RESISTÊNCIA ANTIMICROBIANA DE Salmonella spp., Staphylococcus aureus E Escherichia coli ISOLADOS DE CARCAÇAS DE FRANGOS: RESISTÊNCIA A ANTIBIÓTICOS E ÓLEOS ESSENCIAIS

  • Anderson Clayton da Silva Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Raiza Iacuzio Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Talita Junia da Silva Cândido Universidade Estadual de Campinas
  • Marjory Xavier Rodrigues Universidade Federal da Fronteira do Sul - Campus Laranjeiras do Sul.
  • Nathália Cristina Cirone Silva Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
Palavras-chave: patógenos alimentares, antimicrobiano, antibiótico, Rosmarinus officinalis, Cymbopogon citratus, Piper nigrum.

Resumo

Patógenos alimentares resistentes a antimicrobianos são uma preocupação de saúde pública ao redor do mundo. A resistência a antibióticos está sendo cada vez mais comum entre cepas isoladas de alimentos, assim, alternativas aos antibióticos estão sendo propostas. Óleos essenciais vêm sendo estudados para a aplicação na indústria de alimentos por possuírem atividade antimicrobiana e antioxidante. Desse modo, este trabalho teve como objetivo identificar o perfil de resistência antimicrobiana de Salmonella spp., Staphylococcus aureus e Escherichia coli isolados de frangos empregando diferentes antibióticos e os óleos essenciais de alecrim (Rosmarinus officinalis), capim-limão (Cymbopogon citratus) e pimenta preta (Piper nigrum). Métodos convencionais de microbiologia foram utilizados para a obtenção dos isolados bacterianos, método de disco-difusão foi empregado para identificar a resistência a antibióticos, ensaios de microplaca de resazurina foram realizados para identificar a concentração inibitória mínima (CIM) de óleos essenciais, e então a concentração bactericida mínima (CBM) foi estabelecida a partir da CIM desenvolvendo a técnica da micro-gota. Frequência, média, desvio-padrão, análise de variância e teste de Tukey foram calculados para a análise dos resultados. Destacam-se entre os resultados obtidos a frequência de carcaças de frangos contaminadas por Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Salmonella spp., 70%, 40%, e 25%, respectivamente, sendo que a resistência dos isolados a um ou mais antibióticos foi detectada em 90,9%, 66,6% e 55,6% dos isolados de E. coli, Salmonella spp. e S. aureus, respectivamente. Em adição, a multiresistência foi amplamente identificada. Quanto aos resultados obtidos para as análises de Concentração Inibitória Mínima dos óleos essenciais analisados, foi possível observar um melhor desempenho dos óleos essenciais de alecrim e capim limão, respectivamente, contudo sem diferença significativa entre as amostras. Os resultados reforçam a preocupação com a disseminação de cepas resistentes a antimicrobianos e a necessidade do desenvolvimento ou melhoramento de alternativas ao uso de antibióticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Clayton da Silva, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
Possui Graduação em Tecnologia de Alimentos (2014) pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Campo Mourão, Mestrado (2016) em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Medianeira. Tem experiência na área de Microbiologia com ênfase em Microbiologia de Alimentos, na área de Tecnologia de Leites com ênfase em Controle de qualidade em leites e seus derivados e na síntese de nanopartículas e microcristais de curcumina para melhoramento de propriedades e ao estudo da sua atividade antimicrobiana. Atualmente é doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciência de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) na área de concentração de microbiologia de alimentos com enfase em microbiologia molecular.
Raiza Iacuzio, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
Possui graduação em Tecnologia de Alimentos pela Faculdade de Tecnologia Termomecânica (2014). Atuou como Auxiliar de Perecíveis na empresa Carrefour Comércio e Indústria LTDA e como Estagiária em serviço de consultoria de segurança de alimentos pela empresa Betel S/A.. Tem experiência na área de Segurança de Alimentos. Adquiriu recentemente título de Especialização na área de Gestão de Segurança de Alimentos pelo Centro Universitário Senac (2016). Atualmente, cursa o Mestrado no Departamento de Ciências de Alimentos na área de concentração de Microbiologia de Alimentos com ênfase em antimicrobianos alternativos e desenvolvimento de embalagens - na Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
Talita Junia da Silva Cândido, Universidade Estadual de Campinas
Atualmente atua como Mestranda no Departamento de Ciências de Alimentos da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas, na área de concentração de Microbiologia de Alimentos com ênfase em métodos de isolamento e identificação de micro-organismos patogênicos e biologia molecular.
Marjory Xavier Rodrigues, Universidade Federal da Fronteira do Sul - Campus Laranjeiras do Sul.
Possui graduação em Tecnologia de Alimentos, especialização em Processos Biotecnológicos e mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, e doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade de São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, onde realizou pesquisas com Staphylococcus spp. isolados de laticínios e de leite de vacas com mastite. Também realizou doutorado sanduíche na Cornell University (Ithaca, New York, Estados Unidos) onde desenvolveu pesquisas relacionadas ao microbioma de leite cru, sendo analisados leite de tanque de expansão e leite de vacas com mastite. Atua, de maneira geral, nas áreas de microbiologia de alimentos e qualidade de leite.
Nathália Cristina Cirone Silva, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
Formada em Ciências Biológicas-Modalidade Médica tendo desenvolvido projeto na área de microbiologia de alimentos, como trabalho de finalização de curso. Mestre em Biologia Geral e Aplicada com projeto relacionado com plantas medicinais e sua ação antimicrobiana. Doutora pelo curso de Biologia Geral e Aplicada, Unesp de Botucatu, com doutorado sanduíche na Universidad de La Rioja, Espanha. Projeto de doutorado relacionado com técnicas de spatyping, MLST e SCCmec em Staphylococcus sp. Pós doutorado no laboratório de laticínios na ESALQ/USP. Atualmente, Docente da área de Microbiologia de Alimentos no Departamento de Ciência de Alimentos da Faculdade de Engenharia de Alimentos na UNICAMP.

