A noção de sucesso na sociedade capitalista

Entre o mérito e a impessoalidade no trabalho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33228/scribes.2020.v1.11241

Resumo

Este ensaio objetiva refletir acerca da noção de sucesso considerando as contradições
nas relações de trabalho no capitalismo. Discute-se como a noção de sucesso se modificou no
último século até que atingisse sua conformação como aparece hoje, relacionada com
meritocracia, empreendedorismo e neoliberalismo. Por um lado, o sucesso costuma ser vinculado
ao indivíduo, em um caráter pessoal; por outro lado, as relações de trabalho são cada vez mais
impessoais. Tal antítese é o cerne para que se apresente o processo de estranhamento do trabalho
nesse modo de produção para demonstrar como a noção de sucesso oculta a exploração humana,
que é tanto objetiva quanto subjetiva. Conclui-se que a noção de sucesso, nessa conjuntura,
encontra-se restringida à capacidade de suprir as necessidades materiais e imateriais que possam
ser adquiridas, provenientes de relações humanas baseadas na acumulação capitalista, isto é, uma
categoria econômica que atua como reforço ideológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaynna de Moura Ferraz, UFRN

Bacharela, mestra (UFS) e doutora em Administração (UFMG). Professora adjunta no Departamento de Ciências Administrativas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Pesquisadora no Núcleo de Estudos Críticos - Trabalho e Marxologia (NEC-TraMA).

Downloads

Publicado

2020-12-15

Como Citar

de Moura Ferraz, J. (2020). A noção de sucesso na sociedade capitalista: Entre o mérito e a impessoalidade no trabalho. SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies, 1(2). https://doi.org/10.33228/scribes.2020.v1.11241

Edição

Seção

Artigos