Desafios do saber-fazer docente na contemporaneidade

Palavras-chave: Formação docente. Pensamento complexo. Conhecimento.

Resumo

O texto tem como objetivo refletir sobre os desafios do saber-fazer docente diante da complexidade do mundo contemporâneo. Busca-se destacar a importância e a pertinência da dimensão cognitiva no processo de formação de professores. A compreensão desta temática remete-nos a investigar os pressupostos epistemológicos que, historicamente, orientaram o processo de educação escolar e a formação do professor. Compreender o processo do conhecimento é um requisito fundamental para o êxito da educação escolar e, em razão disso, deve merecer atenção especial na formação docente. Estudos apontam para a necessidade de uma reforma paradigmática no modo de operar com o conhecimento, que transcenda a episteme moderna, produtora de concepções e práticas simplificadoras e fragmentadoras do saber-fazer, bem como o viés utilitarista das competências técnicas. As novas referências paradigmáticas buscam operar com base nos princípios do pensamento complexo que contemplam teoria e prática de forma antagônica, concorrente e complementar.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celso José Martinazzo, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pós-doutorado, com bolsa da Capes, na Uminho/Portugal.  Professor titular na Unijuí/RS.

Óberson Isac Dresch, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

Doutor em Educação nas Ciências pela Unijuí. Professor da Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul.

 

Referências

BRASIL, Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP de 18 de fevereiro de 2002. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília, 2002. Disponível em: . Acesso em: 4 jul. 2014.

COLL, Cesar. O construtivismo na sala de aula. São Paulo: Ática, 2006.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da educação. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

MARIOTTI, Humberto. Pensando diferente: para lidar com a complexidade, a incerteza e a ilusão. São Paulo: Atlas, 2010.

MORAES, Maria Cândida. Edgar Morin: peregrino e educador planetário. São Paulo: Editora Meca, 2010.

MORIN, Edgar. Meus filósofos. Tradução: Edgard de Assis Carvalho e Mariza Perassi Bosco. Porto Alegre: Sulina, 2013.

MORIN, Edgar. O método I. A natureza da natureza. Tradução: Ilana Heineberg. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2003.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo/Brasília: Cortez/Unesco, 2004.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Tradução: Eliane Lisboa. Porto Alegre: Sulina, 2006.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Tradução: Maria D. Alexandre e Maria Alice S. Dória. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000a.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Tradução: Eloá Jacobina. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000b.

MORIN, Edgar. A religação dos saberes. O desafio do século XXI. Tradução: Flávia Nascimento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

MORIN, Edgar. O método V. A humanidade da humanidade. Tradução: Juremir Machado da Silva. Porto Alegre: Sulina, 2002.

MORIN, Edgar. O paradigma perdido: a natureza humana. Tradução: Hermano Neves. Lisboa: Publicações Europa-América, 1999.

MORIN, Edgar; LE MOIGNE, Jean-Louis. A inteligência da complexidade. São Paulo: Petrópolis, 2000.

PERRENOUD, Philippe. Construir as competências desde a escola. Tradução: Bruno Charles Magne. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1991.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Filosofia da Educação: o desafio do pensar a educação nos países e comunidades lusófonas. In: SEVERINO, Antônio Joaquim; ALMEIDA, Cleide Rita Silvério de; LORIERI, Marcos Antônio (Orgs.). Perspectivas da Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 2011. P. 23-45.

VASCONCELLOS, Maria José Esteves de. Pensamento sistêmico: o novo paradigma da ciência. 4. ed. Campinas: Papirus, 2002.
Publicado
2019-01-11
Como Citar
Martinazzo, C. J., & Dresch, Óberson I. (2019). Desafios do saber-fazer docente na contemporaneidade. Educação Em Perspectiva, 9(2), 381-395. https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v9i2.977
Seção
Artigos