DESEMPENHO SAZONAL DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA EM AQUIDAUANA, MS

Autores

  • Everton Rossi Rigone
  • Gabriel Queiroz de Oliveira
  • Guilherme Augusto Biscaro
  • Marcos Vinnícius Braga Machado de Queiroz
  • Adriano da Silva Lopes

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v21i6.420

Palavras-chave:

agrometeorologia, Penman-Monteih, região Cerrado-Pantanal, Mato Grosso do Sul

Resumo

O presente estudo teve como objetivo, determinar a evapotranspiração de referência, avaliando-se a precisão dos métodos empíricos Benevides-Lopez, Camargo, FAO-24 Radiação, Hamon, Hargreaves-Samani, Klarrufa, Jesen-Haise, Makkink, Prietley-Taylor e Turc, comparando com o método padrão Penman-Monteith FAO-56, em diferentes épocas do ano em Aquidauana, MS. Este trabalho foi realizado com auxílio dos dados meteorológicos coletados diariamente entre o período de 01 de janeiro de 2008 a 31 dezembro de 2011 na rede de estações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), situado no município de Aquidauana-MS. Foram avaliados valores diários da estimativa da evapotranspiração de referência (ETo), em mm dia-1, para a época de verão, outono, inverno e primavera, utilizando-se métodos empíricos e o de Penman-Monteith, parametrizado pela FAO, no qual serviu de modelo de comparação. Foram determinados e considerados na avaliação dos métodos a média da ETo, o coeficiente de determinação (r 2), correlação (r) e de erro padrão de estimativa (EPE). Para a avaliação da exatidão dos métodos avaliados, foram determinados o índice de concordância (d) e o índice de desempenho (c). Diante da série de dados, conclui-se que os métodos Priestley-Taylor e Radiação Solar atendem satisfatoriamente à estimativa da evapotranspiração de referência em Aquidauana-MS, para todas as épocas do ano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-19

Como Citar

Rigone, E. R., de Oliveira, G. Q., Biscaro, G. A., de Queiroz, M. V. B. M., & Lopes, A. da S. (2013). DESEMPENHO SAZONAL DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA EM AQUIDAUANA, MS. Revista Engenharia Na Agricultura, 21(6), 547-562. https://doi.org/10.13083/reveng.v21i6.420

Edição

Seção

Meteorologia Aplicada

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)