A profissionalização docente como experiência: notas para pensar os programas especiais de formação pós LDB 9394/96

  • Rosana Maria de Souza Alves Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão
Palavras-chave: Formação de professores, Profissionalização, Experiência.

Resumo

O artigo aborda a criação de programas especiais de formação de professores a partir das demandas da LDB 9394/96 como parte do processo de reconhecimento social da necessidade de profissionalização dos docentes que se encontram em exercício sem a devida habilitação. O recorte escolhido aproxima-se da perspectiva teórico-metodológica que problematiza as prescrições governamentais e suas possíveis “influências” sobre os sujeitos sociais a partir, e em função, de diferentes enfoques que não somente aqueles que insistem em percebê-las sob o signo da imposição e total correspondência. Para tanto, argumenta-se em favor da importância de dialogar com a experiência empírica na abordagem do fenômeno supracitado, abrindo-se espaço para pensar as apropriações inventivas por parte dos sujeitos professores, tomando como referência alguns aspectos que foram explorados numa investigação sobre o Curso de Formação Docente – PARFOR em Codó/MA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosana Maria de Souza Alves, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão

Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atuou como Assessora Técnica do Ministério da Educação em Programas de Formação de Professores em Exercício. Atualmente é Pedagoga no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão e professora no programa PARFOR (Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica).

Publicado
2016-09-22
Como Citar
de Souza Alves, R. M. (2016). A profissionalização docente como experiência: notas para pensar os programas especiais de formação pós LDB 9394/96. Educação Em Perspectiva, 7(1). https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v7i1.680
Seção
Artigos