CRESCIMENTO DE PANICUM MAXIMUM CV. BRS ZURI EM RESPOSTA A RIZOBACTÉRIA E NITROGÊNIO

Autores

  • Angelita Aparecida Coutinho Picazevicz Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.
  • Leonardo dos Santos França Shockness Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.
  • Arnaldo Libório Santos Filho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.
  • Izabel Rodrigues do Nascimento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.
  • Lariana Diniz Maciel Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.
  • Lucas Rodrigues da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.
  • Gabriel Elias Gil Costa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

DOI:

https://doi.org/10.21206/rbas.v10i.8865

Palavras-chave:

espécie forrageira, bactéria diazotrófica, RPCPs, fertilizante químico

Resumo

Avaliou-se o crescimento de Panicum maximum cv. BRS Zuri em resposta a Azospirillum brasilense e nitrogênio. O experimento foi realizado em casa de vegetação, no delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 2, com 8 repetições, considerando a ausência e a presença de Azospirillum brasilense  inoculado nas sementes e nitrogênio (50 kg ha-1) aplicado no solo. Verificou-se interação dupla entre os fatores, sendo que na ausência da adubação nitrogenada, por ocasião da semeadura, Azospirillum brasilense foi eficiente no aumento da altura das plantas. Além disso, a inoculação das sementes com este microrganismo resultou no aumento da massa seca da parte aérea, nitrogênio, potássio, cálcio e magnésio total acumulado na parte aérea Panicum maximum cv. BRS Zuri.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angelita Aparecida Coutinho Picazevicz, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

Professora na área de Agronomia do Instituto Federal de Rondônia, Campus Cacoal. Doutora em Produção Vegetal.

Leonardo dos Santos França Shockness, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

Professor na área de Agronomia do instituto Federal de Rondônia, Campus Cacoal. Mestre em Solos pela UFRRJ.

Arnaldo Libório Santos Filho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

Engenheiro Agronônomo do Instituto Federal de Rondônia, Campus Cacoal. Mestre em Ciências Agrárias pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Izabel Rodrigues do Nascimento, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

Aluna do Curso de Zootecnia do Instituto Federal de Rondônia, Campus Cacoal.

Lariana Diniz Maciel, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

Aluna do Curso de Zootecnia do Instituto Federal de Rondônia, Campus Cacoal.

Lucas Rodrigues da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

Aluno do Curso de Zootecnia do Instituto Federal de Rondônia, Campus Cacoal.

Gabriel Elias Gil Costa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal.

Aluno do Curso Técnico em Agropecuária do Instituto Federal de Rondônia, Campus Cacoal.

Referências

ANDRADE, R. A.; PORTO, M. O.; CAVALI, J.; FERREIRA, E.; BERGAMIN, A. C.; SOUZA, F. R. de; AGUIAR, I. S. de (2019) - Azospirillum brasilense e fosfato natural reativo no estabelecimento de forrageira tropical. Revista de Ciências Agrária, v. 42, n. 1, p. 146 154, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.19084/RCA18282.

ARAÚJO, F. F. de; GUABERTO, L. M.; SILVA, I. F. da. Bioprospecção de rizobactérias promotoras de crescimento em Brachiaria brizantha. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, MG, v. 41, n. 3, p. 52-527, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S151635982012000300007.

BARTLETT, M. S. Properties of sufficiency and statistical tests. Proceedings of the Royal Society of London, v. 160, n. 901, p. 268-282, 1937. DOI: https://doi.org/10.1098/rspa.1937.0109.

BRASIL. Pecuária de baixa emissão de carbono: tecnologias de produção mais limpa e aproveitamento econômico dos resíduos da produção de bovinos de corte e leite em sistemas confinados. Brasília, DF: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, 2018. 88 p.

BRASIL, M. da S.; BALDANI, V. L. D.; BALDANI, J. I.; SOUTO, S. M. Efeitos da inoculação de bactérias diazotróficas em gramíneas forrageiras do Pantanal. Pasturas Tropicales, v. 27, n. 3, p. 22-33, 2005.

COSTA, K. A. P.; FAQUIN, V.; OLIVEIRA, I. P. Doses e fontes de nitrogênio na recuperação de pastagens do capim-marandu. Revista Arquivo Brasileiro de Meidcina Veterinária e Zootecnia, v. 62, n. 1, p. 192-199, 2010). DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352010000100026.

COSTA, N. de L. Formação, manejo e recuperação de pastagens em Rondônia. Porto Velho: EMBRAPA, 2004. 219 p.

EMBRAPA. Manual de métodos de análise de solo. 2. ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA, 1997. 212 p.

EMBRAPA. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. 2. ed. Brasília, DF: EMBRAPA, 2009. 627p.

FERNANDES, J. S. Azospirillum brasilense e adubação nitrogenada na Brachiaria decumbens. Dissertação (Mestrado em Agronomia). Dourados, MS: UFGD, 2016. 49 p.

FERREIRA, D. F. Sisvar: A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v.35, p.1039-1042, 2011.

GALINDO, F. S.; BUZETTI, S.; TEIXEIRA FLHO, M. C. M.; DUPAS, E.; CARVALHO, F. DA C. Manejo da adubação nitrogenada no capim-mombaça em função de fontes e doses de nitrogênio. Revista de Ciências Agrária, v. 41, n. 4, p. 900-913, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.19084/RCA18131.

