinthifolius Raddi.

Resumo

 A pimenta-rosa ou aroeira Schinus terebinthifolius Raddi é uma especiaria de grande valor de mercado nacional e internacional associado às suas aplicações nas indústrias alimentícia, farmacêutica e de cosméticos.  No estado do Espírito Santo a produção concentra-se na região litorânea, sendo São Mateus um polo de produção, processamento e escoamento. Objetivou-se avaliar características de qualidade de pimenta-rosa produzida em São Mateus-ES. Frutos in natura e desidratados foram submetidos a análises fitoquímicas e microbiológicas. Constatou-se presença dos metabólitos secundários fenóis, taninos, glicosídeos/saponinas e flavonoides além de um baixo índice de contaminação microbiana. Em nenhuma das amostras foi constatada a presença de Salmonella sp. Esses resultados reforçam o potencial dessa espécie para uso como condimento, medicinal e farmacêutico. A qualidade da matéria-prima deve ser considerada para obtenção de produtos derivados de boa qualidade. Assim, o cultivo de acordo com as Boas Práticas Agrícolas (BPA) e Boas Práticas de Fabricação (BPF) pode contribuir para a sustentabilidade do agronegócio pimenta-rosa na região norte do Estado do Espírito Santo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Penha Píccolo, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Engenheira de Alimentos pela UFV com mestrado e doutorado (2006) em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal de Viçosa. Professora Associada I no Departamento de Engenharia de Alimentos do Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo (CCAE/UFES), em Alegre, ES. Atualmente é Chefe do Departamento de Engenharia de Alimentos (CCAE/UFES) e atua na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Microbiologia e Tecnologia de Leite e Derivados, Probióticos e Prebióticos em Alimentos.

Citação Atual: PÍCCOLO, M.P.

Citação anterior: RAMOS, M.P.P.

 

Referências

Referências

AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION (APHA). 2001. Compendium of methods for the microbiological examination of foods.4th ed. Washington: APHA. 676 p.

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 12, de 02 de janeiro de 2001. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil], Brasília, 10 de janeiro de 2001.

AZEVEDO, J.L.F.; FONSECA, M.C.M.; CALIMAN, M.A.; SARTORATTO, A.; PINTO, C.M.F.; PINTO, C.L.O.; PÍCCOLO, M.P. Teor e composição química do óleo essencial de Schinus terebinthifolius cultivada em sistema convencional. In: ANAIS. XXIV Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil, 21 a 24 de setembro de 2016, Belo Horizonte, MG.

BARBOSA, W.L.R. (Org.). Manual para análise fitoquímica e cromatográfica de extratos vegetais. Revista Científica da UFPA, Belém, PA, v. 4, 2004.

BERNARDES, N. R.; GLÓRIA; L. L.; NUNES, C. et al. Quantificação dos Teores de Taninos e Fenóis Totais e Avaliação da Atividade Antioxidante dos Frutos de Aroeira . Vértices, Campos dos Goytacazes/RJ, v. 13, n. 3, p. 117-128, 2011.

BERTOLDI, M. C. Atividade antioxidante in vitro da fração fenólica, das oleorresinas e do óleo essencial da pimenta rosa (Schinus terebinthifolius Raddi).(Dissertação de Mestrado) Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos. Viçosa: UFV. 2006. 96p.

BESSA, N.G.F.; BORGES, J.C.M.; BESERRA, F.P.; CARVALHO, R.H.A.; PEREIRA, M.A.B.; FAGUNDES, R.; CAMPOS, S.L.; RIBEIRO, L.U.; QUIRINO, M.S.; CHAGAS JUNIOR, A. F.; ALVES, A. Prospecção fitoquímica preliminar de plantas nativas do cerrado de uso popular medicinal pela comunidade rural do assentamento vale verde, Tocantins, Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.15, n..4 supl.1, Botucatu 2013.

CARMINATE, B.; REBELLO, L.C.; SILVA, M.B.; Pimenta-rosa: caracterização e potencialidades. In: Maria da Penha Píccolo; Rodrigo Sobreira Alexandre; Marcelo Barreto da Silva; Laura Marina Pinotti. (Org.). Ciência e Tecnologia de Alimentos: Produção e Sustentabilidade. 1.ed. Jundiaí,SP: Paco Editorial, 2014, v. 1, p. 219-239.

CARVALHO, M. G.; MELO, A. G. N.; ARAGÃO, C. F. S.; RAFFIN, F. N.; MOURA, T. F. A. L. Schinus terebinthifolius Raddi: chemical composition, biological properties and toxicity. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.15, n.1, p. 158- 169. 2013.

CARVALHO, P. E. R. Espécies arbóreas brasileiras. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica; Colombo: Embrapa Florestas, 2003. v. 1, 1039 p.

COSTA, D.A; FERREIRA, G.D.G.; ARAUJO, C.V.; COLODO, J.C.N.; MOREIRA, GR; FIGUEIREDO, M.R.P. Consumo e digestibilidade de dietas com níveis de torta de dendê em ovinos. Revista Brasileira de Saúde e Produção. Animal, v.11, n.3, p.783-792, 2010.

CUSHNIE, T.P.; LAMB, A.J. Antimicrobial activity of flavonoids. International Journal of Antimicrobial Agents, v.26, p.343-356, 2005.

DUQUE, F. F. Atividade de frações do extrato etanólico de Achillea millefolium sobre Colletotrichum gloeosporioides. 2013. 42f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) – Programa de Pós-graduação em Agricultura Tropical, Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus, 2013.

FLEIG, M. Anarcaadiaceae. Flora Ilustrada do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Boletim do Instituto de Biociências, v.18, n.42, 1987. p.172.

