ESCOLA E FAMÍLIA NO PROJETO REPUBLICANO: EDUCAR A MULHER PARA EDUCAR A CRIANÇA (1918-1938)

Autores

  • GEISA MAGELA VELOSO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v3i1.241

Palavras-chave:

Educação da mulher, Disciplina, Educação da Infância

Resumo

Trata-se de pesquisa histórica que discute faces do projeto social de modernização e civilização da cidade de Montes Claros/MG – projeto que se inscreve no plano global de intensa mobilização da intelectualidade brasileira, que nos anos 1920-30 trabalharam pela unificação do país e consolidação de uma cultura brasileira. Em Montes Claros, a mudança no eixo das discussões revela um deslocamento dos motivos que justificavam a intervenção do jornal Gazeta do Norte na vida das famílias. A partir de 1918, a apropriação de conhecimentos médicos era necessária ao desenvolvimento orgânico saudável das crianças. Já nos últimos anos da década de 1920 e primeiros de 1930, os conhecimentos pedagógicos visavam uma educação moderna, em que as crianças desenvolveriam sua iniciativa e curiosidade, como também a autodisciplina, o controle dos impulsos, a sublimação dos desejos egoístas para a construção do bem-estar coletivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

GEISA MAGELA VELOSO, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS

MESTRE E DOUTORA EM EDUCAÇÃO PELA UFMG, PROFESSORA DO DEPARTAMENTO DE MÉTODOS E TÉCNICAS EDUCACIONAIS DA UNIMONTES

Downloads

Publicado

2012-09-03

Como Citar

VELOSO, G. M. ESCOLA E FAMÍLIA NO PROJETO REPUBLICANO: EDUCAR A MULHER PARA EDUCAR A CRIANÇA (1918-1938). Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 3, n. 1, 2012. DOI: 10.22294/eduper/ppge/ufv.v3i1.241. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/6539. Acesso em: 13 maio. 2021.

Edição

Seção

Artigos