Referências

AKTHAR, M.S.; BIRHANU, G.; DEMISSE, S. Antimicrobial activity of Piper nigrum L. and Cassia didymobotyra L. leaf extract on selected food borne pathogens. Asian Pacific Journal of Tropical Disease, v. 4, suppl. 2, p. S911-S919, 2014.

BAJPAI, V.K.; BAEK, K.H.; KANG, S.C. Control of Salmonella in foods by using essential oils: A review. Food Research International, v. 45, n. 2, p. 722-734, 2012.

BARBOSA, I.M.; MEDEIROS, J.A.C.; OLIVEIRA, K.A.R. et al. Efficacy of the combined application of oregano and rosemary essential oils for the control of Escherichia coli, Listeria monocytogenes and Salmonella Enteritidis in leafy vegetables. Food Control, v.59, p.468-477, 2016.

BASSANETTI, I.; CARCELLI, M.; BUSCHINI, A. et al. Investigation of antibacterial activity of new classes of essential oils derivatives. Food Control, v.73, part B, p. 606-612, 2017.

BORSOI, A.; MORAES, H.L.S.; SALLE, C. T.P. et al. Número mais provável de Salmonella isoladas de carcaças de frango resfriadas. Ciência Rural, v. 40, n. 11, p. 2338-2343, 2010.

BRASIL. Instrução Normativa n° 62, de 26 de agosto de 2003 – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2017. In: www.a3q.com.br/dmdocuments/Instru_Normativa_62.pdf (acessado em 11 de setembro de 2017)a.

BRASIL. Instrução Normativa n° 9, de 27 de junho de 2003 – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2017. In: http://sistemasweb.agricultura.gov.br/sislegis/action/detalhaAto.do?method=visualizarAtoPortalMapa&chave=2112258128 (acessado em 11 de setembro de 2017)b.

CARDOSO, A.L.S.P.; TESSARI, E.C.N.; CASTRO, A.G.M. et al. Pesquisa de Salmonella spp., coliformes totais, coliformes fecais e mesófilos em carcaças e produtos derivados de frango. Arquivos do Instituto Biológico, v. 67, n.1, p. 25-30, 2000.

