DESIGUALDADE E MERCADO DE TRABALHO: UM ESTUDO COM ADOLESCENTES E SUA ESCOLHA PROFISSIONAL

Autores

Resumo

Este estudo enfoca questões relativas à desigualdade e ao mercado de trabalho e a relação desses temas com o futuro profissional de jovens e adolescentes que vivem em áreas menos favorecidas. A desigualdade social no Brasil é uma questão de preocupação, que afeta os jovens na sua escolha profissional, agravada devido à falta de preparação e de experiência para escolha. Esta pesquisa foi realizada entre agosto de 2017 e junho de 2018 objetivando analisar as escolhas e intenções profissionais de jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica bem como averiguar os efeitos da desigualdade social na escolha de uma profissão. O estudo teve cunho qualitativo e utilizaram-se questionários e observação participante como métodos de coleta de dados. Conclui-se que os jovens acreditam que escolher uma profissão é algo sério e a escolha é única; portanto, ao escolher uma profissão, os jovens creem que eles devem trabalhar naquela profissão permanentemente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Barros da Costa, https://orcid.org/0000-0003-3789-3378

Mestranda em Extensão Rural, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG

Débora Carneiro Zuin, Universidade Federal de Viçosa

Doutora em Estudos Organizacionais pela University of Edinburgh, Escócia

Professora Adjunta III da Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG

Downloads

Publicado

2020-12-29

Como Citar

Barros da Costa, C. ., & Carneiro Zuin, D. (2020). DESIGUALDADE E MERCADO DE TRABALHO: UM ESTUDO COM ADOLESCENTES E SUA ESCOLHA PROFISSIONAL. Revista De Ciências Humanas, 20(2). Recuperado de https://periodicos.ufv.br/RCH/article/view/11379