Adoção do moodle por professores universitários na perspectiva da teoria ator-rede

Palavras-chave: Redes sociotécnicas, Teoria ator-rede – ANT, Práticas pedagógicas

Resumo

Muitas Instituições de Ensino Superior vêm adotando o Moodle como apoio ao ensino presencial tendo como referência as práticas pedagógicas da Educação a Distância (EaD). Contudo, como as condições da EaD diferem das do ensino presencial, os modos de apropriação da inovação também divergem. Para conhecer as condições e em que medida ocorre o processo de adoção do Moodle foi realizado um estudo de caso longitudinal de cinco anos na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A pesquisa contou com variados instrumentos (questionários, entrevistas, observação de disciplinas e análise de relatórios institucionais). Mesclando preceitos e metodologias das teorias ator-rede e difusão de inovações conseguiu-se ampliar a visão dos caminhos percorridos pelos actantes e chegar à conclusão que o Moodle vem sendo usado pelos professores adotantes. No entanto, a grande maioria não usa os seus recursos para estender as aprendizagens da sala de aula para antes, durante e depois do encontro presencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Melo Bortolato, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina

Doutora em Educação na linha Educação e Comunicação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Dulce Márcia Cruz, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora Associada da Universidade Federal de Santa Catarina. Líder do Grupo de Pesquisa EDUMÍDIA: Educação, Comunicação e Mídias no CNPq.

Referências

ALVES, Lynn Rosalina Gama; BRITO, Mário Sérgio da Silva. O Ambiente Moodle como Apoio ao Ensino Presencial. In: 12º Congresso Internacional de Educação a Distância. Florianópolis, 2005.

BORTOLATO, Márcia Melo. Inovação e práticas pedagógicas: o moodle no ensino presencial da Universidade Federal de Santa Catarina. 2016. 290 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

CARVALHO Ingrid Aline de. A rede sociotécnica na formação de professores de ciências da natureza, matemática e suas tecnologias/física. 2007. 169 f. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007.

KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e Tempo Docente. 1 ed. São Paulo: Papiru, 2013.

LATOUR, Bruno. A Esperança de Pandora. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

LATOUR, Bruno. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

LATOUR, Bruno. Reagregando o Social. Uma introdução à teoria do ator-rede. Salvador: EDUFBA, 2012; Bauru: EDUSC, 2012.

MANO, Marina Lemos Carcereri; CRUZ, Dulce Márcia. As práticas e linguagens da cultura digital na educação: uso do Moodle e letramento midiático de professores de uma universidade pública. RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação. Porto Alegre, v. 14, n. 1, p. 1-10, jul. 2016.

MARTINS, Aline Santana. Um olhar sobre as mídias em práticas pedagógicas na didática universitária. 2012. 194 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

NOBRE, Júlio Cesar de Almeida; PEDRO, Rosa Maria Leite Ribeiro. Reflexões sobre possibilidades metodológicas da Teoria Ator-Rede. Cadernos UniFOA. Volta Redonda, n. 14, p. 47-56, dez. 2010.

OCDE. Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Pesquisa Internacional sobre Ensino e Aprendizagem (TALIS). OCDE: França, 2013.

PEDRO, Rosa Maria Leite Ribeiro. Redes e Controvérsias: ferramentas para uma cartografia da dinâmica psicossocial. In: VII ESOCITE - Jornadas Latino-Americanas de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias. Rio de Janeiro, 2008. Anais... Rio de Janeiro, 2008.

PINTO, Clovis Cerretto; DOMENICO, Silvia Marcia Russi de. Teoria ator-rede em estudos organizacionais: encontrando caminhos via cartografia de controvérsias. In: VIII Encontro de Estudos Organizacionais da ANPAD. Gramado, RS, 2014.

ROGERS, Everett. Diffusion of innovations. New York: Free Press, 2003.

TANAKA, Eliane. Professor: as dificuldades para utilizar a tecnologia dentro da sala de aula das escolas públicas brasileiras. NIC.br - Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR. 29 jul. 2015.

Publicado
2019-12-24
Como Citar
Bortolato, M. M., & Cruz, D. M. (2019). Adoção do moodle por professores universitários na perspectiva da teoria ator-rede. Educação Em Perspectiva, 10, e019032. https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v10i0.7093
Seção
Pesquisas