Modos de narrar a docência: representações docentes de estudantes do curso de pedagogia

Palavras-chave: Pedagogia. Formação docente. Representações docentes.

Resumo

Conhecer os sentidos sobre a docência que as estudantes do Curso de Pedagogia trazem consigo e de que modo tais sentidos podem constituir suas identidades como futuras docentes são os eixos condutores deste estudo que tem como objetivo analisar as representações docentes que fazem parte do ideário das alunas do curso de Pedagogia. Articulamos nesta pesquisa o campo de formação docente e a pesquisa formação. Assim, revisitamos as histórias de vida de alunas através da escrita de um memorial descritivo. Buscamos suporte teórico em autores como Larrosa (1994; 1996; 2016), Josso (2004), Ferrarotti (1988) para discutir os conceitos de narrativas, experiência e formação. Nossas análises nos levaram a considerar que antes mesmo de chegarem ao curso de formação inicial para docência as estudantes trazem em suas experiências modos de ser professora e modos de ser alunas. Representações que estão fundadas na docência como uma experiência feminina e maternal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita Cristine Basso Soares Severo, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
Professora Adjunta da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul do Curso de Pedagogia. Professora integrante do Programa de Pós-graduação em Educação do Curso de Mestrado Profissional em Educação.
Franciele Thais Scheuer, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
Pedagoga. Estudante do Mestrado Profissional em Educação da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

Referências

ARFUCH, Leonor. El espacio biográfico. Dilemas de la subjetividad contemporánea Buenos Aires. Fondo de Cultura economica: 2002.

ÀRIES, Philippe. História social da criança e da família, Rio de Janeiro, RJ: Editora LTC, 1981.

CARVALHO, Marilia Pinto de. No coração da sala de aula: gênero e trabalho docente nas séries iniciais. São Paulo: Xamã, 1999.

COSTA, Marisa Vorraber. Mídia, magistério e política cultural. In: COSTA, Marisa Cristina Vorraber (Org.). Estudos Culturais em Educação: mídia, arquitetura, brinquedo, biologia, literatura, cinema. 2 ed. Porto Alegre, RS: Editora da UFRGS, 2004. P. 73-91.

CULLER, Jonathan. Narrativa. In: CULLER, Jonathan (Org.). Teoria literária: uma introdução. São Paulo: Beca Produções, 1999. P. 84-94.

INFOPÉDIA. Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Memorial. Porto: Porto Editora, 2003-2018. 2018. Disponível em: . Acesso em: 07 ago. 2018.

FERRAROTTI, Franco. Sobre a autonomia do método biográfico. In: NÓVOA, António Sampaio da; FINGER, Matthias (Orgs.). O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: Ministério da Saúde, 1988. P. 17-34.

JOSSO, Marie Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

LARROSA, Jorge. Tecnologias do Eu e Educação. In: SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). O sujeito da Educação: estudos Foucaultianos. Petrópolis: Vozes, 1994. P. 35-86.

LARROSA, Jorge. Narrativa, identidad y desidentificación: In: LARROSA, Jorge (Org.). La experiencia de la lectura. Barcelona: Laertes, 1996. P. 461-482.

LARROSA, Jorge. A libertação da liberdade. In: BRANCO, Guilherme Castelo; PORTOCARRERO, Vera (Orgs.) Retratos de Foucault. Rio de janeiro: Nau, 2000.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. In: LARROSA, Jorge (Org.). Tremores: Escritos sobre a experiência. Tradução Cristina Antunes, João Wanderley Geraldi. 1. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 15 ed. 2013.

PERES, Lúcia Maria Vaz. A narrativa de si como mestra do autoconhecimento: leituras a partir do imaginário. In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto (Org.). (Auto)biografia e formação humana. Natal: EDUFERN; Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010. P. 139-157.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade: Uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999
SILVEIRA, Rosa Maria Hessel. Cultura, Poder e a Educação: um debate sobre Estudos
Culturais em Educação. Canoas, Editora ULBRA, 2005.

SOUZA, Elizeu Clementino. Histórias de vida, escritas de si e abordagem experiencial. In: SOUZA, Elizeu Clementino de; MIGNOT, Ana Chrystina Venancio (Orgs.). Histórias de vida e formação de professores. Rio de Janeiro: Quartet: FAPERJ, 2008. P. 89-98.

WALKERDINE, Valerie. Uma análise foucaultiana da pedagogia construtivista. In: SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). Liberdades reguladas: a pedagogia construtivista e outras formas de governo do eu. Petrópolis: Vozes, 1998. P. 143-213.
Publicado
2018-12-30
Como Citar
Severo, R. C. B. S., & Scheuer, F. T. (2018). Modos de narrar a docência: representações docentes de estudantes do curso de pedagogia. Educação Em Perspectiva, 9(3), 619-631. https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v9i3.993
Seção
Artigos