FREIRES, I.A.; ALVES, L.A.; JOVITO, V.C.; CASTRO, R.D. Atividade antifúngica de Schinus terebinthifolius (Aroeira) sobre cepas do gênero Candida. Revista Odontológica do Brasil-Central, v.20, n.52, p.41-45, 2011.

GAZZANEO, L. R. S.; LUCENA, R. F. P.; ALBUQUERQUE, U. P. Knowledge and use of medicinal plants by local specialists in a region of Atlantic Forest in the state of Pernambuco (Northeastern Brazil). Journal of Ethnobiology. Ethnomed., London, v. 1, p. 1-9, 2005.

GILBERT, B.; FAVORETO, R. Schinus terebinthifolius Raddi. Revista Fitos, v.6, n.1, p.46-53, 2011.

LIMA, M.R.F.; LUNA, J.S.; SANTOS, A.F.; ANDRADE, M.C.C.; SANT’ANA, A.E.G.; GENET, J.P.; MARQUES, B.; NEUVILLE, L.; MOREAU, N. Anti-bacterial activity of some Brazilian medicinal plants. Journal of Ethnopharmacology, v. 105, p. 137-47, 2006.

MACHADO, B.C.T.; VALENTINI, S.A. Avaliação do potencial farmacotécnico e antimicrobiano de diferentes extratos de aroeira pimenteira (Schinus terebenthifolius Raddi). SaBios: Revista de Saúde e Biologia, v.9, n.1, p.34-42, jan./abr., 2014 .

MELO, A.D.B.; GOIS, F.D.; ANDRADE, C.; ROSTAGNO, M.H.; COSTA, L.B. Composição e atividade antimicrobiana do óleo essencial da aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi) com vistas ao uso como antimicrobiano para leitões desmamados. Revista Acadêmica: Ciências Agrárias e Ambientais, Curitiba, v. 12, n. 3, p. 227-232, jul./set. 2014.

OLIVEIRA, M.S., DORS, G. C., SOUZA-SOARES, L. A., BADIALE-FURLONG, E.Antioxidant activity of phenolic compounds from plant extracts. Alimentos e Nutrição, Araraquara, v.18, n. 2, p. 267-275, 2007.

PÍCCOLO, M.P.; ANDREATA, L.S.; BATISTA, J.S.J.L.; MEDEIROS, CARMINATE, B.; A.S.; PINTO, C.M.F.; PINTO, C.L.O. Avaliação microbiológica e fitoquímica de frutos de pimenta-rosa produzidos no município de São Mateus, ES. In: Anais. SIMBRAS - VIII Simpósio Brasileiro de Agropecuária Sustentável, 5th International Conference on Sustainable Agriculture. v.1, p.32-36, 6 a 8 de outubro de 2016, Sinop, MT.

QUEIRES, L. C. S.; FAUVEL-LAFÈVE, F.; TERRY, S.; DE LA TAILLE, A.; KOUYOUMDJIAN, J. C.; CHOPIN, D. K.; ACHEROT, F.; RODRIGUES, L. E. A.; CRÉPIN, M. Polyphenols purified from the Brazilian aroeira plant (Schinus terebinthifolius Raddi) induce apoptotic and autophagic cell death of DU145 cells. Anticancer Research, v. 26, 2006.

REBELLO, L. C. Atividade antimicrobiana dos extratos de SchinusterebinthifoliaRaddi. 2013. 48f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) – Programa de Pós-graduação em Agricultura Tropical, Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, São Mateus, 2013.

RIBAS, C. R.; SCHOEREDER, J. H.; PIC, M. SOARES, S. M. Tree heterogeneity, resource availability, and larger scale processes regulating arboreal ant species richness. Austral Ecology, v.28, n.3, p.305-314, 2003.

RIBEIRO, W.O.; OLIVEIRA, R.L.; MARTINS, M.L.; MARTINS, J.M.; ARCANJO, A.H. M.; NETO, O.B.A. Enumeração de microrganismos causadores da mastite bovina e estudo da ação de antimicrobianos. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, Juiz de Fora, v. 69, n. 1, p. 45-52, 2014.

SANTOS, O.J.; BARROS-FILHO, A. K.; MALAFAIA, O.; RIBAS-FILHO, J. M.; SANTOS, R.H.P. Schinus terebinthifolius Raddi (anacardiaceae) no processo de cicatrização de gastrorrafias em ratos. ABCD. Arquivo Brasileiro de Cirurgia Digestiva, v.25, n.3, p.140-146 , 2013.

SIMÕES, C.M.O.; SCHENKEL, E.P.; GOSMANN, G.; MELLO, J.C.P. Farmacognosia: da planta ao medicamento.6ª. ed. Florianópolis: UFSC, 1104 p., 2007.

SOUZA, D.R.; ZANINI, S. F.; MUSSI, J.M.S.; MARTINS, J. D.; FANTUZI, E.; ZANINI, M.S. Óleo de aroeira vermelha e de suplementação de vitamina E em substituição aos promotores de crescimento sobre a microbiota intestinal de frangos de corte. Ciência Rural, Santa Maria, v.43, n.12, p.2228-2233, dez, 2013.
Publicado
2018-12-11
Como Citar
Píccolo, M. da P. (2018). ANÁLISE FITOQUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DE AMOSTRAS DE PIMENTA-ROSA OBTIDAS DE PROPRIEDADES FAMILIARES DA REGIÃO NORTE DO ESPÍRITO SANTO. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 8(3). https://doi.org/10.21206/rbas.v8i3.3048
Seção
Artigos