CARDOSO, A. L.S.P.; KANASHIRO, A. M.I.; STOPPA, G.F.Z. et al. Ocorrência de Salmonella spp. em carcaças de frango provenientes de abatedouros do estado de São Paulo, Brasil, no período de 2000 a 2010. Revista Científica de Medicina Veterinária, n. 24, p. 1-12, 2015.

CDC – Centers of Disease Control and Prevention. Methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA). 2017. In: https://www.cdc.gov/mrsa/lab/index.html (acessado em 12 de setembro de 2017).

CLEMENTE, I.; AZNAR, M.; SILVA, F. et al. Antimicrobial properties and mode of action of mustard and cinnamon essential oils and their combination against foodborne bacteria. Innovative Food Science & Emerging Technologies, v. 36, p. 26-33, 2016.

CLSI. M02-A12: Performance Standards for Antimicrobial Disk Susceptibility Tests; Approved Standard—Twelfth Edition, 2015.

DANNENBERG, G.S. da; FUNCK, G.D.; CRUXEN, C.E.S. et al. Essential oil from pink pepper as an antimicrobial component in cellulose acetate film: Potential for application as active packaging for sliced cheese. LWT - Food Science and Technology, v. 81, p. 314-318, 2017.

DOYLE, M.E. Multidrug-resistant pathogens in the food supply. Foodborne Pathogens and Disease, v. 12, n. 4, p. 261-279, 2015.

FAO – Food and Agriculture Organization of United States. Veterinary Drug Residues in Food: chloramphenicol. 2017. In: http://www.fao.org/fao-who-codexalimentarius/standards/vetdrugs/veterinary-drug-detail/en/?d_id=69 (acessado em 11 de setembro de 2017).

FREITAS, M.F.L.; MOTA, R.A.; VILELA, S.M. et al. Cepas se Staphylococcus spp. isoladas de carcaças de frango comercializadas na cidade do Recife - PE, Brasil. Ciência Animal Brasileira, v. 2, n. 2, p. 139-145, 2001.

FREITAS, M.F.L.; LEÃO, A.E.D.S.; STAMFORD, T.L.M. et al. Ocorrência de Staphylococcus aureus em carcaças de frango. B. CEPPA, v.22, n. 2, p. 271-282, 2004a.

FREITAS, M.F.L.; MOTA, R.A.; LEÃO, A.E.D.S. et al. Sensibilidade antimicrobiana de cepas de Staphylococcus spp. isoladas de carcaças de frango comercializadas em Recife. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 56, n. 3, p. 405-407, 2004b.

GARCÍA-DÍEZ, J.; ALHEIRO, J.; PINTO, A.L. et al. Behaviour of food-borne pathogens on dry cured sausage manufactured with herbs and spices essential oils and their sensorial acceptability. Food Control, v. 29, p. 262-270, 2016.

GEBREYES, W.A.; WITTUM, T.; HABING, G. et al. Spread of Antibiotic Resistance in Food Animal Production Systems. In: DODD, C.; ALDSWORTH, T.; STEIN, R.A., et al. (Ed.). Foodborne Diseases (Third edition). Cambridge: Academic Press, 2017, p. 105-130.

HINTZ, T.; MATTHEWS, K.K.; RONG, D. The Use of Plant Antimicrobial Compounds for Food Preservation. BioMed Research International, p.1-12, 2015.

JONG, A. de; SMET, A.; LUDWIG, C. et al. Antimicrobial susceptibility of Salmonella isolates from healthy pigs and chickens (2008–2011). Veterinary Microbiology, v.171, p. 298-306, 2014.

KNEZEVIC, P.; ALEKSIC, V.; SIMIN, N. et al. Antimicrobial activity of Eucalyptus camaldulensis essential oils and their interactions with conventional antimicrobial agents against multi-drug resistant Acinetobacter baumannii. Journal Of Ethnopharmacology, [s.l.], v. 178, p.125-136, 2016.

