A FORMAÇÃO CULTURAL DO PROFESSOR: DESAFIOS E IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS

  • Michelle de Freitas Bissoli UFAM
  • Aline Janell de Andrade Barroso Moraes UFAM
  • Sônia Cláudia Barroso da Rocha UFAM
Palavras-chave: Formação Cultural. Formação Inicial e Continuada de professores. Educação Infantil.

Resumo

É frequente no discurso político a valorização dos professores, a começar pelo investimento em sua formação. Mas, a qualidade da formação inicial e continuada, oferecidas de maneira maciça aos professores, tem sido ponderada? Neste trabalho procuramos refletir sobre um aspecto relevante da formação de professores, dada a sua influência no trabalho docente: a formação cultural. A formação cultural é aqui referida como processo de apropriação da cultura historicamente acumulada e, mais especificamente, como ampliação das experiências estéticas dos professores. Buscamos, em última instância, pensar a importância da formação cultural de professores da educação infantil, uma vez que essa etapa da educação básica é lócus privilegiado para o enriquecimento das experiências das crianças. Apesar de sua importância, pouco tem se pensado sobre uma formação de professores que lhes garanta acesso ao patrimônio cultural produzido histórico-culturalmente, o que reverbera em sua prática pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle de Freitas Bissoli, UFAM
Profesora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas
Aline Janell de Andrade Barroso Moraes, UFAM
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas
Sônia Cláudia Barroso da Rocha, UFAM
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas
Publicado
2015-08-31
Como Citar
Bissoli, M. de F., de Andrade Barroso Moraes, A. J., & Barroso da Rocha, S. C. (2015). A FORMAÇÃO CULTURAL DO PROFESSOR: DESAFIOS E IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS. Educação Em Perspectiva, 5(2). https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v5i2.510
Seção
Artigos