A prosa poética de Paulo Freire na Pedagogia do Oprimido

Palavras-chave: Paulo Freire. Pedagogia do Oprimido. Linguagem. Estilo. Prosa-poética.

Resumo

Este artigo aborda o livro Pedagogia do Oprimido, de Paulo Freire, a partir do entrecruzamento dos “gêneros” textuais categorizados como prosa e poesia, defendendo a ocorrência, na obra em questão, de uma prosa-poética. Para tanto, seu livro é analisado tanto do ponto de vista da linguagem quanto do ponto de vista do estilo, destacando aspectos discursivos relacionados à criatividade freiriana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Haddad Baptista, Universidade Nove de Julho

Doutora em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Pós doutoramento em História da Ciência pela Universidade de Lisboa e (PUC -SP). Pesquisadora e professora da Universidade Nove de Julho do programa stricto sensu em Educação.

Maurício Pedro da Silva, Universidade Nove de Julho

Doutor e pós-doutor em Letras Clássicas e Vernáculas pela Universidade de São Paulo. Professor na Universidade Nove de Julho (São Paulo).

Referências

ALVES, Ieda Maria. Neologismo. Criação lexical. São Paulo: Ática, 2007.

BOURDIEU, Pierre. Ce que parler veut dire. L’économie des échanges linguistiques. Paris: Fayard, 1982.

CAMPOS, Haroldo. Metalinguagem & outras metas: ensaios de teoria e crítica literária. São Paulo: Perspectiva, 2006.

DELEUZE, Gilles, GUATTARI, Félix. O que é a filosofia? Tradução Bento Prado Jr.; Alberto Alonso Muñoz. São Paulo: Editora 34, 1992.

DOSSE, François. A história à prova do tempo: da história em migalhas ao resgate do sentido. São Paulo: Unesp, 2017.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Loyola, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 42 ed., Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 60 ed., Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016.

GUIMARÃES, Elisa. A articulação do texto. São Paulo: Ática, 1990.

LAPA, M. Rodrigues. Estilística da Língua Portuguesa. Coimbra: Coimbra, 1975.

LUCCHESI, Marco. Entrevista à Ana Maria Haddad Baptista. Revista Filosofia, n. 129, São Paulo: Editora Escala, 2017.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Exterioridade e Ideologia. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, n. 30, p. 27-33, jan./jun. 1996.

SIMÕES, Sérgio Lourenço. Pedagogia do neologismo: a linguagem de Paulo Freire e a educação libertadora. 2013. 200 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Nove de Julho, São Paulo, SP, 2013.
Publicado
2018-12-30
Como Citar
Baptista, A. M. H., & Silva, M. P. da. (2018). A prosa poética de Paulo Freire na Pedagogia do Oprimido. Educação Em Perspectiva, 9(3), 527-537. https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v9i3.1106
Seção
Dossiê