INCORPORAÇÃO DE BIOMASSA DE BRAQUIÁRIA EM UM LATOSSOLO VERMELHO AMARELO E SUA RELAÇÃO COM A DENSIDADE MÁXIMA OBTIDA NO ENSAIO PROCTOR NORMAL

Autores

  • Euriel Millan Romero
  • Caetano Marciano de Souza
  • Angelo Marcos Santos Oliveira
  • Raphael Bragança Alves Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v16i3.37

Palavras-chave:

compactação do solo, física do solo, teor de água crítico de compactação, matéria orgânica

Resumo

O termo “compactação do solo” refere-se à compressão do solo não saturado que resulta em aumento da densidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da incorporação de biomassa de braquiária (Brachiaria decumbens) em um solo Latossolo Vermelho Amarelo de Viçosa (MG, Brasil) sobre a curva de compactação do mesmo. Amostras deformadas do Latossolo Vermelho Amarelo foram coletadas na camada de 0,40-0,60 m de profundidade e, no laboratório, foram compactadas com aplicação de biomassa dentro do cilindro do aparelho de Proctor normal, em quantidades correspondentes a 1, 5, 10 e 20 Mg ha-1 de matéria seca. A biomassa reduziu a densidade do solo máxima (Dsmáx) e aumentou o teor de água crítico de compactação (Ucrít), significando que o solo torna-se mais resistente à compressão e pode ser trabalhado no preparo em uma faixa mais ampla de umidade de 32,37 para 35,18 dag kg-1.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Romero, E. M., Souza, C. M. de, Oliveira, A. M. S., & Fernandes, R. B. A. (2008). INCORPORAÇÃO DE BIOMASSA DE BRAQUIÁRIA EM UM LATOSSOLO VERMELHO AMARELO E SUA RELAÇÃO COM A DENSIDADE MÁXIMA OBTIDA NO ENSAIO PROCTOR NORMAL. Revista Engenharia Na Agricultura - Reveng, 16(3). https://doi.org/10.13083/reveng.v16i3.37

Edição

Seção

Recursos Hídricos e Ambientais