ADUBAÇÃO DE MILHO CRIOULO COM RESÍDUOS ORGÂNICOS EM ASSOCIAÇÃO COM Azospirillum brasilense

Tatiane Melo de Lima, Pamela Raiane Pelegrini Pascoal, Fabio Janoni Carvalho, Regina Maria Quintão Lana

Resumo


A adubação orgânica do milho crioulo com resíduos agropecuários pode aumentar a produtividade e a sustentabilidade de propriedades de agricultores familiares. A cafeicultura e a avicultura geram grande quantidade de resíduos com potencial para contribuir na poluição ambiental, no entanto, o uso desses resíduos como fontes de adubos orgânicos pode mitigar os impactos ambientais dessas atividades. Além disso, associar a adubação orgânica com a inoculação com Azospirillum brasilense pode reduzir a necessidade de aplicação de fertilizantes nitrogenados. O experimento foi instalado em Monte Carmelo-MG cujo objetivo foi avaliar o efeito de adubos orgânicos provenientes da mistura de casca de café e cama de peru sobre o desenvolvimento vegetativo de milho crioulo, bem como, a influência da inoculação das sementes com A. brasilense. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados, em arranjo fatorial (2x7) com três repetições, tendo como fatores a inoculação das sementes com A. brasilense (com e sem inoculação) e sete adubos orgânicos proveniente da mistura de diferentes proporções de casca de café e cama de peru. Verificou-se que as plantas de milho apresentaram maior desenvolvimento vegetativo quando submetidas a adubos compostos pela mistura dos resíduos. A adubação orgânica promove maior desenvolvimento vegetativo do milho em comparação com a adubação mineral. A inoculação com A. brasilense apresenta maior eficiência quando associada à adubação orgânica.


Palavras-chave


adubação orgânica; casca de café; cama de peru; fertilidade do solo.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, W. L. Efeito do composto orgânico de lixo na fertilidade do solo e na disponibilidade de nutrientes e de metais pesados para o sorgo. 1997. 75p. Dissertação (Mestrado em produção vegetal) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Universidade Estadual Paulista. AZAMBUJA, A. V. Forragicultura - Plantas Forrageiras, 2007.

ANDRADE, F. V. et al. Adição de ácidos orgânicos e húmicos em Latossolos e adsorção de fosfato. Revista Brasileira de Ciências do Solo, Viçosa, v. 27, n. 6, p.1003-1011, 2003.

BRADY, N. C.; WEIL, R. R. Elementos da natureza e propriedades dos solos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, p.437 – 500, 2013.

BRUM, Sarah Silva. Caracterização e modificação química de resíduos sólidos do beneficiamento do café para produção de novos materiais. 2007. 152 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Agroquímica, Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.

COSTA, Raoni Ribeiro Guedes Fonseca et al. CROP SCIENCE Efficiency of inoculant with Azospirillum brasilense on the growth and yield of second-harvest maize. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 45, n. 3, p.304-311, set. 2015.

EMBRAPA. Cultivo do milho (Coeficientes técnicos). 2010. Disponível em: http://www.cnpms.embrapa.br/publicacoes/milho_5_ed/coeficientestecnicos.htm Acesso: 27 Jul. 2017.

HUNGRIA, M. et al. Inoculation with selected strains of Azospirillum brasilense and A. lipoferum improves yields of maize and wheat in Brazil. Plant and Soil, The Hague, v. 331, n. 1-2, p. 413-425, 2010. https://doi.org/10.1007/s11104-009-0262-0.

KONZEN, Egídio Arno. Fertilização de lavoura e pastagem com dejetos de suínos e cama de aves. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2003.

MALHEIROS, S.M.P.; JÚNIOR, PAULA. D.R. Utilização do processo de compostagem com resíduos agroindustriais. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO. 1997.

MENEZES, J. F. S. et al. Cama-de-frango na agricultura: perspectiva e viabilidade tecnica e economica. Fesurv, 2004.

MUZILLI, O. A fertilidade do solo no contexto da agricultura sustentável. In: Congresso Latino-americano de Ciência do Solo. 1996. v 12. p. 1996.

PARTEY, S. T; PREZIOSI, R. F; ROBSON, G. D. Effects of organic residue chemistry on soil biogeochemistry: Implications for organic matter management in agroecosystems In: ADEWUYI, B., CHUKWU, K. Soil fertility: characteristics, processes and management, Nova York: Nova Publishers, 2012. p. 1 – 27.

PARTEY, S. T; PREZIOSI, R. F; ROBSON, G. D. Improving maize residue use in soil fertility restoration by mixing with residues of low C-to-N ratio: effects on C and N mineralization and soil microbial biomass. Journal of Soil Science and Plant Nutrition, Temuco, v. 14, n. 3, p. 518-531, 2014. https://doi.org/10.4067/S0718-95162014005000041.

PARTEY, S. T; PREZIOSI, R. F; ROBSON, G. D. Maize residue interaction with high quality organic materials: effects on decomposition and nutrient release dynamic. Agriculture Resesrch, Washington, v. 2, n. 1, p. 58 – 67, Mar. 2013. https://doi.org/10.1007/s40003-013-0051-0.

PRIMO, Dário C. et al. Contribuição da adubação orgânica na absorção de nutrientes e na produtividade de milho no semiárido paraibano. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 7, n. 1, p.81-88, mar. 2012.

REIS, V. M. Uso de bactérias fixadoras de nitrogênio como inoculante para aplicação em gramíneas. Embrapa Agrobiologia-Documentos (INFOTECA-E), 2007.

ROESCH, L. F. W. et al. Characterization of diazotrophic bacteria associated with maize: effect of plant genotype, ontogeny and nitrogen-supply. World J. of Microbiology & Biotechnology, Dordrecht, v. 22, n. 9, p. 967-974, 2006. https://doi.org/10.1007/s11274-006-9142-4.

TEDESCO, Marino José et al. Análises de solo, plantas e outros materiais. Porto Alegre: Ufrgs, v. 174. 1995.

TEJADA, M.; BENÍTEZ, C. Effects of crushed maize straw residues on soil biological properties and soil restoration. Land Degradation & Development, Chichester, n. 25, p. 501–509, 2014. https://doi.org/10.1002/ldr.2316.

UHART, S. A.; ANDRADE, F. H. Nitrogen deficiency in maize. I. Effects on crop growth, development, dry matter partitioning, and kernel set. Crop Science, Madison, v. 35, p.1376-1383, 1995.

VIDAL, Ticiana F.; CAPELO NETO, José. Dinâmica de nitrogênio e fósforo em reservatório na região semiárida utilizando balanço de massa. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 18, n. 4, p.402-407, 2014.




DOI: https://doi.org/10.21206/rbas.v9i2.3881

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN Online 2236-9724, ISSN Impresso 2317-5818, ISSN Cd rom 2178-5317