Uso de cupins (Isoptera: Insecta) como ferramenta no ensino de Ciências e Educação Ambiental.

Autores

  • Lírio Cosme Junior Universidade Federal de Viçosa
  • Luís Paulo Sant'ana Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Conceição Aparecida dos Santos Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

DOI:

https://doi.org/10.21284/elo.v4i2.88

Resumo

 A percepção e interpretação das pessoas sobre alguns animais são oriundas de uma série de fatores históricos, culturais e sociais. No que se refere aos insetos, infelizmente, a maioria das pessoas associam tais organismos apenas a situações negativas. No entanto, sabemos da imensa importância desse grupo de organismos, e o objetivo deste trabalho foi a partir do uso de cupins aumentar o interesse de crianças pela ciência e educação ambiental. O trabalho foi realizado com cerca de 400 alunos que entraram em contato direto com os insetos, enquanto as crianças os visualizavam foram discutidos temas que apontavam a importância dos cupins. No final das apresentações solicitamos aos alunos que relatassem sobre os pontos que foram expostos. Foi observada uma inversão das opiniões prévias, eles citaram aspectos positivos relacionados aos cupins e tivemos a oportunidade de conhecer a realidade das escolas visitadas, e ainda de como podemos diversificar nossas metodologias em sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Conceição Aparecida dos Santos, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Dra. Conceição Aparecida dos Santos

Doutora em Ciências Biológicas área de Concentração Biologia Celular e Molecular. 

Docente das Diciplinas para Graduação: Laboratório de Ensino I Citologia/Histologia; Comportamento Animal

Docente da Disciplina de pós graduação: Morfologia interna e Fisiologia de Insetos

Downloads

Publicado

2016-06-07

Como Citar

Cosme Junior, L., Sant’ana, L. P., & Santos, C. A. dos. (2016). Uso de cupins (Isoptera: Insecta) como ferramenta no ensino de Ciências e Educação Ambiental. Revista ELO – Diálogos Em Extensão, 4(2). https://doi.org/10.21284/elo.v4i2.88

Edição

Seção

Relatos de Experiência