VAZÃO MÍNIMA Q7,10 NO AMAPÁ ESTIMADA POR MODELOS PROBABILÍSTICOS

  • Calina Grazielli Dias Barros Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Francisco Carlos Lira Pessoa Universidade Federal do Pará
  • Laila Rover Santana Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Yashmin keiller Lisboa Lopes Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Carlos Eduardo Aguiar de Souza Costa Universidade Federal do Pará - UFPA

Resumo

O estado do Amapá conta com uma pequena rede de estações fluviométricas e pluviométricas, não atendendo adequadamente toda sua extensão territorial, dificultando a tomada de decisão quanto à gestão dos recursos hídricos. Este trabalho teve como objetivo o ajuste de distribuição de probabilidade das séries de vazões mínimas de 7 dias consecutivos, com período de retorno de 10 anos (Q7,10). Utilizou-se dados de 12 estações fluviométricas distribuídas nos limites do estado do Amapá. Foram ajustadas as distribuições de probabilidade teórica de Log-Normal 2 parâmetros (LN-2P), Gumbel para mínimos e Weibull. Para avaliar a aderência, foram usados os testes de Qui-Quadrado e Kolmogorov-Smirnov. Como base nos testes de aderência e pela análise dos gráficos, considerou-se a distribuição de Weibull como a mais indicada para a estimativa das vazões mínimas Q7,10.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Calina Grazielli Dias Barros, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
Departamento de Engenharia Sanitária - Recursos Hídricos
Francisco Carlos Lira Pessoa, Universidade Federal do Pará
Faculdade de Engenharia Sanitária e Ambiental Áreas: Recursos hídricos, Hidrologia e Hidráulica
Laila Rover Santana, Universidade Federal do Pará - UFPA
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil - PPGEC Discente de Mestrado - Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental
Yashmin keiller Lisboa Lopes, Universidade Federal do Pará - UFPA
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil - PPGEC Discente de Mestrado - Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental
Carlos Eduardo Aguiar de Souza Costa, Universidade Federal do Pará - UFPA
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil - PPGEC Discente de Doutorado - Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental
Publicado
2018-06-29
Como Citar
Barros, C. G. D., Pessoa, F. C. L., Santana, L. R., Lopes, Y. keiller L., & Costa, C. E. A. de S. (2018). VAZÃO MÍNIMA Q7,10 NO AMAPÁ ESTIMADA POR MODELOS PROBABILÍSTICOS. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 26(3), 284-294. https://doi.org/10.13083/reveng.v26i3.930
Seção
Recursos Hídricos e Ambientais