A relevância do ensino de finanças no curso de Secretariado Executivo e seu uso no mercado de trabalho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33228/scribes.2020.v1.11256

Resumo

A construção de uma carreira inicia-se no ambiente acadêmico simultaneamente à experiência profissional do discente. O secretário reinventa-se constantemente, é um profissional que está em busca de inovação, é multifuncional, fonte de informações, o primeiro contato entre clientes internos e externos. As finanças estão presentes na rotina secretarial nos mais diversos processos, da simples conferência de um relatório de despesas à organização de um evento com alto budget. Em muitos casos, é o secretário o responsável pela administração de recursos financeiros para pagamento de contas e demais gastos do gestor, ou seja, direta ou indiretamente, o profissional de Secretariado lida com processos financeiros. Entretanto, a área de Finanças ainda não é um tema tão pesquisado no contexto da profissão de Secretariado e, mesmo no âmbito universitário, os alunos possuem pouco contato com disciplinas voltadas a essa área do conhecimento. Portanto, este artigo busca responder qual a percepção dos alunos quanto ao conhecimento adquirido na universidade e o quanto ele pode auxiliar nas oportunidades de trabalho, bem como ser um diferencial curricular. Será que a grade curricular possui disciplinas de Finanças suficientes para as práticas profissionais? Esse questionamento norteou a idealização deste artigo, que pretende contribuir com as pesquisas na área de Secretariado com foco em Finanças. Trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva, exploratória e de método quantitativo. Como resultado, tem-se que o profissional de Secretariado percebe a importância do conhecimento em Finanças como forma de agregar e otimizar suas atividades no dia a dia e reconhece que é um diferencial no mercado de trabalho e pode contribuir para seu desenvolvimento pessoal. Contudo, a formação acadêmica possui certas limitações, pois não há um aprofundamento na área de Finanças; seu ensino ainda é introdutório.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Goulart Barboza da Silva, Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP)

Ana Carolina Goulart Barboza da Silva

E-mail: anacarolgbs@gmail.com

Graduada em Secretariado Executivo pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), bacharel em Hotelaria pela Universidade Anhembi Morumbi e técnica em Secretariado pela ETEC Parque da Juventude. Carreira em evolução na área de Secretariado com experiência de 3 anos como secretária/assistente. Pesquisadora do Programa de Iniciação Científica da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) por 2 anos com pesquisas concluídas.

Fernando Aguiar Camargo, Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP)

Fernando Aguiar Camargo

E-mail: fernando.camargo@fecap.br

Mestre em Administração de Empresas com Ênfase em Finanças pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), Pós Graduado em Assessoria Executiva e Graduado em Secretariado Executivo Trilíngue, Como docente, atua no Curso de Pós Graduação em Assessoria Executiva e Graduação em Secretariado Executivo da FECAP além conteúdista na UNINTER. Possui experiência de mais de 10 anos como Secretário Executivo, atendendo Diretores e Presidentes. Atualmente exerce o cargo de Consultor de Governança Corporativa e Gestão de Riscos no Grupo Fleury. . Desenvolve palestras em universidades e empresas, além de coordenar cursos livres voltados para o secretariado. Criador do Grupo SecretáriOs e coautor do Livro Excelência no Secretariado, sendo um dos capítulos: O Homem e o Secretariado.

Downloads

Publicado

2020-12-15

Como Citar

Goulart Barboza da Silva, A. C., & Aguiar Camargo, F. . (2020). A relevância do ensino de finanças no curso de Secretariado Executivo e seu uso no mercado de trabalho. SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies, 1(2). https://doi.org/10.33228/scribes.2020.v1.11256

Edição

Seção

Artigos