A adubação orgânica no cultivo da melancieira cv.Crimson sweet

  • Katia Otilia Gomes Dutra Graduada em Licenciatura Plena em Ciências Agrárias pela Universidade Estadual da Paraíba-UEPB (2011), Campus Universitário de Catolé do Rocha/PB. Mestre em Ciências Agrárias (Agrobioenergia e Agricultura Familiar) pela Universidade Estadual da Paraíba em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (UEPB/EMBRAPA ALGODÃO) - (2014), Campina Grande/PB. Especialista em Educação Ambiental pelo Instituto Pró Saber.
  • Salatiel Nunes Cavalcante Graduação em Licenciatura Plena em Ciências Agrárias pela Universidade Estadual da Paraíba no Campus IV e Mestre em Engenharia Agrícola na área de Irrigação e Drenagem pela Universidade Federal de Campina Grande no Campus I.
  • Ianne Gonçalves Silva Vieira Licenciada em Ciências Agrárias pela Universidade Estadual da Paraíba e Pós-graduada em Horticultura Tropical pela Universidade Federal de Campina Grande - Campus Pombal.
  • Jussara cristina Firmino da costa Graduação em Biologia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, Especialização em Educação Ambiental pelo Instituto de Educação Superior da Paraíba - IESP, Mestrado em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba, e atualmente é Doutoranda em Fitotecnia pela Universidade Federal de Viçosa - MG.
  • Raimundo Andrade Graduação em Ciências Agrárias pela Universidade Federal da Paraíba (1981), Especialização em Metodologia do Ensino pela Universidade Estadual da Paraíba (1985), Mestrado em Manejo de Solo e Água pela Universidade Federal da Paraíba (1998) e Doutorado em Recursos Naturais pela Universidade Federal de Campina Grande.
Palavras-chave: Citrullus lanatus, Crescimento, Fertilizantes, Matéria orgânica

Resumo

Detentora de grande importância socioeconômica, a melancieira, pode ser cultivada, principalmente, por pequenos agricultores em função do fácil manejo e do custo de produção quando comparada a outras hortaliças. O objetivo desse trabalho foi avaliar o comportamento da cultura da melancieira em sistemas orgânicos sobre os componentes de produção e a caracterização química dos frutos. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Agroecológica do CCHA, Campus IV da UEPB, em Catolé do Rocha. Foram avaliados os efeitos de 3 fontes de matéria orgânica e 5 dosagens de biofertilizante nos componentes de produção de melancieira. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, num esquema fatorial 5x3, com 4 repetições. A água para suprimento da irrigação teve como fonte um aqüífero, poço amazonas próximo ao local do experimento e o método de irrigação foi por gotejamento. As variáveis analisadas foram: Número de frutos por planta; Comprimento do fruto; Perímetro do fruto; Número de sementes por fruto; Sólidos Solúveis totais (ºBrix), (pH) dos frutos, Produção por planta e Produtividade. A adubação orgânica com húmus, esterco bovino, esterco caprino e biofertilizante influenciam positivamente os componentes de produção de melancia. O esterco caprino pode substituir o esterco bovino e o húmus na adubação orgânica da melancia. A produtividade registrada para as plantas adubadas organicamente independentemente da fonte é compatível ao representado em cultivo convencional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M. L. B. de.; SILVA, G. G. da.; ROCHA, R. H. C.; MORAIS, P. L. D. de.; SARMENTO, J. D. A. Caracterização físico-química de melancia 'quetzali' durante o desenvolvimento. Revista Caatinga, Mossoró, v. 23, n. 4, p. 28-31, 2010.

ANDRADE JÚNIOR, A. S.; DIAS, N. S.; JÚNIOR FIGUEIREDO, L. G. M.; RIBEIRO, V. Q. Produção e qualidade de frutos de melancia à aplicação de nitrogênio via fertirrigação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. V. 10. N. 4, p.836-841, 2006.

ARAÚJO NETO, S. E.; HAFLE, O. M.; GURGEL, F. de L.; MENEZES, J. B.; SILVA, G. G. da. Qualidade e vida útil pós-colheita de melancia Crimson Sweet, comercializada em Mossoró. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 4, n. 2, p. 235-239, 2000.

ARAÚJO NETO, S. E.; HAFLE, O. M.; GURGEL, F. L.; MENEZES, J. B.; SILVA, G. G. Qualidade da melancia ‘Crimson Sweet’, comercializada em Mossoró-RN. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 18, p. 850-852, 2000.

BASTOS, F.G.C.; AZEVEDO, B.M.; REGO, J. L.; VIANA, T.V.A.; D’ÁVILA, J.H.T. Efeitos de espaçamentos entre plantas na cultura da melancia na Chapada do Apodi, Ceará. Revista Ciência Agronômica. v. 39, 240-244 p. 2008.

CARLOS, A. L. X.; MENEZES, J. B.; ROCHA, R. H. C.; NUNES, G. H. de S.; SILVA, G. G. da. Vida útil pós-colheita de melancia submetida a diferentes temperaturas de armazenamento. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v. 4, n. 1, p. 29- 35, 2002.

CARVALHO, N. M.; CASTELANI, P. D.; VIERA, R. D. Produção de sementes de melancia. Jaboticabal: FCAV/UNESP, 1988, 30 p.

CARVALHO, R. N. Cultivo de melancia para a agricultura familiar. Brasília, DF: EMBRAPA-SPI, 1999.

CAVALCANTE, L. F.; VIEIRA, M. da S.; SANTOS, A. F. dos.; OLIVEIRA, W. M. de.; NASCIMENTO, J. A. M. do. Água salina e esterco bovino líquido na formação de mudas de goiabeira cultivar paluma. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 32, n. 01, p. 251-261, 2010.

