RESÍDUOS COMPOSTADOS COMO SUBSTRATO PARA PRODUÇÃO DE PETUNIA X HYBRIDA

  • Cesar Augusto Zanello Universidade Federal de São Carlos
  • Jean Carlos Cardoso Centro de Ciências Agrárias/UFSCar
Palavras-chave: espécie ornamental, compostagem, produção de mudas, desenvolvimentos vegetativo e reprodutivo, agroecologia

Resumo

A transformação de resíduo em tecnologia deve ser uma prioridade atual no setor agrícola, diminuindo o descarte inadequado e recuperando parte daquilo que é produzido e que pode retornar como nutriente as plantas. O presente trabalho teve por objetivo buscar uma solução viável de uso de resíduos vegetais como a poda de grama, o bagaço de cana e o esterco bovino como substrato para o cultivo de plantas. Os resíduos utilizados foram compostados, e utilizados como substratos para a produção de petúnia, uma espécie ornamental. Como controle foram utilizados substratos comerciais a base de pó de coco (PC) e de casca de pinus (CP). Após as mudas atingirem o ponto de transplantio, essas foram transplantadas para vasos plásticos com o mesmo substrato utilizado na produção da muda, mantendo os tratamentos. Os melhores substratos obtidos para o cultivo de petúnias em vasos foram o PG e CP, considerando ambos os aspectos dos desenvolvimentos vegetativo e reprodutivo. Esses resultados mostram o alto potencial de uso da poda de grama como substrato para a horticultura, sendo uma alternativa principalmente em sistemas sustentáveis de produção, por não necessitarem de fertilização complementar durante o cultivo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cesar Augusto Zanello, Universidade Federal de São Carlos
Mestrando no Programa de Pós Graduação em Produção Vegetal e Bioprocessos Associados - CCA/UFSCar
Jean Carlos Cardoso, Centro de Ciências Agrárias/UFSCar
Departamento de Desenvolvimento Rural - CCA/UFSCar

Referências

AGRIANUAL 2013: Anuário da Agricultura Brasileira. 18. Ed. São Paulo: FNP Consultoria e Agroinformativos, 2013. 480 p.

BARBOSA, J. G; LOPES, L. C. Propagação de Plantas Ornamentais. Viçosa: Ed. UFV, 2007. 183p.

BERNARDI, A. C. C. et al. Desenvolvimento de mudas de citros cultivadas em vaso em resposta à adubação NPK. Scientia Agricola, v.57, n.4, p.733-738, out./dez. 2000. In: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162000000400022

BRAGA, D. O; SOUZA, R. B; CARRIJO, O. A; LIMA, J. L. Produção de mudas de pimentão em diferentes substratos a base de fibra de coco sob fertirrigação. Hort. Bras. 20, 533-36, 2002. In: http://www.abhorticultura.com.br/Eventosx/trabalhos/ev_1/A676_T1264_Comp.pdf

CARDOSO, J. C. Dendrobium ‘Brazilian Fire 101’ - New option of color of flowers for the orchid market. Horticultura Brasileira, v. 30, n. 3, jul - set. 2012. In: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362012000300035

CASA, J.; CÂMARA, F. L. A. Identificação de cultivares de tomate adaptadas ao cultivo agroecológico. Horticultura Brasileira, v.28, n.2, S2899-2903. 2010. In: http://www.abhorticultura.com.br/eventosx/trabalhos/ev_4/A2771_T4046_Comp.pdf

COSTA, C.A.; RAMOS, S.J.; SAMPAIO, R.A.; GUILHERME, D.O.; FERNANDES, L.A. Fibra de coco e resíduo de algodão para substrato de mudas de tomateiro. Horticultura Brasileira, v. 25, 387-391. 2007. In: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362007000300013

FRANCH, C. M. C.; RIBEIRO, R. L. D.; ALMEIDA, D. L. Substratos orgânicos para produção de mudas de beterraba (Beta vulgaris L.). Comunicado Técnico n° 40, Embrapa Agrobiologia, Seropédica, RJ, Outubro de 2000. In: http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CNPAB-2010/27169/1/cot040.pdf

INÁCIO, C. T.; MILER, P. R. M. Compostagem: ciência e prática para a gestão de resíduos orgânicos. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2009. 154p.

