EFEITO DE CULTIVAR E DO DESPENDOAMENTO NA PRODUÇÃO DE MINIMILHO

  • Heros Targanski Professor no Instituto Federal de Rondônia - IFRO.
  • Claudio Yuji Tsutsumi Professor na Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE.
Palavras-chave: Zea mays, Produtividade, Pendão, Espigas, Cultivares

Resumo

O milho é uma cultura amplamente disseminada e utilizada de várias formas para alimentação humana e animal, e outros usos na indústria. Entre as mais recente utilidade do milho está o minimilho, o qual é a espiga colhida imatura, quando os estilo-estigmas estão com 2 a 3 cm de comprimento. No Brasil ainda faltam informações sobre o manejo, e sobre cultivares adequadas para esta especialidade. Por isso foi realizado experimento com o objetivo de avaliar o desempenho de cultivares de milho, e suas respostas a prática do despendoamento para a produção de minimilho. As cultivares avaliadas foram: Al34, BM3061, Cativerde 02 e Pioneer 30S40. Os parâmetros avaliados foram número de espigas, comprimento, diâmetro e massa de espigas com palha e descascadas, número de espigas comerciais, produtividade em Kg ha-1 de espigas comerciais com e sem palha relação, relação entre número de espigas comerciais e número total de espigas, e relação entre massa de espiga sem palha e massa de espiga com palha. As cultivares Pioneer 30S40 e BM3061 mostraram-se mais produtivas no número total de espigas e na produtividade de Massa de espigas comerciais sem palha. O despendoamento afetou a produção de espigas com palha, porém não proporcionou ganho na massa de espigas sem palha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heros Targanski, Professor no Instituto Federal de Rondônia - IFRO.
Formado em Agronomia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, com Mestrado em Desenvolvimento Rural Sustentável, também pela UNIOESTE.
Claudio Yuji Tsutsumi, Professor na Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE.

Graduado em Agronomia pela Universidade Estadual de Londrina;

Mestre em Agronomia (Horticultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho;

Doutor em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo;

Publicado
2018-02-05
Como Citar
Targanski, H., & Tsutsumi, C. Y. (2018). EFEITO DE CULTIVAR E DO DESPENDOAMENTO NA PRODUÇÃO DE MINIMILHO. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 7(4). https://doi.org/10.21206/bjsa.v7i4.408
Seção
Artigos