CECÍLIO FILHO, A. B. C.; GRANGEIRO, L. C. Produtividade da Cultura da Melancia em Função de Fontes e Doses de Potássio. Ciência Agrotecnica. Lavras. v.28, n. 3. P. 561- 569, 2004.

CPRM. Serviço Geológico do Brasil. Diagnóstico do município de Catolé do Rocha, estado da Paraíba. Recife. 2005.

DESWAL, I. S; PATIL, V. K; Effects of N, P and K on the fruit of water melon. Journal of Maharashtra Agricultural Universities, Pune, v. 9, 308-309 p. 1984.

FAO – Food Agriculture Organization. Countries by commodities. 2013. Disponível em: http://www.faostat. fao.org/site/339/default.aspx. Acesso em: 20 de setembro de 2015.

FARIA, C. M. B. Nutrição mineral e adubação da cultura da melancia. Petrolina: EMBRAPA-CPATSA, 1998. 32p.

FARIA, C. M. B.; COSTA, N. D.; SOARES, J. M.; PINTO, J. M.; LINS, J. M.; BRITO, L. T. L. Produção e qualidade de melão influenciados por matéria orgânica, nitrogênio e micronutrientes. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 21, n. 1, p. 55-59, 2003.

FARIA, C. M. B.; PEREIRA, J. R.; POSSIDIO, E. L. de. Adubação orgânica e mineral na cultura do melão em um vertissolo do submédio São Francisco, Petrolina, EMBRAPA, n. 60, 5p, 1995.

FREITAS JÚNIOR, N. A. de.; BISCARO, G. A.; SILVA, T. R. B. da. Adubação fosfatada em melancia irrigada, no município de Cassilândia. Revista Cultivando o Saber. Cascavel, v.1, n.1, p.1-6, 2008.

GAMA, R. N. C. de S.; DIAS, R. de C.S.; ALVES, J. C. da S. F.; DAMACENO, L. S.; TEIXEIRA, F. A.; BARBOSA, G. da S. Taxa de sobrevivência e desempenho agronômico de melancia sob enxertia. Horticultura brasileira. Brasília. v. 31, n. 1, 2013.

IBGE. Produção Agrícola. 2013. Disponível em: http://www.ibge.gov.br. Acesso em: 20 de setembro de 2015.

LEÃO, D. S. S.; PEIXOTO, J. R.; VIEIRA, J. V.; CECÍLIO FILHO, A. B. Produtividade de melancia em diferentes níveis de adubação química e orgânica. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 24, n. 4, p. 32-41, 2008.

LIMA NETO, I. da S.; GUIMARÃES, I. P.; BATISTA, P. F.; AROUCHA, E. M. M.; QUEIRÓZ, M. A. de. Qualidade de frutos de diferentes variedades de melancia provenientes de mossoró – RN Revista Caatinga, Mossoró, v. 23, n. 4, p. 14-20, 2010.

LOPES, P. R.; LOPES, K. C. S. A. Sistemas de produção de base ecológica – a busca por um desenvolvimento rural sustentável. Revista Espaço de Diálogo e Desconexão, Araraquara, v. 4, n. 1, 2011.

MAROUELLI, W. A.; BRAGA, M. B.; ANDRADE JÚNIOR, A. S. de. Irrigação na cultura da melancia. EMBRAPA: Circular técnica 108. Brasília. 2012. 22p.

MEDEIROS, M. B. Ação de biofertilizantes líquidos sobre a bioecologia do ácaro Brevipal pusphoenicis. Tese (doutorado). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz. Piracicaba, 2002.

RAMOS, A.R. P.; DIAS, R C. S.; ARAGÃO, C. A. Densidade de plantio na produtividade e qualidade de frutos de melancia. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 27, n. 4, p. 560-564, 2009.

RESENDE, G. M de. Adensamento de plantio da melancia duplica produtividade por hectare irrigado. Toda Fruta. Edição: 20 de junho de 2008. Disponível em: www.todafruta.com.br, acesso em 23 de setembro de 2015.

ROCHA, M. R. Sistemas de cultivo para a cultura da melancia. 2010. 76f. Dissertação (Mestrado em Ciência do solo), Universidade Federal de Santa Maria – RS. 2010.

ROMÃO R. L. Dinâmica evolutiva e variabilidade de populações de melancia Citrullus lanatus em três regiões do Nordeste brasileiro. Piracicaba: USP-ESALQ. 75p. 1995.

SANTOS, L. B. dos. Caracterização agronômica e físico-química de famílias de melancia tipo Crimson Sweet selecionados para reação de resistência ao Papaya ringspot virus (PRSV-W). 2010. 72f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal do Tocantins, Gurupi, Tocantins, 2010.

SILVA, M. L. QUEIRÓZ, M. A. de ; FERREIRA, M. A. J. da F.; ARAGÃO, C. A. Variabilidade genética de acessos de melancia coletados em três regiões do estado da Bahia. Revista Caatinga, Mossoró, v. 20, n. 4, p. 93-100, 2007.
SILVA, M. L; QUEIROZ, M. A; FERREIRA, M. A. J. F; BUSO, G. S. C. Caracterização morfológica e molecular de acessos de melancia. Horticultura Brasileira. Brasília. v. 24, 405-409 p. 2006.
Publicado
2016-03-30
Como Citar
Gomes Dutra, K. O., Cavalcante, S. N., Vieira, I. G. S., costa, J. cristina F. da, & Andrade, R. (2016). A adubação orgânica no cultivo da melancieira cv.Crimson sweet. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 6(1). https://doi.org/10.21206/rbas.v6i1.323
Seção
Artigos