JUNIOR, R. A.; ANDREANI, D. I. K.; LUISON, E. A.; SILVA, E. G.; GIMENEZ, J. I. Diferentes compostos orgânicos como substratos para produção de mudas de tomate. Pesquisa em foco, v. 19, n.1, p. 42-52, 2011. In: http://ppg.revistas.uema.br/index.php/PESQUISA_EM_FOCO/article/view/372/631

LORENZI, H. Plantas para jardim no Brasil: herbáceas, arbustivas e trepadeiras. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2013. 1088 p.
LUDWIG, Fernanda et al. Análise de crescimento de gérbera de vaso conduzida em diferentes substratos. Hortic. Bras., Brasília, v. 28, n. 1, p. 70-74, mar. 2010. In: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362010000100013

LUDWIG, Fernanda et al. Lâminas de fertirrigação e substratos na produção e qualidade de gérbera de vaso. Irriga, Botucatu, v.18, n.4, p. 635-646, out/dez. 2013. In: http://irriga.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/492

MAGUIRE, J. D. Speed of germination aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science 2: 176-177. 1962.

MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de plantas. São Paulo: Ed. Ceres, 2006. 638 p.

MARQUES, P. A. A.; BALDOTTO, P. V.; SANTOS, A. C. P.; OLIVEIRA, L. Qualidade de mudas de alface formadas em bandejas de isopor com diferentes números de células. Hortic. Bras., Brasília, v.21, n.4, p. 649-651, 2003. In: http://www.scielo.br/pdf/hb/v21n4/19431.pdf

OLIVEIRA, F. A.; MEDEIROS, J. F.; LINHARES, P. S. F.; ALVES, R. C.; MEDEIROS, A. M. A.; OLIVEIRA, M. K. T. Produção de mudas de pimenta fertirrigadas com diferentes soluções nutritivas. Hortic. Bras., Vitoria da Conquista, v. 32, n. 4, Dec. 2014. In: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-053620140000400014

PIRES, A. M. M.; MATTIAZZO, M. E. Circular Técnica 19: Avaliação da Viabilidade do Uso de Resíduos na Agricultura. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2008. 9p. In: http://www.cnpma.embrapa.br/download/circular_19.pdf

SANTOS, A. T. L.; HENRIQUE, N. S.; SHHLINDWEIN, J. A.; FERREIRA, E.; STACHIW, R. Aproveitamento da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos para produção de composto orgânico. Revista Brasileira de Ciência da Amazônia, v.3, n.1, p. 15-28, 2014. In: http://www.periodicos.unir.br/index.php/rolimdemoura/article/view/1177/1261

SANTOS, J. O.; SANTOS, R. M. S.; BORGES, M. G. B.; FERREIRA, R. T. F. V.; SALGADO, A. B.; SEGUNDO, O. A. S. A evolução da agricultura orgânica. Revista Brasileira de Gestão Ambiental, Pombal, PB, v. 6, n.1, p. 35-41. Jan./dez. 2012. In: http://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBGA/article/view/1864

SILVEIRA, E. B.; RODRIGUES, V. J. L. B.; GOMES, A. M. A.; MARIANO, R. L. R; MESQUITA, J. C. P. Pó de coco como substrato para produção de mudas de tomateiro. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 2, p. 211-216, junho 2002. In: http://www.scielo.br/pdf/hb/v20n2/14450.pdf

TRISTÃO, F. S. M.; ANDRADE, S. A. L.; SILVEIRA, A. P. D. Fungos micorrízicos arbusculares na formação de mudas de cafeeiro, em substratos orgânicos comerciais. Bragantia, Campinas, v.65, n.4, p.649-658, 2006. In: http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052006000400016
Publicado
2016-09-30
Como Citar
Zanello, C. A., & Cardoso, J. C. (2016). RESÍDUOS COMPOSTADOS COMO SUBSTRATO PARA PRODUÇÃO DE PETUNIA X HYBRIDA. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 6(3). https://doi.org/10.21206/rbas.v6i3.351
Seção
Artigos