GRUBBS, F. E. Procedures for detecting outlying observations in samples. Technometrics, v. 11, n. 1, p. 1-21, 1969. DOI: https://doi.org/10.1080/00401706.1969.10490657.

GUIMARÃES, S. L.; BONFIM-SILVA, E. M.; KROTH, B. E.; MOREIRA, J. C. F.; REZENDE, D. Crescimento e desenvolvimento inicial de Brachiaria decumbens inoculada com Azospirillum spp. Enciclopédia Biosfera, v. 7, n. 13, p. 286-295, 2011.

HUNGRIA, M. Inoculação com Azospirillum brasilense: inovação em rendimento a baixo custo. Londrina: Embrapa Soja, 2011. 38 p. (Documentos, 325).

MELO, I. S. de. Rizobactérias promotoras de crescimento de plantas: descrição e potencial de uso na agricultura. In: MELO, I. S. de; AZEVEDO, J. L. de. (Ed.).

Ecologia microbiana. Jaguariúna: Embrapa CNPMA, 1998. p. 87-116.

MOREIRA, F. M. de S.; LIMA, A. S.; JESUS, E. da C.; SILVA, K. da; NÓBREGA, R. S. A.; FLORENTINO, L. A. Bactérias fixadoras de nitrogênio atmosférico que nodulam leguminosas. In: MOREIRA, F. M. de S.; CARES, J. E.; ZANETTI, R.; STÜRMER, S. L. (Ed.). O ecossistema solo: componentes, relações ecológicas e efeitos na produção vegetal. Lavras: Ed. da UFLA, 2013. p. 325-340.

OLIVEIRA, P. P. A.; OLIVEIRA, W. S. de; BARIONI JÚNIOR, W. Produção de forragem e qualidade de Brachiaria brizantha cv. Marandu com Azospirillum brasilense e fertilizada com nitrogênio. São Carlos: Embrapa Pecuária Sudeste, 2007. 6 p. (Circular técnica, 54).

ROSA, P. A. L. Acúmulo de matéria seca, extração e exportação de nutrientes por híbridos de milho inoculados com Azospirillum brasilense. Dissertação (Mestrado em Agronomia) Ilha Solteira, SP: UNESP, 2017. 98 p.

ROSADO, T. L.; GONTIJO, I.; ALMEIDA, M. S. de; ANDRADE, F. V. Fontes e doses de nitrogênio e alterações nos atributos químicos de um latossolo cultivado com capim-mombaça. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 28, n. 3, p. 840-849, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832014000300015.

SHAPIRO, S. S.; WILK, M. B. An analysis of variance test for normality (complete samples). Biometrika, v. 52, n. 3/4, p. 591-611, 1965. DOI: https://doi.org/10.2307/2333709.

SILVA, D. R. G.; COSTA, K. A. de P.; FAQUIN, V.; OLIVEIRA, I. P. de; BERNARDES, T. F. Doses e fontes de nitrogênio na recuperação das características estruturais e produtivas do capim-marandu. Revista Ciência Agronômica, v. 44, n. 1, p. 184-191, 2013.

SPODE, M. R.; ZUFFO, D. H.; RENNER, S.; GRUNUTZKY, J. P.; SALVATTI, E. R.; LAJÚS, C. R. Avaliação de diferentes tecnologias para tratamento de semente no crescimento inicial de Panicum maximum Jacq. cv. Àries. Unoesc & Ciência, v. 7, n. 2, p. 155-160, 2016.

STEENHOUDT, O.; VANDERLEYDEN, J. Azospirillum, a free-living nitrogen-fixing bacterium closely associated with grasses: genetic, biochemical and ecological aspects. Microbiology Reviews, v. 24, n. 4, p. 487-506, 2000. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1574-6976.2000.tb00552.x.

TAN, K. Z., RADZIAH, O., HALIMI, M. S., KHAIRUDDIN, A. R., HABIB, S. H.; SHAMSUDDIN, Z. H. Isolation and characterization of rhizobia and plant growth-promoting rhizobacteria and their effects on growth of rice seedlings. American Journal of Agricultural and Biological Science, v. 9, n. 3, p. 342-360, 2014. DOI: https://doi.org/10.3844/ajabssp.2014.342.360.

VOGEL, G. F.; MARTINKOSKI, L.; RUZICKI, M. Efeitos da utilização de Azospirillum brasilense em poáceas forrageiras: importâncias e resultados. Revista Agropecuária Científica no Semiárido, v. 10, n. 1, p. 01-06, 2014.

Downloads

Publicado

2020-03-31

Como Citar

Picazevicz, A. A. C., Shockness, L. dos S. F., Santos Filho, A. L., do Nascimento, I. R., Maciel, L. D., da Silva, L. R., & Costa, G. E. G. (2020). CRESCIMENTO DE PANICUM MAXIMUM CV. BRS ZURI EM RESPOSTA A RIZOBACTÉRIA E NITROGÊNIO. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 10(1), 33-37. https://doi.org/10.21206/rbas.v10i.8865