MEDEIROS, A.N.; OLIVEIRA, D.C.N.; RODRIGUES, D.P. et al. Prevalence and antimicrobial resistance of Salmonella in chicken carcasses at retail in 15 Brazilian cities. Revista Panamericana de Salud Pública, v. 30, n. 6, p. 555-560, 2011.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos no Brasil. 2016. In: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2016/junho/08/Apresenta----o-Surtos-DTA-2016.pdf (acessado em 02 de setembro de 2017).

NAIK, M.I.; FOMDA, B.A.; JAYKUMAR, E. et al. Antibacterial activity of lemongrass (Cymbopogon citratus) oil against some selected pathogenic bacterias. Asian Pacific Journal of Tropical Medicine, v. 3, n. 7, p. 535-538, 2010.


PERAZZO, M.F.; COSTA NETA, M. C.C.; CAVALCANTI, Y. W. et al. Efeito antimicrobiano do óleo essencial do Cymbopogon citratus sobre bactérias formadoras do biofilme dentário. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, [s.l.], v. 16, n. 4, p.553-558, 2012.

PESAVENTO, G.; CALONICO, C.; BILIA, A. R. et al. Antibacterial activity of Oregano, Rosmarinus and Thymus essential oils against Staphylococcus aureus and Listeria monocytogenes in beef meatballs. Food Control, v.54, p. 188-199, 2015.

PIRES, D.S.L.; PACHECO, M.S.; ROLIM, M.B.Q. et al. Pesquisa de Salmonella spp. e coliformes termotolerantes em carcaças de frangos in natura comercializados no Distrito Sanitário V da Cidade do Recife – PE. Medicina Veterinária, v. 3, n. 1, p. 31-36, 2009.

SILVA, N.; JUNQUEIRA, V.C.A.; SILVEIRA, N.F.A. et al. Manual de Métodos de Análise microbiológica de Alimentos e água. 4ª ed., São Paulo: Blucher, 2010.

SETTANI, L.; PALAZZOLO, E.; GUARRASI, V. et al. Inhibition of foodborne pathogen bacteria by essential oils extracted from citrus fruits cultivated in Sicily. Food Control, v. 26, n.2, p. 326-330, 2012.

TADESEE, D.A.; ZHAO, S.; TONG, E. et al. Antimicrobial Drug Resistance in Escherichia coli from Humans and Food Animals, United States, 1950–2002. Emerging Infectious Diseases, v. 18, n. 5, 2012.

VAN SAVENTER, J.M.; HAMER, D.H. Foodborne Diseases. In: CAPLAN, M. (Ed). Reference Module in Biomedical Sciences: International Encyclopedia of Public Health (Second Edition). Amsterdã: Elsevier Inc., 2017. p. 160-173.

WANG, X.; TAO, X.; XIA, X. et al. Staphylococcus aureus and methicillin-resistant Staphylococcus aureus in retail raw chicken in China. Food Control, v.29, p. 103-106, 2013.

YAP, P.S.X.; YIAP, B.C.; PING, H.C. Essential oils, a new horizon in combating bacterial antibiotic resistance. The Open Microbiology Journal, v. 8, p. 6-14, 2016.

ZHANG, S.; WU, Q.; ZHANG, J. et al. Prevalence, genetic diversity, and antibiotic resistance of enterotoxigenic Escherichia coli in retail ready-to-eat foods in China. Food Control, v. 68, p. 236-243, 2016.
Publicado
2018-06-13
Como Citar
da Silva, A. C., Iacuzio, R., da Silva Cândido, T. J., Xavier Rodrigues, M., & Cirone Silva, N. C. (2018). RESISTÊNCIA ANTIMICROBIANA DE Salmonella spp., Staphylococcus aureus E Escherichia coli ISOLADOS DE CARCAÇAS DE FRANGOS: RESISTÊNCIA A ANTIBIÓTICOS E ÓLEOS ESSENCIAIS. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 8(1). https://doi.org/10.21206/rbas.v8i1.474
Seção
Artigos